If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Testosterona e puberdade

Nesta videoaula apresentamos a testosterona, o principal hormônio sexual masculino, e seus efeitos em cada uma das fases do ciclo de vida do homem.

Quer participar da conversa?

  • Avatar blobby green style do usuário samuel.espitia
    a a a a a a a a a a a s s s s
    (0 votos)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA - Alô, moçada! Tudo bem com vocês? Na videoaula de hoje, nós vamos aprender um pouco mais sobre o hormônio testosterona. A testosterona é um hormônio produzido pelas glândulas sexuais masculinas, os testículos. Nos testículos existe um tipo especial de célula, chamadas de célula de Leydig. Essas células são responsáveis pela produção do hormônio testosterona. É importante ressaltar que as mulheres também produzem esse hormônio, porém, em quantidades bem menores quando comparadas aos homens. Além disso, quem produz a testosterona nas mulheres é a glândula adrenal. Aqui, nós estamos vendo a estrutura química do hormônio testosterona. Para que aconteça o estímulo para a produção do hormônio testosterona, uma região particular do cérebro, chamada de hipófise, que aqui nós estamos vendo com um maior aumento, envia sinais químicos, chamados de "LH" e "FSH". Esses sinais químicos são enviados até os testículos que, ao receberem esses estímulos, passam a produzir o hormônio testosterona. Esses sinais químicos são chamados, então, de LH, hormônio luteinizante, e FSH, hormônio folículo-estimulante. A testosterona possui diversas funções. Vamos ver algumas delas agora. Quando ainda na gestação, a testosterona é o hormônio responsável pela diferenciação sexual do feto, ou seja, pelo desenvolvimento de características masculinas ainda durante a gestação. Com a ação da testosterona, ocorre a modificação do genital, desenvolvendo pênis, os testículos, próstata e vesícula seminal. Entre os 10 e 13 anos de idade, ocorre um aumento na produção de testosterona. Essa fase nós chamamos de puberdade. Ocorrem, então, o surgimento e manutenção de diversas características secundárias do sexo masculino, como o surgimento de pelos pelo corpo, surtos de crescimento, também conhecidos como estirão, surgimento de odor corporal, aumento da oleosidade do corpo e dos cabelos, engrossamento do timbre vocal, aumento da massa muscular e, por fim, a fertilidade, ou seja, inicia-se neste período, no período de puberdade, a produção dos espermatozoides, que são os gametas masculinos responsáveis pela reprodução. Durante essa fase, também ocorrem mudanças ósseas. No caso dos meninos, a caixa torácica se expande e os ombros ficam mais largos. Acontecem também mudanças no rosto, nariz, mandíbula, testa e queixo. Além disso, a testosterona é utilizada pelo organismo para manter os ossos mais fortes. Ao longo da vida, o hormônio testosterona pode variar em quantidade, como nós podemos ver neste gráfico que compara a quantidade de testosterona produzida ao longo da idade. Veja que entre os 25 e 34 anos é quando nós temos o pico da produção de testosterona. Ao longo da vida, a produção da testosterona vai caindo, como nós podemos reparar aqui. Nessa fase, em torno dos 60 anos, mais ou menos, ocorre a andropausa, que é a fase da vida do homem na qual ocorre a diminuição da produção da testosterona. Isso pode causar alterações de humor, perda da massa muscular, alterações dos desejos sexuais e redução de pelos no corpo. Além da idade, outros fatores também podem causar diminuição dos níveis de testosterona, como estresse, falta de sono, algumas doenças como HIV e até lesões nos testículos. Por hoje é só. Hoje nós aprendemos um pouco mais sobre a ação da testosterona e como ela é produzida. Vimos também o impacto desse hormônio ao longo da vida. Bons estudos e até a próxima!