Conheça Stephanie Spence, escritor sobre conservação e produz um podcast de ficção científica!

Oi, Eu sou Stephanie Spence!

Que tipo de trabalho você faz?

Eu sou a Coordenadora de Comunicação e Desenvolvimento do Illinois Chapter do Sierra Club. Nosso foco é a conservação de lugares selvagens em Illinois, além de promover energia limpa, manutenção de ar e água limpos e proteger comunidades da poluição.
Minha função é espalhar a mensagem de proteção ambiental para os políticos, moradores locais e nossos membros. Eu desenvolvi panfletos sobre questões como as espécies invasivas, blog sobre o lince-pardo e gerencio nossos sites e mídias sociais. As grandes questões que meu trabalho levanta são as de como conseguir que as pessoas fiquem emocionalmente engajadas sobre temas científicos, como a purificação da água? Como você faz a mudança climática local e compreensível? Como você transmite a importância de um animal ou uma planta em extinção?
O logo de um búfalo segurando um cartaz que diz "Não Illiana: protega a pradaria de Midewin."
O logo que eu projetei para o projeto de "No Illiana", que lutava contra uma estrada com pedágio cara que iria cortar uma pradaria intocada.

Como você se interessou pela Biologia e o que você estudou?

Eu era uma grande nerd do Animal Planet quando estava crescendo. Eu era mais animada sobre as dioneias e o quinto dedo das patas de animais do que a maioria das meninas de dez anos. Na faculdade eu dupliquei minha fascinação por animais (e aqueles animais estranhos que chamamos seres humanos) ao realizar uma especialização em estudos ambientais com duas especializações em redação e saúde pública. Meus estudos realmente articulam com o trabalho que eu faço agora; eu sinto que tenho uma sorte extraordinária. Mas não conte para minha mãe — planejei isso tudo!
Stephanie segurando um crustáceo minúsculo com um lago ao fundo.
Stephanie na frente de um penhasco muito alto em uma praia.
Eu em Starved Rock State Park, em Illinois.

O que você gosta de fazer no seu tempo livre?

Eu gosto de tricotar, cozinhar, fazer cerâmica, assar pequenos pães assimétricos, tagarelar sobre minhas plantas de casa e desenhar. Eu também escrevo — meu primeiro livro com Scholastic está sendo publicado nesta primavera. Também sou uma escritora para o podcast Our Fair City, que é uma ficção científica de pós-apocalíptica com comédia/drama.
Escritores e narrador de Our Fair City.

Qual é o seu conselho para pessoas interessadas em biologia?

Encontre uma forma divertida de se envolver com a biologia — seja tirando fotos de insetos diferentes ou desenhando quadrinhos sobre tubarões, há muitas formas de se divertir aprendendo sobre a natureza.