If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:8:23

Transcrição de vídeo

oh alô alô moçada tudo bem com vocês na aula de hoje nós aprenderemos sobre o mecanismo de ação hormonal depois de percorrer os vasos sanguíneos de nossos corpos o hormônio eventualmente encontra um receptor no qual foi criado especificamente para ele pelas células alvo no qual esse hormônio foi enviado para estimular EA maneira começou hormônio interage com receptor acontece de duas maneiras muito características e hoje nós Oramos Como isso acontece o primeiro mecanismo de ação hormonal é denominado mensageiros secundários aqui eu estou desenhando para vocês um a célula e o seu receptor agora um hormônio ligado nesse receptor quando ocorre essa ligação entre receptor e hormônio ocorre o estímulo de uma reação em cadeia fazendo o quê mensageiros secundários ou seja outras moléculas estimulantes sejam produzidas dentro da célula e liberados para fora vamos desenhar isso também para ficar mais fácil de visualizar não se esqueça que tudo isso que eu estou desenhando de maneira ampliada na verdade é bem pequenininha dentro do e vamos entender o esquema isso é um receptor aqui é a bicamada fosfolipídica da membrana celular lembre-se ao lado interno da membrana celular externa sendo o interno localizado dentro da célula e o externo que Comunica a célula com o exterior e também na membrana celular temos a proteína G ela é chamada de proteína G porque ela se liga moléculas que incluem não que eu te joanina aqui uma vez uma menina das bases de DNA mas aqui ela tá ligado a uma molécula chamada de fosfato de guanina temos também essa enzima aqui adenilato ciclase que está na membrana celular Você se lembra que as enzimas aceleram as reações químicas só então vamos ver como adenilato ciclase acelera essa reação o que inicia esse processo é o hormônio que vai se ligar o receptor então vai ficar assim e uma vez que o hormônio se liga o receptor vai mudar de forma desse jeito aqui isso vai permitir que ele interaja com a proteína g e o que você viu acontecer Porque conforme proteínas de interagir com o receptor em um complexo hormonal é aquele GT ou seja de fosfatos de guanina para um gtp que significa trifosfato de guanina então basicamente ocorreu aqui a troca de uma menina ligada dois fosfatos por uma ligação de guanina 13 fosfatos isso permite que a proteína G possa se mover através da membrana celular e interagir poderia lato ciclase e isso ativa adenilato ciclas uma vez se admirar desse classe se encontra ativa ela facilita a conversão de ATP a moeda energética da célula EA MP cíclico que significa adenosina monofosfato cíclico ou abreviado em a MBC então adenilato ciclase ativa converteu o ATP em a MPC mais 2 PP II ou seja dois fosfatos e isso ativa proteína dentro da célula e esse é o objetivo ativar essa proteína dentro das células para Que ela possa realizar a sua função desde o envio do hormônio que aconteceu no início deste processo por meio das relações que temos aqui esse processo pode em várias e várias vezes através da ativação de muitas enzimas já dei em lata se quase ao mesmo tempo e não apenas uma resultando na produção de muitos a MPC o que chamamos de amplificação de sinal por tanto um hormônio ao se ligar ao seu receptor pode desencadear uma reação em cadeia produzindo muito NPC isso pode significar que menos hormônio necessário para gerar o efeito desejado por fim mensageiros secundários são o meio pelo qual os hormônios atuam nas células tudo bem mãe só para sua curiosidade sabe-se que ia ser feita acontece de forma diferente para cada tipo de celular e assim isso ainda não sabe todos os mecanismos dos hormônios mensageiros secundários e de fato estima-se que existem muitos mensageiros secundários além do inpc Kiko vamos entrar contextualizar isso que vimos o hormônio se liga ao receptor na célula e ativo uma série de reações que respondem dentro da célula isso é como se fosse um serviço de telefonia celular Imagine que esse bonequinho aqui quer conversar com esse outro aqui mas eles não podem o chibo se comunicarem diretamente por meio de uma ligação telefônica Então esse primeiro bonequinho aqui envie uma mensagem de texto o seu amigo transmitindo a mensagem isso é muito semelhante aos mensageiros secundários exemplos de necessitam de mensageiros secundários são os hormônios peptídicos e catecolaminas que não podem cruzar a membrana celular Logo eles usam mensageiros secundários para comunicar com o interior da célula vamos entender agora o outro mecanismo de ação hormonal chamado de mensageiro primário certos hormônios como os esteroides e hormônios da tireoide podem atravessar a membrana celular logo esses hormônios eliminam todo aquele sistemas de comunicação por intermédio de mensageiros secundários que vimos antes vejamos esse hormônio aqui atravessa a membrana celular e se liga a um receptor que é localizada no citosol ou no núcleo então podemos imaginar ou não criou aqui e o DNA dentro dele hormônio se liga o rei e ele pode acrescentar o processo de transcrição quando no núcleo ou a tradução quando no citoplasma por meio da proteína que está sendo ativada por esse hormônio é importante frisar que esses hormônios que são capazes de atravessar a membrana plasmática tem em sua constituição lipídios Então por conta de afinidades químicas eles são capazes de atravessar a barreira da membrana plasmática que é em sua essência lipídica bom era isso que tínhamos para aprender hoje Bons estudos e até a próxima aula
O conteúdo de Biologia foi criado com o apoio da Fundação Amgen