Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:6:19

Transcrição de vídeo

a atp adenosina trifosfato ou o armazenamento de energia dos sistemas biológicos nesse vídeo eu quero explicar melhor porque essa molécula é chamada assim adenosina trifosfato pode parecer meio complicado esse tema se olharmos isso aqui ou a sua estrutura molecular mas se dividirmos ela em sistemas menores ela vai aparecer mais fácil de entender e poderemos compreender o porquê de ela ser o armazenador de energia dos sistemas biológicos meu e seu inclusive primeiro vamos dividir o grupo adenosina de todo o restante da molécula então temos aqui adenosina que é composto pela rebozo adenina e aqui fora temos os três grupos fosfato deixa eu destacá los pra você então aqui nós temos um grupo fosfato o segundo grupo fosfato e o terceiro grupo fosfato agora vamos deixar isso aqui um pouco mais claro vamos pegar esse grupo adenosina e representá lo por a de que ele está ligado a três grupos fosfatos nos grupos fosfatos são representados por sp dentro do circo ea ligação é o tazio eu também posso representar a ligação nesse caso uma ligação de alta energia por esse tio aqui esse tio significa ligação de alta energia mas aqui nós vamos usar o traço então adenosina está ligada a 3 fosfatos então nós temos aqui atp adenosina tri fosfato atp agora o que significa dizer que essas ligações aqui essas aqui são ligações de alta energia significa que os elétrons nessas ligações possuem alta configuração de energia e se de alguma forma essa ligação foi quebrada os elétrons assumiram estado de energia mais estável liberando energia vamos fazer um paralelo com a situação aqui pra ficar mais clara imagine que você vai saltar de um avião você tá cheio de energia energia potencial para o salto e então ao saltar você pode liberar energia a energia que é liberada do atrito do seu corpo com ar ou aquela necessária para você chegar no chão mas você vai estar liberando energia agora se você tiver sentada num sofá você vai estar muito mais confortável e pode chegar um estado de menos energia como tirar aquela só aqui no sofá por exemplo a mesma coisa a gente pode pensar para essas ligações o que se essas ligações os grupos fosfato forem quebradas elas podem liberar energia e atingir um estado de menos energia do que aquela de quando estavam ligados a uma possibilidade disso acontecer é colocando o atp da presença da água vai acontecer a hidrólise dessa molécula a quebra na presença de água e nós teremos então o grupo adenosina ligado agora a não mais três mas sim dois grupos fosfato nós vamos ter aqui adp adenosina trifosfato de mas aqui nós teremos também então o fosfato que foi liberado na quebra ligado ao grupo paga e rio de hidrogênio mas o mais importante aqui é pensar que a energia desses elétrons dessa ligação atingiram agora um nível mais baixo então eles liberaram energia então aqui nós vamos ter também a energia liberada energia liberada na hidrólise desse grupo fosfato então desse lado aqui da equação nós vamos ter a energia liberada energia liberada e do outro lado nós vamos ter a energia armazenada a energia armazenada ao estudar bioquímica você verá muitas vezes a energia sendo utilizada para unir e se ão fosfato a adp e assim transformar em atp é o caso da fotossíntese por exemplo onde a energia luminosa ela é usada para ligar o fosfato a adp e assim armazenar energia você também verá que os sistemas biológicos para usarem essa energia armazenada eles precisaram quebrar o atp e eles fazem isso essencialmente pelo processo de hidrólise essa energia pode ser usada para gerar calor para dar prosseguimento a outras reações químicas pra mudar a conformação de uma proteína enfim para realizar todas as atividades de um sistema que necessitam de energia