If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Anatomia do sistema reprodutor masculino

Nesta videoaula apresentamos o sistema reprodutor masculino, ressaltando a estrutura e função de cada componente.

Transcrição de vídeo

RKA - Oi, pessoal! Hoje nós vamos falar sobre o sistema reprodutor masculino, que é esse que vocês estão vendo na figura. Como vocês podem ver, o sistema reprodutor masculino tem várias estruturas e hoje nós vamos estudar cada uma delas. A primeira estrutura que nós vamos estudar é essa aqui, que se chama escroto. O escroto é um saco que protege os testículos e o epidídimo. A próxima estrutura que nós vamos estudar é o testículo, que é este aqui. O testículo é o local onde ocorre a produção dos espermatozoides. Na figura só está representado um, mas os homens têm dois, um de cada lado. E a próxima a estrutura que nós vamos estudar é o epidídimo, que fica logo acima dos testículos e está representado nesta figura pelo número 1. O epidídimo tem a função de dar mobilidade aos espermatozoides. Quando eles são produzidos nos testículos, eles não têm mobilidade nenhuma. Eles começam a ter mobilidade no epidídimo e, a partir daí, são transportados através dos ductos deferentes, que são esses que eu estou traçando. Eles são transportados até a próstata, que é esta estrutura aqui e que também está representada na figura pelo número 3. Logo acima da próstata se encontra a vesícula seminal, que é esta que eu estou circulando. A vesícula seminal e a próstata tem a função de produzir líquidos que servem para a nutrição dos espermatozoides. E nesta figura se encontra o pênis, que é o órgão responsável pela cópula. É o órgão que vai ser introduzido na vagina da mulher para que ocorra a cópula. Dentro do pênis existe a uretra, que é essa que eu estou circulando aqui. A uretra é o canal de passagem dos espermatozoides para que ocorra a fecundação. Porém, além de passagem dos espermatozoides, a uretra também é o canal de passagem de urina. Por conta disso, também existem as glândulas bulbouretrais, que são essas aqui, e que têm a função de neutralizar a uretra para a passagem dos espermatozoides. Então, é isso. Eu espero que vocês tenham gostado e até a próxima!