If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:7:34

Transcrição de vídeo

RKA8JV Nós já discutimos muito a respeito do quão valioso o carbono é para a vida, para a Biologia, para reações químicas. É tanto assim, que todo um campo da Química, chamado Química Orgânica, é devotado aos estudos das ligações que envolvem carbono. Uma das características que o carbono tem é de estar frequentemente ligado a si mesmo e ao hidrogênio. É tão frequente que existe toda uma classe voltada para o estudo de ligações feitas entre átomos de carbono e hidrogênio, e chamamos esses compostos de hidrocarbonetos. Você verá uma grande variedade de tipos ligações que são hidrocarbonadas ou baseadas em ligações deste tipo. Aqui estão três exemplos de hidrocarbonetos: etano, eteno ou etileno, etino ou acetileno. Nestes três exemplos todos têm o prefixo "et", porque a maior cadeia de carbonos possui apenas 2 átomos de carbono. Se você quiser saber mais como os compostos químicos têm seus nomes formados, sugiro que assista aos vídeos da Khan Academy a esse respeito, na seção de Química Orgânica. Primeiro vemos que temos 2 átomos em cada molécula mostrada aqui, e a segunda parte temos a quantidade de ligações entre os átomos de carbono. Temos o etano, com a ligação simples, o eteno com a ligação dupla, o etino no com a ligação tripla. O termo geral para as moléculas que possuem apenas ligações simples será alcano, para aquelas com ligações de duplas será alceno, e para as que têm ligações triplas, alcino. Como essas ligações afetam a forma geométrica? No primeiro, temos uma ligação simples, formada com etano, C₂H₆, que é considerado a molécula espacial, ou seja, 2 tetraedros unidos por um vértice. Olhando para a forma como foi desenhado aqui, temos essa representação que significa que está saindo do plano, ou seja, vindo em direção a você, e desenhando dessa outra forma significa que está entrando no plano. Portanto, podemos ter uma ideia e desenhar aqui a forma tetraédrica para essa molécula, tanto para o carbono desse lado, que tem 1 átomo de carbono no centro, formando com os átomos de hidrogênio um tetraedro, como para esse outro átomo de carbono, que podemos construir a mesma forma geométrica, utilizando o carbono que está no centro para o primeiro caso, como o vértice para o segundo caso e vice-versa. Portanto, para essa molécula parece que existem 2 tetraedros que montam-se um em cima do outro. Pelo fato de esses 2 átomos de carbono terem uma ligação simples, eles podem rotacionar, ou seja, eles podem girar ao redor do próprio eixo, pois é uma ligação simples. Quando temos uma dupla ligação como essa aqui, os átomos que formam essa molécula são forçados a permanecerem no mesmo plano, então para o eteno, essa forma geométrica molecular é plana, e essa ligação dupla faz com que essa molécula fique presa e não haja rotação ao redor dela. Quando temos uma ligação tripla, não só não temos rotação como também faz com que a forma geométrica molecular seja linear, então vimos como essas moléculas formam suas fórmulas geométricas em três dimensões. O etano, é então um composto químico da fórmula C₂H₆, é um ao alcano, um hidrocarboneto alifático e, nas condições naturais de temperatura e pressão, o etano é um gás, sem cor e sem cheiro. Ele é o mais simples de hidrocarboneto saturado contendo mais de 1 carbono. Se tivermos apenas 1 átomo de carbono aqui, teremos um metano, cuja estrutura molecular é dessa forma. O eteno, cujo nome industrial é etileno, é um gás também produzido pelas frutas, como bananas, laranjas, sendo responsável pelo seu amadurecimento. Muitos comércios utilizam esse gás para acelerar o processo de amadurecimento das frutas. Temos o acetileno, que é o etino, cuja chama produzida na combustão é tão intensa e libera tanto calor, que antigamente era usado para lanternas de explorações de caverna. Hoje, o acetileno é utilizado em maçaricos, principalmente em soldas, pois pode chegar a 3.000°C. Portanto, essas três formas de estrutura de ligação entre os 2 átomos de carbono podem parecer similares, mas têm suas aplicações bastante diferenciadas. Vemos agora, diferentes formas de hidrocarbonetos, e as diferentes formas de ligar uma cadeia de carbonos, tanto quanto seus nomes. Essas moléculas mostradas aqui são alguns compostos químicos que você deve encontrar um sistema de combustão do seu carro. Existem muitos outros componentes além destes aqui. Todos esses têm uma característica que se forem colocados dentro da câmara de explosão e produzido uma faísca, eles queimam muito bem. Quanto à nomenclatura, temos o pentano, que é uma cadeia de carbonos contendo 5 deles, 1, 2, 3, 4, 5. Essa estrutura pode ser desenhada de uma forma mais simples. Consideramos que cada terminal desses e cada vértice contém 1 átomo de carbono, e o restante é preenchido com átomos de hidrogênio. Observamos que tem uma forma geométrica molecular em "v", pois cada átomo de carbono tende a assumir a forma tetraédrica. Este aqui é o cicloexano, que é um alcano. Não existe ligações duplas aqui. O prefixo "ex" significa que temos 6 átomos de carbono em sua estrutura molecular, e o termo "ciclo" é utilizado para indicar que ao invés de termos uma cadeia aberta, como vimos anteriormente, temos uma cadeia cíclica. Este último parece um pouco mais complexo. Temos o termo "eno" no final, indicando que temos uma ligação dupla com átomos de carbono. O prefixo "but" significa 4 átomos de carbono em sua cadeia principal. E o termo "2-metil" significa que no segundo átomo de carbono, não só temos uma ligação dupla, mas o carbono ligado a um grupo metil, onde o prefixo "met" significa 1. O objetivo desse vídeo foi para que você fique um pouco mais familiarizado com os termos utilizados nos hidrocarbonetos e como é poderosa sua utilização na indústria química.
O conteúdo de Biologia foi criado com o apoio da Fundação Amgen