If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Terminologia da fertilização: gametas, zigotos, haploide e diploide

Transcrição de vídeo

RKA9MB - Vamos falar aqui um pouco sobre como nós surgimos. O que estamos vendo aqui nesta imagem é um espermatozoide fundindo-se com um óvulo. Este é o espermatozoide e este é o óvulo. Então, esta imagem representa o fim da competição; e uma competição feroz, porque esse espermatozoide é apenas uma célula das centenas de milhões de células que estão disputando este óvulo. Existem de 200 a 300 milhões de espermatozoides competindo entre si para chegar ao óvulo. Então, este é o vencedor dessa incrível competição! De certa forma, nós podemos nos sentir todos vitoriosos, porque nós somos frutos do vencedor dessa competição, do espermatozoide que ganhou essa corrida chegando até o óvulo da nossa mãe primeiro, né? O espermatozoide veio do nosso pai e o óvulo da nossa mãe. Agora, vamos falar um pouco sobre terminologia. Esse processo de fusão é chamado de fertilização. E, desse processo, surge uma célula que se diferencia em todas as outras células do nosso corpo. Veja então como esse processo é superimportante, né? Bem, cada uma dessas células sexuais, o espermatozoide e o óvulo, são chamados de gametas. Então, este aqui é um gameta (o espermatozoide é um gameta); e o óvulo é um outro gameta. E, como nós veremos, cada gameta tem metade do número de cromossomos das outras células do nosso corpo. Na verdade, das células somáticas do nosso corpo. Isto é, as células que não são suas células sexuais e que podem estar no ovário ou no testículo, dependendo se você é um homem ou uma mulher. Então, vamos nos aprofundar nisso um pouquinho mais para entendermos melhor. Imagine que estamos ampliando aqui muito esse espermatozoide. Vamos dar um zoom nele; claro eu que não estou desenhando em escala aqui, está bem? Nós vamos fazer apenas um esquema. Mas o espermatozoide é muito menor que o óvulo. Só para facilitar o entendimento, então, eu vou desenhar aqui o núcleo do espermatozoide. Bem, e nós, seres humanos, recebemos 23 cromossomos vindos do pai. Então, vamos desenhá-los aqui: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22... e, para o 23º, que será o cromossomo determinante do sexo: caso o seu pai contribuiu com o "X", você vai ser do sexo feminino; e, se seu pai contribuir com o "Y", você vai ser do sexo masculino. Então, esses são os cromossomos do gameta masculino, ou deveria dizer, o gameta que veio do seu pai, o espermatozoide, ok? Então, este é o gameta que vai se fundir com o óvulo que veio de sua mãe. Este é o óvulo. Deixe-me desenhar o seu núcleo aqui. Ok, isto aqui é o núcleo. E, mais uma vez, nada disso é feito em escala. Sua mãe também vai contribuir com 23 cromossomos, então 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22... e ela vai contribuir com o cromossomo "X" para determinar o seu sexo. Se tiver o cromossomo "XY" então, você vai ser do sexo masculino; e, se a combinação for "XX", você será do sexo feminino. Isto aqui também é um gameta. Gameta é o termo geral para o espermatozoide ou um óvulo. Quando esses dois são fundidos, o que é formado? Uma vez que eles são fundidos, nós vamos ter um ovo fertilizado; mas vamos chamar isso de zigoto. Então, deixe-me desenhar aqui... vou fazer isso em uma cor nova... estou ficando sem espaço, quero que isso tudo fique na mesma tela... vou ter que desenhar fora de escala de novo.. deixe-me desenhar o núcleo do zigoto... vou fazer o núcleo bem grande para que possamos focar nos cromossomos, ok? Então, você vai ter os 23 cromossomos do seu pai: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22 e 23. E, agora, os 23 da mãe: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22 e 23. Ok, esse zigoto aqui é masculino. E, como você deve ter notado, eu desenhei em pares. Então, agora, você tem um total... deixe-me deixar aqui bem claro... você tem 23 cromossomos aqui; 23 do espermatozoide e 23 do óvulo. Então, nós temos 46 cromossomos no ovo fertilizado, certo? No óvulo fertilizado. São 46 cromossomos. E agora que temos uma quantidade completa de cromossomos, essa célula pode se replicar e continuar se dividindo e se diferenciando em tudo o que faz você ser você. Nós chamamos isso de zigoto. Então, para resumir, os gametas são as células sexuais que têm metade do número de cromossomos e o zigoto é a célula que está pronta para se diferenciar no organismo real, no organismo completo que tem o dobro do número de cromossomos, o que tem a quantidade de cromossomos completa (possui 46 cromossomos). E você vê que eu organizei eles em pares, né? Esses pares nós chamamos de pares homólogos. Em cada um desses pares... este é um par de cromossomos homólogos. E o que significa isso? Significa que dentre esses dois cromossomos, um você recebeu do seu pai e um da sua mãe. Ambos codificam para a mesma coisa, codificam para as mesmas proteínas. Mas existem diferentes variantes de como codificam as proteínas, as características que você tem. Vou dar um exemplo simplificado aqui: digamos que um gene... um gene que veio do seu pai que codifica para a cor de cabelo... e existe um semelhante, existe uma variante desse gene no cromossomo da sua mãe, que também codifica para a cor do cabelo. Então, esses são cromossomos homólogos. Esses dois cromossomos codificam, em geral, para as mesmas coisas, e, agora, o zigoto tem 46 cromossomos; e você poderia dizer, então, que ele tem 23 pares de cromossomos homólogos, certo? E este é, mais uma vez, o caso dos seres humanos; estamos falando dos humanos. Se você estiver falando de outra espécie, em vez de 23 pares de cromossomos homólogos, ou 46 cromossomos no total, você poderia ter, por exemplo, 10 pares de cromossomos homólogos, né? 20 cromossomos no total. Os biólogos, para ajudar a esclarecer quando estão falando sobre o número de cromossomos de uma determinada espécie, introduziram duas palavras: haploide e diploide. Quando você fala haploide, você está se referindo a quando você tem metade da contingência completa de cromossomos. Então, para os seres humanos o número haploide é de 23. Então, este é o número haploide: 23. Para outra espécie poderia ser outro número. Haploide tem o prefixo "haplo", que se refere a único; então você tem um único membro aqui. E, quando falamos em diploide, nós estamos nos referindo à contingência completa, estamos falando aqui, no caso, dos 46 cromossomos, certo? Quando começamos a falar sobre mitose e meiose para uma dada espécie, eles se referem ao número haploide, certo? E se referem ao número de diploide como duas vezes aquele número. Então, haploide nós chamamos de "n"; então, o diploide nós chamamos de "2n". Portanto, espero que você fique familiarizado com este vocabulário sobre fertilização, haploide, diploide, zigoto, gametas... e também que você se sinta bem sobre você mesmo, porque apenas por existir, pelo menos metade dos seus cromossomos teve que vencer uma corrida supercompetitiva! É isso aí, pessoal! Até o próximo vídeo!