If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Revisão sobre enzimas

Termos-chave

TermoSignificado
CatalisadorSubstância que acelera uma reação química sem ser alterada
EnzimaUm catalisador biológico (geralmente, uma proteína)
SubstratoMolécula reagente sobre a qual uma enzima atua
Sítio ativoParte da enzima na qual o substrato se liga

Função e estrutura das enzimas

Enzimas são catalisadores. Geralmente, elas são proteínas, embora algumas moléculas de RNA também atuem como enzimas.
As enzimas diminuem a energia de ativação de uma reação - que é a quantidade de energia necessária para que uma reação ocorra. Elas fazem isso ligando-se a um substrato e segurando-o de forma a permitir que a reação aconteça de maneira mais eficiente.
Figura modificada de OpenStax, CC BY 3.0.
A parte da enzima na qual o substrato se liga é chamada de sítio ativo. Aqui, a enzima muda ligeiramente de forma, ajustando-se firmemente ao substrato e formando a complexo enzima-substrato.

Fatores que afetam a atividade enzimática

A atividade enzimática pode ser afetada por uma variedade de fatores, como temperatura, pH e concentração.
As enzimas funcionam melhor dentro de faixas específicas de temperatura e pH, e condições subótimas podem fazer com que uma enzima não consiga se ligar a um substrato.
  • Temperatura: geralmente, aumentar a temperatura acelera uma reação, e diminuir a temperatura desacelera uma reação. No entanto, temperaturas extremamente altas podem fazer com que uma enzima perca sua forma (se desnature) e pare de funcionar.
  • pH: cada enzima tem uma faixa ótima de pH. Mudar o pH para um valor fora dessa faixa fará com que a atividade enzimática diminua. Valores extremos de pH podem causar a desnaturação das enzimas.
  • Concentração enzimática: aumentar a concentração enzimática fará a reação acelerar, desde que haja substrato disponível para a enzima se ligar. Uma vez que todo o substrato esteja ligado, a reação não vai mais acelerar, pois não haverá mais nada a que as enzimas adicionais possam se ligar.
  • Concentração de substrato: aumentar a concentração de substrato também aumentará a taxa de reação até um certo ponto. Assim que todas enzimas tenham se ligado, mais nenhum aumento de substrato terá efeito sobre a taxa de reação, uma vez que as enzimas disponíveis estarão saturadas e trabalhando em sua taxa máxima.

Erros comuns e conceitos equivocados

  • Enzimas são "específicas". Cada tipo de enzima normalmente reage apenas com um ou dois substratos. Algumas enzimas são mais específicas que outras, e só aceitam um substrato em particular. Outras enzimas podem agir em uma gama de moléculas, desde que elas contenham o tipo de ligação ou grupo químico visado pela enzima.
Imagem modificada de "Enzymes: Figure 2," by OpenStax College, Biology, CC BY 3.0.
  • Enzimas são reutilizáveis. As enzimas não são reagentes e não se esgotam durante a reação. Depois que uma enzima se liga a um substrato e catalisa a reação, ela é liberada inalterada e pode ser usada em outra reação. Isso significa que, para cada reação, não é preciso haver uma proporção de 1:1 entre enzimas e moléculas de substrato.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.