If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:8:06

Transcrição de vídeo

RKA - Olá, meu amigo ou minha amiga, tudo bem com você? Seja muito bem-vindo(a) a mais uma aula de ciências da natureza. E nesta aula, nós vamos conversar sobre a atmosfera terrestre, incluindo algumas características tais como as suas camadas, a composição e a movimentação. Mas afinal o que é a atmosfera terrestre? A atmosfera terrestre é uma camada de gases que envolve a Terra e é retida ao redor de nosso planeta através da força da gravidade. O interessante sobre a atmosfera terrestre é que ela protege a vida em nosso planeta, já que ela absorve parte da radiação solar, incluindo a radiação ultravioleta. Além disso, ela aquece a superfície do nosso planeta através da retenção de calor, um efeito conhecido como efeito estufa. O efeito estufa é importante, porque reduz as variações extremas de temperatura entre o dia e a noite, ou seja, se não ocorresse o efeito estufa, nós teríamos um dia muito quente e uma noite muito fria. Mas para compreender aqui um pouquinho sobre a nossa atmosfera terrestre, vamos estudar um pouquinho aqui sobre a sua origem e a sua evolução. Uma coisa muito importante que preciso falar com você é que só podemos compreender de forma razoável a história da atmosfera terrestre até cerca de 1 bilhão de anos atrás, já que isso ainda é uma área de estudo que está em pesquisa constante, tudo bem? Mas existem estudos que mostram que a atmosfera primitiva, que vamos chamar aqui de "primeira atmosfera", era composta principalmente por hélio e hidrogênio. Nesse período, inclusive, a crosta terrestre, que é onde nós estamos pisando atualmente, ainda estava em forma de plasma, ou seja, não tinha esse formato sólido que nós conhecemos hoje. Com o passar dos anos, cerca de 3,8 bilhões de anos atrás, começou a surgir uma outra atmosfera, que vamos chamar aqui de "segunda atmosfera". Existem evidências, inclusive, que nesse período existia água líquida na superfície da Terra. Aí, cerca de 400 milhões de anos mais tarde, quase não havia oxigênio livre e toda a atmosfera era composta praticamente por nitrogênio e compostos de carbono. Um detalhe é que, nessa época, já existia vida na Terra, e isso interferia na composição da atmosfera. Meu amigo ou minha amiga, de acordo com fósseis encontrados há cerca de 2,7 bilhões de anos, começaram a surgir seres fotossintetizantes, que evoluíram e começaram a converter o dióxido de carbono em oxigênio através de um processo conhecido como "fotossíntese", que é o que as plantas fazem hoje para conseguir obter energia. Devido a isso, tivemos uma concentração de oxigênio na atmosfera e, assim, chegamos à chamada "terceira atmosfera". Tudo bem que mesmo que a produção de oxigênio seja algo muito antigo, ainda não existia muito oxigênio na atmosfera nesse período. Até cerca de 600 milhões de anos atrás, a atmosfera era composta por apenas 5% de oxigênio. Mas até cerca de 300 milhões de anos, os níveis de oxigênio aumentaram, atingindo um pico de 35% da atmosfera. Depois desse período, os níveis começaram a reduzir e atingiram os 21% de oxigênio que temos atualmente em nossa atmosfera. Bem, agora que a gente já conheceu brevemente um pouquinho da história de nossa atmosfera, é interessante a gente começar a conversar sobre a estrutura e a composição da atmosfera atual. Como a gente estava conversando sobre o oxigênio que, inclusive, atualmente 21% de nossa atmosfera é formada por oxigênio, falta falar do restante dos gases que estão em nossa atmosfera. Atualmente, nossa atmosfera é formada por alguns gases, e esses gases não estão distribuídos de maneira igual. Porém, próximo à superfície da Terra, até a uma altura de 80km, aproximadamente, teríamos uma proporção mais ou menos da seguinte forma: 78% composta por nitrogênio, 21% composta por oxigênio, 0,9% composta por argônio e o restante, quase 0,1%, é formada por outros gases, incluindo o dióxido de carbono, metano e ozônio. Mas como eu falei, até a uma altura de, aproximadamente, 80km em relação ao nível do solo, porque a atmosfera se estende a uma altura muito maior que isso. Ela se estende até, aproximadamente, 900km de altura, e toda essa extensão é separada em cinco camadas a partir da superfície da Terra. Começando da camada mais baixa, temos a troposfera, depois a estratosfera, em seguida a mesosfera, depois a termosfera e, por último, a exosfera. Um detalhe muito interessante é que o ar se torna mais rarefeito, ou seja, menos concentrado quanto mais distante da superfície terrestre nós estivermos observando. É devido a isso, por exemplo, que os alpinistas normalmente levam oxigênio com eles quando escalam altas montanhas. Mas, enfim, vamos conversar um pouco sobre cada uma dessas camadas agora, tudo bem? Em relação à troposfera, temos uma camada que se estende até 20km do solo, isso na Linha do Equador, e até aproximadamente 10km nos polos. Todas as condições climáticas acontecem nessa camada. Além disso, a troposfera é a única camada em que os seres vivos podem respirar normalmente. Depois, temos aqui a estratosfera, uma camada que chega até 50km do solo. E o detalhe é que a temperatura, nessa camada, pode chegar até -60°C. Ah, eu não posso esquecer de falar que essa camada contém ozônio, um gás muito importante que absorve os raios ultravioleta do Sol, algo que pode ser muito prejudicial para a nossa pele. O ruim é que, atualmente, a poluição está causando buracos na camada de ozônio, e isso pode ser bem prejudicial para todos nós. Mas, enfim, continuando aqui. Nós temos ainda a mesosfera, uma camada que se estende até 80km do solo. Ela é muito fria, com temperaturas abaixo de -100°C. A parte de baixo é mais quente, porque absorve calor da estratosfera. Em seguida, nós temos ainda a termosfera, uma camada da atmosfera que se estende até cerca de 450km acima da superfície da Terra. É a camada mais quente de todas. Por isso que ela é chamada de termosfera, já que o pouco de ar que tem nessa região absorve a radiação do Sol, e, com isso, as temperaturas no topo dessa camada podem chegar a até 2.000°C. É uma temperatura muito alta. Por último, nós temos a exosfera, que é a camada superior da atmosfera e se estende até, mais ou menos, 900km acima da superfície terrestre. O ar nessa região é muito rarefeito, e é muito comum os componentes da atmosfera escaparem para o espaço. Ah, ela é chamada de exosfera, porque é a parte externa da atmosfera. Enfim, meu amigo ou minha amiga, essas são as cinco camadas que nós observamos em nossa atmosfera. Eu espero que você tenha compreendido tudo direitinho aqui. E mais uma vez, quero deixar para você um grande abraço, e até a próxima.