Carregando

Transcrição de vídeo

Poderíamos promover um debate sobre qual é a célula mais interessante do corpo humano. Mas eu acho que, facilmente, o neurônio atingiria o Top 5. E isso não apenas porque a própria célula neuronal é interessante. Temos o fato dele constituir o cérebro e o sistema nervoso e ser o responsável por pensamentos e sentimentos, além de todos os nossos sentidos. Eu acho que ele facilmente atingiria o Top 1 ou 2 das células. O que eu quero fazer é mostrar com o quê um neurônio parece. E, claro, isso é um exemplo perfeito. Não é assim a aparência de todos os neurônios. Em seguida, vamos falar um pouco sobre como ele executa sua função que é de comunicação, a transmissão de sinais por toda a sua extensão dependendo dos sinais que recebe. Eu vou desenhar um neurônio. Deixa eu pegar uma cor melhor aqui. Vamos dizer, então, que tenho um neurônio. Ele parece... Algo assim. No meio, você tem a Soma, ou Corpo Celular. E isso é um núcleo, como o núcleo de qualquer célula. Em seguida à Soma, ou o corpo do neurônio. O neurônio tem essas pequenas coisas projetadas a partir dele, que continuam se ramificando. Talvez se pareça com algo assim. Eu não quero gastar muito tempo desenhando o neurônio mas você provavelmente já viu desenhos como esse antes. E essas ramificações fora da Soma do neurônio, fora de seu corpo, são chamadas Dendritos. Dendritos. Podem continuar a separação assim. Quero fazer um desenho razoavelmente correto e eu vou gastar um pouco de tempo fazendo isso. Então essas coisas aqui são os dendritos. Eles tendem a receber estímulos nervosos. Mas nada é para sempre, no caso da Biologia. Às vezes, diferentes partes de diferentes células executam outras funções. Mas os dendritos são por onde o neurônio recebe o seu sinal. E vamos falar mais sobre o que isso significa, receber e transmitir um sinal. Falaremos disso nesse vídeo e, provavelmente, nos próximos. Aqui é onde ele recebe o sinal. Então, esse é o Dendrito. Isso aqui é o Soma. "Soma" significa "corpo". Este é o corpo do neurônio. Aqui temos uma estrutura que você pode quase vê-la como uma cauda do neurônio. É o chamado Axônio. Axônio Um neurônio pode ser uma célula de tamanho normal, embora tenha um enorme alcance, pois os axônios podem ser muito longos. Podem também ser curtos. Às vezes, no cérebro, você pode ter axônios muito pequenos, mas podem ter axônios que descem para a coluna vertebral ou que vão ao longo de um dos seus membros. Imagine se falássemos sobre um dos membros de um dinossauro. Então, o axônio pode se esticar por vários metros Nem todos eles têm vários metros, mas poderiam ter. E isso realmente é uma grande distância que o sinal percorreu. Então vou desenhar o axônio. O axônio se parece com algo assim. Esse neurônio termina no Terminal Axônico. Onde ele pode, nos botões terminais, conectar-se a outros dendritos ou talvez a outros tipos de tecido como o músculo, se sua característica for de dizer ao músculo para fazer alguma coisa. então no final do axônio você tem os terminais axônicos. aqui é o melhor que eu posso desenhar, hein?! Vamos aos nomes: este é o axônio, estes são os terminais axônicos, e as vezes você ouvirá a palavra: colina. é o ponto onde o soma ou corpo do neurônio conecta-se ao axônio e é muitas vezes é referido como colina do neurônio e você pode visualizá-lo como uma massa disforme ele começa a formar o Axônio. Em seguida vamos falar sobre como os impulsos se propagam. Em grande parte, o que permite os impulsos se propagarem eficientemente, são estás células isolantes em torno do Axônio. Vamos falar sobre isso em detalhes, e como essa células realmente trabalham. Mas é bom apenas ver as estruturas anatômicas primeiro, estas são chamadas de células de Schwann. Células de Schwann, as que estão cobrindo os Axônios elas constituem a bainha de Mielina, então essa cobertura, esse isolamento existe em intervalos diferentes ao redor do Axônio ela é chamada de bainha de Mielina As células de Schuwann, constituem a bainha de Mielina. Mielina, Em seguida esses pequenos espaços entre a bainha de Mielina, são os... só para sabermos toda a terminologia anatômica do neurônio, são chamados de nódulos de Ranvier nódulos de Ranvier Eu acho que eles foram chamados assim depois do Ranvier. talvez ele fosse o cara que olhou e viu que haviam essas pequenas fendas aqui onde não há bainha de Mielina A ideia geral, como eu já disse, é que você recebe um sinal aqui, vamos falar mais sobre o que o sinal significa, e após receber esse sinal, na verdade os sinais podem ser somados e assim você pode ter um pequeno sinal aqui, outro sinal aqui e então, talvez você irá ter um sinal maior lá e e lá e os efeitos combinados desses sinais, ficam resumidos, e eles se propagam para a colina, se eles estão longos o bastante vão desencadear um potencial de ação no Axônio, que irá causar a propagação do sinal até o equilíbrio do Axônio, e então aqui ele pode ser conectado por meio de sinapses, para outros dendritos ou músculos. E vamos falar mais sobre sinapses e aquelas que ajudam a desencadear outras coisas, você vai dizer "o que está desencadeando essas coisas aqui?", bom isso poderia ser o terminal final de outros Axônios dos neurônios como no cérebro, poderia ser algum tipo de neurônio sensorial, poderia ser uma papila gustativa e uma molécula de sal ou de açúcar que poderia aciona-la, ou pode ser algum tipo de sensor, poderia ser um monte de coisas diferentes. E iremos falar mais sobre os diferentes tipos de neurônios. Ta legal? Fui.