Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:12:12

Transcrição de vídeo

olá pessoal no vídeo anterior a gente estava falando da interface né que é o que toma a maior parte da vida de uma célula nessa fase ela cresce é uma fase de crescimento duplica seu dna depois volta a crescer novamente e agora a gente vai falar do processo de divisão celular agora a gente vai falar da mtor 11 e para ser preciso esse é um processo onde esse núcleo é se transformar em dois núcleos com o mesmo conteúdo genético que a gente tinha originalmente e no finalzinho da mitose a gente vai ver que existe um processo chamado citocina sesi que vai dividir aqui a nossa célula em duas separando os dois núcleos deixando pra gente duas células como resultado então vamos lá vamos ver com que isso acontece fiquei vou deixar o finalzinho da etapa daqui pra gente utilizar que eu vou ter um pouquinho mais pra cima porque nossas ela está bem gordinho em quitamos partir desse ponto nós temos essa célula bem grandona em crescidinha e nós temos dois centros somos o material genético está duplicado até tem os dois cromossomos aqui com dois cromáticas irmãs cada um portanto estamos prontos para começar a mitose ea primeira fase vamos começar desenhando aqui vou desenhar células um pouquinho menor porque a gente não tem lá muito espaço que nessa primeira fase nós temos aqui a nossa célula e o que vai acontecer com os nossos cromossomos e os nossos cromossomos aqui estão todos os padrinhos né eles começam a sair desse estado de cromatina e vão se condensam ano ficando bem parecido com o que a gente vê naqueles nossos livros de biologia e tanto nosso cromossomo que como a gente viu aqui ó é feito de duas cromáticas irmãs ele começa a ficar todo enroladinho neto condensado assumindo aquela nossa forma clássica é claro que dificilmente ele vai se cor-de-rosa isso fica aqui para ficar mais fácil a gente reconhecer olha que bonitinho que ele fique o agora dá até pra vê-lo no microscópio sem problema nenhum colocando aqui laranjal centrômero né que deixa essas cromáticas irmãs bem amarradinho mas agora vamos desenhar promoçãozinha azul né aqui é uma cromática de irmã e ela outra cromática de irmã aqui o centrômero unindo as duas né lembrando que apesar de termos duas cromáticas irmãs a gente considera isso um cromossomo só por tanto é assim que a gente entra na mitológica esses cromossomos começam se condensar e também a nossa membrana nuclear começa a se dissolver olha só ela está se dissolvendo aqui já nossos amigos centro somos aqui eles começam a migrar para pólos opostos da nossa célula migrando para pólos completamente opostos na célula e veja que isso tudo é fantástico né é incrível que isso aconteça afinal vamos lembrar essas células não tem cérebro são todos os processos químicos que acontecem aqui e tudo sem um como dante assim por dizer é incrível como as células sabe que está na hora de duplicar o que ela tem que fazer né às vezes a gente considera isso como coisa simples mas é um processo inteiramente complexo não é verdade e tudo que a gente vai falar aqui tudo muito bem compreendido o processo é bem compreendido pelos nossos pesquisadores e cientistas mas ainda estamos por entender alguns porquês nem do como ela sabe que está na hora de fazer essa duplicação e tudo mais né como que tudo isso acontece sem um cérebro para gerenciar tudo não é realmente fascinante então continuamos aqui nosso fascinante processo de duplicação celular voltando então aqui né essa primeira fase onde a membrana nuclear começa a se dissipar os centros somos começam a gravar pólos opostos e os cromossomos começam assim e rolar assim ficar nesse estado mais condensado esta fase é chamada de pro fase vamos agora para a próxima fase desenhada que nossa membrana celular novamente nessa próxima fase aqui a membrana nuclear já se dissipou completo e os cromossomos começam a se alinhar aqui bem no meio da célula vamos lá que temos aqui um azul sua primeira cromática irmã a outra irmã que o centro as duas não vamos confundir ser trono concentrou somam agora o nosso cromossomo rosinha que a primeira irmã a outra irmã o centro também com as duas as duas e agora desenhar o centro somos né cada um pólo oposto da nossa célula e pra gente lembrar bonitinho vou deixar que bem especificado e são os esse ponto onde estão conectadas é o chamado sem você já deve ter ouvido falar da palavra centro na verdade é uma estrutura na verdade duas estruturas meio que se líricas que estão aqui dentro do centro somos tem dois centros que ajudam no processo estou colocando aqui todas as palavrinhas que são centro alguma coisa né aqui são centro dois deles por cento e agora pessoal que ajuda a afastar e trazer as coisas para o seu devido lugar por exemplo essas cordinha selecção de microtúbulos ou até cílios flagelo e eles olha eles se afastam empurram um ao outro para os pólos diferente e é que eles se ligam aqui nesse pontinho para puxar as cromáticas irmãs para o seu próprio lado portanto o papel desses caras aqui é afastar um do outro nem afastar um centrosul do outro e depois como a gente vai ver na próxima parte ajudar a puxar as cromáticas irmãs para cada um dos pólos né para originar duas células estão revisando o que aconteceu aqui né nosso a membrana nuclear se foi por completo os cromossomos se alinharam aqui no meio é o centro somos estão em pólos opostos e essa fase é chamada de características da metáfora próxima fase aqui deve acontecer porque eu já comecei a estragar a surpresa pra você na verdade que é justamente esses flanelinhas esses microtúbulos esses cílios começam a puxar as co-irmãs desenhar os microtúbulos todo fazendo seu papel afastando-os entrou somos portanto aqui a nossa chromatic azul tá sendo bem puxadinha por esse flagelo linho lã aqui é a mesma coisa vai acontecer com essa pink com essa rosinha puxada portanto uma sendo puxada pelo radinho ea outra puxada para esse lado só para quem estiver preocupado com o vocabulário é das coisas envolvidas aqui vamos colocar mais um nome vamos nomear esse ponto onde esse flagelo está segurando entre aspas que era uma cromática irmã é porque quando estavam juntos e chamava de cromatina de irmã e agora a gente já pode chama cada uma dessas partes de cromossomo um cromossomo independente então veja aqui com os chromatics de juntas é um cromossomo agora que elas estão separadas cada uma delas vai dar origem a um então eu tenho dois cromossomos e aqui tem 1 234 cromossomos ok bom esse pontinho é por nós chamado de cinetócoros cinetócoros é o nome dele então novamente alguns mecanismos aqui dessa parte não necessariamente são compreendidos pelos nossos cientistas ainda estão especializa né algo muito bonito que acontece aqui portanto essa fase onde as cromáticas irmã são separadas e os cromossomos são puxados pra ficar dos lados opostos da célula é uma fase chamada anã na fazer isso vai nos levar a última fase formal da mitose que é chamada de tê-lo fase você repare antes de falar que um pouco da trofa que a célula começa uma espécie de invadir nação começa uma espécie de bifurcação zine aqui é bom aqui na trofa se isso aqui fica muito mais evidente a desenhar bonitinho pra vocês só fica bem mais evidente que o contrário do que aconteceu na prova está aqui o outro e como eu disse ao contrário do que acontecia na prova se o cromossomo começava a se condensar aqui começa a ver que se desenrolará olha aqui o nosso vizinho eu vou colocar aqui já dos dois lados aqui já se desenrolando também o som rosinha esse aqui a membrana nuclear começava a se desfazer aqui a membrana nuclear começa a se formar olha só membrane nuclear se formando novamente portanto no final das contas a gente vai ter as nossas membranas nucleares todas prontinhos acabadas vamos somos já vão estar de volta no seu estado de cromatina todo num emaranhado aqui né e como a gente tinha anteriormente e começa a situar-se nese é onde começa a separar essa célula para virarmos duas células filhas algumas pessoas vão falar que as torcidas se e começou aqui na na fase terminou depois da trofa se nós vamos considerar que é um processo que acontece em paralelo com essas fases aqui ok então aqui é nossa cito sinesis e pronto pessoal nós temos aqui duas células guias né e agora depois que tudo aconteceu as citocinas aconteceu temos duas células minhas filhas esta célula volta aqui pra inter fazer né ela volta pra esse ponto da vida celular e ela vai passar pela fase g1 vai crescer vai passar pela fase é se vai replicar seu material genético vai crescer mais um pouquinho no g2 e voltar novamente para sua fase de mitose e agora teremos depois no final das contas quatro células é porque cada uma delas vai passar por vitórias ok pessoal espero que vocês tenham gostado e até o próximo vídeo