Conheça Chris Northard, cientista de alimentos e grande atleta do frisbee!

Olá, Eu sou Chris Northard!

Que tipo de trabalho você faz?

Eu trabalho como um pesquisador de alimentos no departamento de pesquisa e desenvolvimento da Saputo Dairy Foods. Meu trabalho se concentra no desenvolvimento de produtos lácteos, tais como queijo cottage, creme de leite e mistura para sorvete.
Foto do Chris sorrindo.
Muitos dos laticínios que você come têm um conceito inicial simples, de um milk shake de sua sorveteria favorita ao queijo cottage de seu mercado local, e é meu trabalho transformar o conceito em uma fórmula, usar essa fórmula na fase de testes e, finalmente, supervisionar a produção em grande escala do produto.
O mundo dos alimentos está mudando constantemente à medida que os consumidores demandam por produtos mais saudáveis, rótulos mais simples e sabores naturais. Com o desenvolvimento de novas tendências, é responsabilidade do pesquisador de alimentos estar ciente destas tendências e continuamente fornecer alimentos que atendam às exigências do consumidor.

Como você se interessou pela Biologia e o que você estudou?

Eu sempre fui fascinado pela ciência. Na faculdade, eu basicamente dividi meu tempo em três disciplinas: biologia, química e anatomia/fisiologia. O que eu gostei em biologia foi que a disciplina é tão diversa que eu poderia desde estudar microbiologia e olhar para um organismo a nível celular até iniciar um estudo sobre uma população inteira de organismos em ecologia. O que me deixou interessado em biologia foi que eu poderia entender como algo muito pequeno pode afetar algo muito maior.
Os alimentos funcionam de uma maneira muito semelhante. Compreender o que acontece em um nível microscópico pode te ajudar a entender como o produto final irá funcionar e que gosto terá, tal como as proteínas contribuem na textura e consistência do creme de leite. Enquanto os pesquisadores de alimentos normalmente têm uma base de conhecimento em química, o legal da biologia é que ela é aplicável a muitas carreiras diferentes, e um conhecimento básico forte em biologia pode te levar a muitos campos de estudo diferentes.

O que você gosta de fazer no seu tempo livre?

Na faculdade eu joguei ultimate frisbee, e continuo a jogar hoje em algumas ligas, assim como eu treino uma equipe da escola secundária local. Eu adoro assistir esportes e torcer para meu time de basquete favorito, o Minnesota Timberwolves, e para meu time de futebol favorito, o Liverpool FC.
Chris jogando ultimate frisbee.
Chris jogando ultimate frisbee.
Eu também tento me manter ocupado indo a tantos shows e ouvir tantas músicas novas quanto possível. Atualmente, eu não consigo parar de ouvir o novo álbum de The Last Shadow Puppets. Também gosto de tocar guitarra, bem como alguns outros instrumentos. Alguns outros hobbies meus incluem cochilar, comer pizza, correr descalço pela grama e ganhar do meu amigo Brian Theisen no basquete.

Qual é o seu conselho para pessoas interessadas em biologia?

Aproveite todas as oportunidades que tiver para experimentar coisas novas. Antes de descobrir o meu interesse na ciência de alimentos, eu experimentei uma grande variedade de empregos e estágios, inclusive fiz um estágio como cuidador de animais no zoológico.
Chris com um pinguim, enquanto trabalhava no zoológico.
Não tenha medo de se inscrever em uma aula ou um estágio por estar preocupado que talvez você possa não gostar daquilo. Da mesma forma que acontece em pesquisa e desenvolvimento, encontrar a carreira certa requer tentativa e erro. Como uma sábia colega de trabalho uma vez descreveu a pesquisa e desenvolvimento: "você tem que beijar alguns sapos até encontrar um príncipe".