If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:5:41

Transcrição de vídeo

RKA11E - Por que o suor resfria o nosso corpo? Esta é uma pergunta interessante Para responder isso nós vamos dar um zoom, vamos ampliar uma gotícula de suor. Então nós vamos ampliar aqui, e estas são as moléculas que compõem uma gotícula de suor. O suor é composto basicamente por água. Nós vamos imaginar que esta ampliação aqui desta gotícula de suor é uma ampliação muito muito alta, e nós conseguimos enxergar então as moléculas de água que compõem o suor. Se você se lembra, a molécula de água é composta por dois átomos de hidrogênio, H₂ e um átomo de oxigênio, que eu desenhei aqui em azul. Nós temos dois hidrogênios e um oxigênio. E esta parte aqui de baixo, eu fiz uma simplificação das moléculas que compõem a pele. Não vou entrar aqui em detalhes do tipo de molécula, eu fiz aqui só para representar as moléculas que compõem as células que compõem a nossa pele, na parte de cima é água e na parte de baixo é a pele. Então nós podemos reformular a nossa pergunta: Por que é que ter uma camada de água em cima da pele resfria o nosso organismo? Para responder isso, a gente vai precisar entender o que significa temperatura. Bem, temperatura ou aquilo que nós percebemos como temperatura, nada mais é que do grau de agitação das moléculas. Em outras palavras é a energia cinética média de um sistema. Então as temperaturas mais elevadas significam que as moléculas estão mais agitadas, estão se movimentando mais e as moléculas podem se movimentar em várias girações. Elas também podem vibrar. Elas podem rotacionar. Esse grau médio de agitação é o que nós chamamos de temperatura, quanto mais agitadas elas estão, quanto mais elas se movimentam e vibram, maior a temperatura, certo? E como é que esta lâmina de água influencia a temperatura da nossa pele? Bem, para começar, porque a pele está esquentando? Ela está esquentando porque os músculos transferem calor para a pele. Mas se olharmos individualmente para as moléculas da pele, cada uma vai ter uma energia diferente. Pode ser que esta molécula por exemplo, tem uma energia cinética muito alta, muito maior do que esta aqui. E na medida em que essas moléculas vão vibrando, elas vão transferindo energia para água. Então vamos supor que esta aqui se chocou com esta molécula de água, e transferiu para ela energia, e esta por sua vez vai transferir energia para a próxima molécula e esta para a próxima, e assim por diante. E as moléculas de água também vão ter um grau de energia cinética média, mas se olharmos individualmente para elas, vamos ver que algumas podem ter uma energia cinética muito maior do que as outras. Esta por exemplo, tem uma energia cinética maior que esta ou que esta. Levando em conta que cada molécula vai ter um grau de agitação, uma energia cinética diferente, qual vocês acham, qual dessas moléculas vocês acham que teria uma probabilidade maior de escapar do sistema e evaporar? Bem, para evaporar, para que uma molécula consiga se desprender do sistema, ela precisa romper duas barreiras, primeiro ela precisa romper a barreira da ligação de hidrogênio, a força da ligação de hidrogênio, que está acontecendo entre elas suas moléculas vizinhas. Lembre-se que existe uma ligação de hidrogênio entre a parte positiva de uma molécula e o pólo negativo da próxima molécula, e essa ligação é justamente o que mantém as moléculas de água no estado líquido, unidas. Bem, além de romper essas ligações de hidrogênio, vencer essa barreira, a molécula também precisa vencer a pressão atmosférica, porque também existem aqui as moléculas da atmosfera. As moléculas que compõem o ar, e que estão no sentido contrário, elas fazem pressão contrária das moléculas de água. Mas veja, se uma molécula tem energia cinética muito elevada, ela consegue romper essas duas barreiras. Ela consegue se libertar da ligação de hidrogênio e ainda consegue vencer a pressão atmosférica. Então ao evaporar, esta molécula leva com ela uma quantidade grande de energia que estava contribuindo para elevar a temperatura média, a energia cinética média do sistema aqui. Então com a evaporação, esta molécula acabou levando consigo uma quantidade grande de energia cinética, e essas moléculas que têm uma quantidade maior de energia cinética são justamente aquelas que são mais propensas a conseguirem vencer essas barreiras, evaporarem e roubarem parte da energia média que estava contribuindo para a temperatura da água. Então, uma vez que isso acontece, a energia cinética média da água vai diminuir e como consequência, a energia cinética média da pele também vai diminuir, porque nós estamos considerando isso tudo como um único sistema. A pele transfere energia para a água, a água evapora roubando parte do calor parte da energia daquele sistema, naquela temperatura do sistema. Então é assim que a evaporação contribui para diminuição da temperatura da nossa pele. Bem, pessoal, por hoje é só. Espero que vocês tenham gostado e até o próximo vídeo!
O conteúdo de Biologia foi criado com o apoio da Fundação Amgen