Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Gorduras saturadas, insaturadas e trans

Um triglicerídeo é um tipo de molécula lipídica (ou de gordura). Ele é formado por três cadeias de ácido graxo anexadas a uma estrutura de glicerol. Os triglicerídeos podem ser classificados como saturados (que não têm ligações duplas) ou insaturados (que têm ligações duplas). As gorduras trans são um tipo de gordura insaturada que é produzido artificialmente e seu consumo não é saudável.

Quer participar da conversa?

  • Avatar ohnoes default style do usuário Melissa Brito
    Poderia me dá uma explicação simples e direta sobre a diferença entre gorduras saturadas, insaturadas e trans?
    (1 voto)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
    • Avatar piceratops seed style do usuário michelle mendes
      gordura saturada é derivada originalmente de origem animal, podemos encontrar em carnes vermelhas, mas tambem em carnes brancas, é considerada gordura prejudicial ao organismo humano pois ela pode aumentar o colesterol ruim, as insaturadas é de origem vegetal , esse tipo de gordura não traz tanto mal como a gordura saturada quando consumida corretamente. e a gordura trans é a gordura formada por um processo químico chamado de hidrogenação. durante o processamento são usadas as gorduras vegetais. para concluir vale enfatizar que gorduras saturadas e insaturadas tem diferentes origens, animal as saturadas, vegetal as insaturadas, e além disso diferentes consequências na saúde das pessoas. As saturadas afetam negativamente o organismo, em quanto as insaturadas afetam positivamente o organismo. Vale a pena esclarecer que ambas afetam negativamente o organismo se são consumidas em excesso.
      (16 votos)
  • Avatar aqualine ultimate style do usuário Louise Galluccio
    Os triglicérides 1 e 2 representados na videoaula, seriam gorduras insaturadas do tipo 'cis', e por isso elas possuem essa estrutura em curva??
    (3 votos)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA5GM - Eu desenhei aqui quatro diferentes moléculas de triglicerídeos, e alguns de vocês podem estar dizendo: "Eu achava que triglicerídeos envolviam essa quantidade enorme de carbonos e oxigênios. Bom, e aqui eu só vejo oxigênios, onde estão os carbonos e onde estão os hidrogênios?" Bom, a minha resposta para você é que eles estão implícitos, essa é uma forma resumida de representar essas moléculas enormes, e muitas vezes você vai ver esse tipo de representação nas suas aulas de Química, de Biologia ou de Química Orgânica. Bom, o que está acontecendo aqui é cada um desses pontos ou cada um desses vértices representam um carbono. Então, eu vou marcar aqui. Por exemplo, eu tenho aqui um carbono, eu tenho um carbono aqui, um carbono aqui, um carbono aqui. Se nós não colocarmos nada aqui no final, então, esse ponto também significa que aqui eu tenho um carbono. Então, implicitamente, eu vou ter um carbono em cada um desses vértices que eu tenho aqui. Bom, agora você deve estar se perguntando onde estão os hidrogênios. O agente assume que cada um desses carbonos tem quatro ligações covalentes. Então, por exemplo, se eu marcar esse carbono aqui, eu sei que, aqui ele vai estar fazendo duas ligações, e aqui eu ainda vou ter uma ligação com o hidrogênio, e aqui eu tenho outra ligação com outro hidrogênio. A mesma coisa vai acontecer para esse carbono do lado, eu já tenho duas ligações covalentes aqui, então, vou ter aqui mais uma ligação com o hidrogênio, e aqui eu tenho outra ligação com outro hidrogênio. Agora, aqui nesse último carbono, é bem explícito que ele só tem apenas uma ligação covalente. Isso quer dizer, então, que a gente vai ter três ligações extras aqui, então a gente tem aqui um hidrogênio, aqui eu tenho outro hidrogênio e aqui eu tenho um outro hidrogênio. Então, os hidrogênios e os carbonos, eles estão aqui nessa representação, eles só estão implícitos. Só para comprovar isso, eu tenho aqui em cima um exemplo, onde eu tenho marcado as minhas ligações do carbono com os hidrogênios. Então, a mesma coisa que eu tenho aqui, eu vou estar representando aqui embaixo, quando eu vou deixar implícito os hidrogênios e os carbonos. Agora, você deve ter notado, se você não notou, eu te encorajo pausar este vídeo, para que você pense na diferença entre esses triglicerídeos que eu tenho aqui, e é bem fácil. A diferença desse meu primeiro triglicerídeo é que ele não tem ligações duplas, perceba que quando comparado a esses meus outros seis, ele não tem ligações duplas. Esse aqui da direita, vou ter uma ligação dupla. Esse aqui debaixo, eu tenho várias ligações duplas, e esse daqui, da minha direita, minha última representação, também vai ter várias ligações duplas. Mas esses dois aqui são diferentes, e nós vamos pensar na maneira de como que eles são diferentes. De cara, você consegue perceber que esse daqui vai ter algumas curvas, enquanto que esse outro aqui vai ser um pouco mais reto. Na realidade, essa já é a diferença principal, e nós já vamos conversar sobre isso. Bom, vamos falar primeiro desse cara aqui de cima. Quando você tem todas as ligações simples, uma maneira de pensar sobre isso é que você colocou a maior quantidade de hidrogênios que você poderia nessa cadeia carbônica. Ou uma outra maneira de pensar nisso é que nós saturamos essa gordura com hidrogênios, e é por isso que nós chamamos esse carinha aqui de "gordura saturada". Então, vou marcar aqui: gordura saturada. Saturada. Você já deve ter ouvido falar desse termo em coisas como manteiga ou qualquer outra gordura que nós associamos com ser sólida em temperatura ambiente. E a razão do por que essas gorduras serem sólidas em temperatura ambiente é porque esses carbonos são ligados ao hidrogênio, e elas são relativamente densas, o que permite que elas sejam sólidas ou geralmente sólidas em temperatura ambiente. Essas gorduras saturadas geralmente são associadas a gorduras ruins, mas você pode ver que elas não são as piores gorduras, existem piores. Um exemplo disso são essas gorduras que eu vou falar daqui a pouco para vocês, que eu tenho aqui nesse canto inferior direito. Voltando aqui para as gorduras saturadas, uma maneira de você pensar sobre isso é que você saturou com maior quantidade de hidrogênios possível essa cadeia carbônica. E agora, vamos ver essa aqui da direita, nós temos aqui uma ligação dupla. Eu vou circular essa ligação. Então, aqui nós temos um carbono, e aqui temos um outro carbono. Por causa dessa ligação dupla, esses carbonos que eu marquei aqui, eles já vão ter três ligações covalentes. Então, eles só vão estar ligados a um hidrogênio. Então, vou marcar aqui, esse está ligado com hidrogênio, esse aqui vai estar ligado com o outro hidrogênio. E ao contrário do que nós vimos no exemplo anterior, é por causa disso que essa cadeia não vai ter o maior número possível de hidrogênios. Então, nós consideramos isso como uma gordura insaturada. Então, vou marcar aqui: uma gordura insaturada. Nós não vamos ser a maior quantidade de hidrogênios possível, e, por causa disso, as gorduras insaturadas, especialmente as gorduras poliinsaturadas que eu tenho aqui embaixo, por exemplo, elas vão tender a formar essas torções, essas dobras na estrutura, e isso vai fazer com que elas sejam líquidas, ou geralmente líquidas em temperatura ambiente. Agora, vamos falar aqui dessa situação. Aqui, eu tenho várias ligações duplas, então vou circular aqui as minhas ligações duplas. Tenho muitas aqui neste exemplo. Nós vamos chamar este caso aqui de "gorduras poliinsaturadas". Então eu tenho aqui gorduras poliinsaturadas. Lembre-se que essas duas gorduras são insaturadas, mas como essa aqui de baixo vai ter várias ligações duplas, eu vou chamar de gordura poliinsaturada. E aqui em cima, como eu só tenho uma ligação dupla, eu posso chamar ou de gordura insaturada, ou de gordura monoinsaturada. Então, vou marcar aqui entre parênteses: "mono". Uma pergunta que você deve estar se fazendo é: "Por que que essas torções se formam aqui nas gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas, e não estão se formando, por exemplo, nessa daqui, se ela também vai ter várias ligações duplas?" Bom, primeiro nós temos que lembrar dos nossos amigos cis e trans. Se você tem uma ligação dupla entre carbonos, então, vou marcar aqui e fazer aqui o carbono com uma ligação dupla e vamos dizer que isso vai estar ligado a algum tipo de cadeia carbônica. Então, vou fazer aqui em uma outra cor. Eu vou marcar aqui uma cadeia carbônica "R". E eu também vou marcar aqui o hidrogênio, vou fazer ele em branco. Então, eu tenho aqui um hidrogênio. Nesse lado aqui, eu posso ter uma das minhas duas configurações, o resto da cadeia carbônica poderia estar do mesmo lado que a cadeia carbônica aqui da esquerda, então vou fazer isso, vou marcar em laranja, vou fazer aqui, que ela está do mesmo lado, e eu vou fazer o hidrogênio. Então aqui eu marquei R' e aqui eu vou marcar um hidrogênio. Essa é uma das minhas configurações. Uma outra configuração seria... Também eu ia ter aqui um carbono ligado a outro carbono com uma ligação dupla, e eu teria também aqui a minha cadeia carbônica, então, aqui eu teria "R", e eu tenho aqui o hidrogênio, que eu vou fazer em branco, e aqui do outro lado eu teria invertido, então, eu teria aqui, se aqui eu tenho um hidrogênio embaixo, aqui eu teria um hidrogênio em cima, e aqui, eu teria (vamos marcar em rosa) meu R', o restante da minha cadeia carbônica. Então, eu teria aqui, em lados opostos. Nós já conversamos sobre isso, as ligações duplas são ligações rígidas, você não consegue rotacionar em volta. Então, aqui eu tenho caso de dois isômeros diferentes, dependendo se essa cadeia "R" está desse lado e desse lado, por exemplo, aqui elas estão do mesmo lado, ou se aqui elas estão em lados opostos. Então, isso que vai determinar qual que vai ser a minha configuração. Aqui em cima, eu vou ter a configuração cis, porque a gente tem aqui as cadeias carbônicas de lados iguais. Então, vou marcar aqui, vou fazer em azul. Cis. E aqui embaixo, como eu tenho as minhas cadeias carbônicas em lados opostos, eu tenho a configuração trans, vou marcar aqui: trans. A configuração cis é aquela que mais produz gorduras insaturadas, e como elas estão na configuração cis, em qualquer lugar que você tem essas ligações duplas que eu tenho aqui, você vai ter essas dobras. Mas, o que vai acontecer neste exemplo que eu tenho aqui? Bom, aqui, neste exemplo, eu tenho a configuração onde o resto da minha cadeia carbônica vai estar do lado oposto da minha ligação dupla. Note essa cadeia carbônica aqui, vai ser um pouco mais difícil de observar, mas note essa cadeia carbônica aqui. Ela vai estar abaixo da minha ligação dupla, enquanto que essa cadeia carbônica aqui do lado, que eu vou fazer em azul, ela vai estar acima da minha cadeia carbônica. E é por causa disso que eu não vou formar uma dobra, então essa vai ser a minha configuração trans. Então, esse tipo de gordura aqui, eu vou chamar de "gordura trans". Vou marcar aqui: gordura trans. As gorduras trans geralmente não são encontradas na natureza. Agora o que é interessante sobre essas gorduras é que muita gente disse que, por exemplo: "Ok! As gorduras saturadas talvez sejam ruins para nós. Talvez, nós devêssemos comer menos margarina", por exemplo. E eles também falam: "E se nós começarmos com gorduras insaturadas, que nós já vimos que são gorduras mais saudáveis, e se a gente pegar um pouquinho de hidrogênio, mas não o suficiente para saturar, para que essas gorduras fiquem sólidas em temperatura ambiente?". Você pode, sim, fazer isso, você vai ter gorduras trans. Você pode saturar mais com hidrogênios, mas esse processo ele também transforma algumas das duplas ligações cis em ligações duplas trans. Algumas pessoas devem pensar: "Isso deve ser bom, porque ainda vai ser insaturado". Você vai ver que esse produto é sólido, ele até vai ser mais barato, e você pode produzir ele a partir de outros olhos, mas acontece que isso não é saudável, existem vários debates na nutrição. Isso não existe na natureza, é por isso que vários países e vários estados já baniram as gorduras trans. E muitas pessoas dizem que isso é um veneno para o corpo em certas maneiras. Ok, isso parece meio macabro, mas meu recado é: não comam gorduras trans!