If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:9:02

Transcrição de vídeo

olá meu amigo minha amiga tudo bem com você seja muito bem vindo bem vinda a mais uma aula de ciências da natureza e nessa aula nós vamos conversar sobre o balanceamento de uma equação química considerando a quantidade de átomos de cada elemento químico como já conversamos nas aulas passadas uma reação química ocorre quando moléculas se ligam a outras moléculas para formar novas moléculas um detalhe é que as moléculas iniciais podem ser desmontados para formar as novas moléculas normalmente representamos uma reação química através de uma equação química em uma equação química as moléculas iniciais são substâncias que reagem por isso mesmo são chamadas de reagentes já as moléculas resultantes as que são formadas neste processo são denominadas produtos os reagentes e os produtos são separados por uma seta que por sua vez indica o sentido da reação existem situações em que apesar da equação está nos indicando quais moléculas que reagem para formar uma nova molécula nem sempre ela apresenta a proporção exata das moléculas reagentes em relação aos produtos por esse motivo existem diversos momentos que vai ser necessário realizar um processo está quilométrico afim de balancear uma equação meu amigo minha amiga existem diversas formas de balancear uma equação química uma delas é observando a quantidade de átomos de cada um dos elementos químicos é importante destacar aqui com você que o balanceamento de uma equação química leva em consideração a lei da conservação da massa e também a lei de prost que juntas basicamente dizem que em uma reação química a quantidade total de elementos nos reagentes tem que ser igual à quantidade total de elementos os produtos ou seja se temos seis átomos de carbono interagindo com outros elementos teremos que ter ao final do processo apenas seis átomos de carbono não podemos ter mais nem menos por exemplo vamos observar aqui a reação da síntese do ácido clorídrico ou seja do hcl temos aqui h2 mais cl2 formando duas moléculas de hcl ou seja hidrogênio e cloro reagem para formar o ácido clorídrico repare que do lado dos reagentes temos dois átomos de hidrogênio e dois átomos de cloro e do lado dos produtos também temos dois átomos de hidrogênio e dois átomos de cloro um indicada para cada molécula de hcl nessa equação química já temos a mesma quantidade de átomos de cada elemento em cada um dos lados nesse caso dizemos que a equação está balanceada o problema é que nem sempre isso acontece na maioria dos casos temos algo sendo apresentado da seguinte forma h2 mais cl2 formando hcl repare que temos algo estranho aqui pois do lado dos reagentes temos dois átomos de hidrogênio e do lado dos produtos temos apenas um átomo de hidrogênio isso está errado repare que o mesmo acontece com o cloro temos dois átomos de cloro do lado dos reagentes e um átomo de cloro do lado dos produtos o que temos que fazer aqui nesse caso nesse caso precisamos balancear a equação e como fazer isso meu amigo minha amiga para fazer isso precisamos observar os coeficientes na frente das moléculas e trabalhar com esses valores a fim de deixar a mesma quantidade de átomos em ambos os lados dessa equação um detalhe a mesma quantidade de átomos cada um dos elementos do lado dos reagentes temos dois átomos de hidrogênio então precisamos ter dois átomos de hidrogênio do lado dos produtos o que temos que fazer com hcl para isso acontecer basta colocar o índice dois na frente do hcl pois assim estaremos indicando que temos duas moléculas de hcl repare que ao fazer isso agora teremos dois átomos de hidrogênio do lado dos produtos agora vamos observar o cloro temos dois átomos de cloro do lado dos reagentes como multiplicamos o hcl por dois resolvemos esse problema também pois com as duas moléculas de hcl também teremos dois átomos de cloro aqui do lado dos produtos bem conseguiu compreender direitinho que é o balanceamento e como podemos fazer isso então vamos observar um outro exemplo aqui observe a equação que eu estou escrevendo aqui agora cl 2 mais ch4 aí a gente coloca setinha indicando o sentido da reação se h2c l2 mais hcl essa equação mostra a reação do cloro com o gás metano ao reagirem eles formam o diclorometano e o ácido clorídrico essa equação está balanceada vamos ver isso vamos começar aqui pelo átomos de cloro aqui nós temos dois átomos de cloro do lado dos reagentes e três átomos de cloro do lado dos produtos dois átomos aqui na molécula do diclorometano e um átomo aqui no ácido clorídrico ou seja nossa equação não está balanceada o que nós podemos fazer nesse caso eu acho que seria legal agora você para usar esse vídeo ea partir do que eu falei com você tente balancear essa equação sozinho e aí conseguiu bem como é que a gente pode fazer isso a gente tem que deixar a mesma quantia de cloro em ambos os lados dessa equação podemos começar multiplicando cl2 por dois assim teremos quatro átomos de cloro do lado dos reagentes bem isso ainda está errado pois temos apenas três átomos de cloro aqui do lado dos produtos mas repare se multiplicarmos o hcl por dois teremos agora quatro átomos de cloro do lado dos produtos 2 do de clorometano e 2 das duas moléculas do ácido clorídrico beleza agora que já temos o mesmo número de cloro em ambos os lados da equação precisamos observar o número de átomos de carbono e também o número de átomos de hidrogênio vamos começar pelo carbono temos aqui do lado dos reagentes um átomo de carbono apenas aqui na molécula de gás metano o legal é que também temos apenas um carbono aqui do lado dos produtos um átomo de carbono aqui na molécula de clorometano hotmail carbono já está resolvido pelo menos por enquanto vamos observar o hidrogênio agora aqui do lado dos reagentes temos quatro átomos de hidrogênio que está na molécula de gás metano do lado dos produtos também temos quatro átomos de hidrogênio 2 na molécula de clorometano e dois nas duas moléculas de hcl repare que nós resolvemos o problema é que do hidrogênio quando a gente multiplicou este hcl por dois então agora nós já temos a nossa equação completamente balanceada esse método de balanceamento é muito útil em diversas situações repare que nesses casos foi bem simples de balancear mas existem outras situações em que a gente precisa ir trabalhando nos índices até a gente ter o mesmo número de cada um dos elementos em ambos os lados da equação química enfim meu amigo minha amiga eu espero que você tenha compreendido direitinho e aproveitando que o momento eu quero deixar pra você um grande abraço e falar que te espero a próxima