Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Separando as etapas da fotossíntese

A fotossíntese, um processo crucial para a vida, envolve duas etapas principais: as reações fotodependentes e o ciclo de Calvin. As reações fotodependentes usam energia da luz e água para produzir ATP, NADPH e oxigênio. Em seguida, o ciclo de Calvin usa ATP, NADPH e dióxido de carbono para criar açúcar. Esse processo transforma a energia da luz em uma forma de energia utilizável, sustentando a vida na Terra. Versão original criada por Sal Khan.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA - Vamos ter outra visão geral da fotossíntese. E, desta vez, eu vou dividi-la em duas grandes etapas. Então, como você provavelmente já está familiarizado... Só de olhar para a palavra "fotossíntese" podemos ver que ela é formada por dois radicais. O primeiro, "foto", faz referência à luz que será usada de alguma forma. E o que ela vai fazer com essa luz? Bem, ela vai usar essa luz para sintetizar alguma coisa, justificando o segundo radical. E, como veremos, o que ela vai sintetizar é em particular o açúcar. Então, a energia luminosa será convertida em açúcar. Obviamente, esta é uma visão em termos muito superficiais. Há outros componentes nesse lado da reação, que estão representados aqui: a água, em branco, e o gás carbônico, em azul. A água, como veremos em vídeos futuros, será uma fonte de elétrons. O dióxido de carbono, por sua vez, atuará como fonte de carbono, uma vez que será incorporado em moléculas orgânicas formando glicídios. Ainda, outro produto dessa reação, além do açúcar sintetizado, é o oxigênio em sua forma gasosa. Uma vez que se remove um par de elétrons da água e os íons hidrogênio são utilizados em outros mecanismos da fotossíntese, resta o oxigênio. E, a cada duas águas desestabilizadas, temos dois oxigênios que, então, reagem entre si gerando o O2, isto é, o oxigênio em sua forma molecular gasosa. Você pode imaginar que isso é extremamente importante para a vida na Terra como a conhecemos, especialmente para nós, organismos heterótrofos. Se o oxigênio gasoso não se formasse na fotossíntese, nós não teríamos o comburente utilizado em nossa respiração. Agora, o que eu vou fazer é dividir essa reação em duas etapas. A primeira etapa podemos chamar de "reações dependentes de luz", enquanto a segunda consiste no chamado "ciclo de Calvin". Como o primeiro nome indica, há várias reações que dependem de luz para que ocorram. Assumamos a luz como detentora de energia que, na presença de água, por sua vez fornecedora de elétrons, podem juntas produzir ATP, a partir da fosforilação do ADP, e NADPH, a partir da redução do NADP+, além do oxigênio em sua forma gasosa, como já vimos anteriormente. Tanto o ATP, quanto o NADPH são moléculas detentoras de energia, que é utilizada no metabolismo celular. Isso é o que está acontecendo, em termos gerais, nas reações dependentes de luz. Em seguida, no ciclo de Calvin, ocorre que produtos das reações dependentes de luz, isto é, o ATP e o NADPH, são usados em associação com o gás carbônico na produção de açúcares. Então, recapitulando: o fenômeno da fotossíntese pode ser dividido em duas etapas. A primeira consiste em reações dependentes de luz, nas quais a energia luminosa promove, de alguma maneira, a quebra de água e utiliza seus íons H+ em mecanismos particulares. A cada duas águas, temos a liberação de dois átomos de oxigênio que interagem, formando o oxigênio molecular. Ainda, tais reações geram outros dois produtos que atuam como detentores da energia molecular: o ATP e NADPH. Esses dois, em associação ao dióxido de carbono, são utilizados na segunda etapa da fotossíntese, que é o ciclo de Calvin. O ciclo de Calvin, por sua vez, tem como produto a síntese de açúcares. Nos vídeos seguintes, veremos com maior profundidade o que exatamente ocorre em cada uma dessas etapas.