If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:8:52

Transcrição de vídeo

o Olá vamos iniciar Mais uma aula daquela Academy Brasil quando você vai nadar ou tomar banho já se perguntou porque as células em seu corpo não se enchem de água ou porque as substâncias em suas células não vazão para piscina bem a razão é porque temos uma estrutura muito importante que impede que isso aconteça e nós a chamamos de membrana celular a membrana celular é o que delimita uma célula Então se tivermos uma imagem muito básica de uma célula aqui com um pequeno núcleo no interior essa camada externa rosa é o que chamamos de membrana celular a membrana celular pode proteger nossa célula do ambiente externo e pode determinar o que pode entrar e sair dela essa é uma propriedade que chamamos de semipermeabilidade é um pouco p o ou seja algumas coisas podem entrar quanto outras não uma vez que esta é uma parte tão importante da nossa célula na verdade é uma das razões pelas quais podemos realmente sobreviver no mundo então o que realmente compõem essa estrutura bem o principal concorrente de uma membrana celular é o que chamamos de fósforo lipídios existem outras substâncias que constituem a membrana celular mas os componentes mais importantes são os fosfolipídios e os fosfolipídios tem três componentes principais O primeiro é um grupo fosfato que forma a região da cabeça do fósforo lipídios o segundo é um esqueleto de glicerol e o terceiro são os ácidos graxos que formam a calda da molécula quando desenhamos colocamos o grupo fosfato como uma espécie de cabeça em forma de círculo e uma causa de ácido graxo é de nele com corda de um balão agora onde está a nossa estrutura de glicerol pé Nossa espinha dorsal de glicerol é realmente o que parece é o que mantém a causa de ácido graxo ligada ao grupo fosfato é a espinha dorsal desta molécula portanto geralmente não é desenhado na imagem mas lembre-se de que ele está lá e mantém a calda de ácidos graxos ligado a cabeça de fosfato esta estrutura tem uma propriedade muito interessante aqui Este grupo principal é na verdade hidrofílico ou polar tão hidrofílico significa que adora água Este grupo fosfato para tudo que puder para chegar a água porque a dor água mas esses ácidos graxos não porque são cadeias de carbono muito muito longas e hidrofóbicas lembre-se que fóbico fobia o medo e hidro é água então é aquele que repele a água esses dois ácidos graxos farão todo possível para fugir da água uma molécula que tem essas propriedades juntas é o que chamamos de molécula anfipática Isso significa que a molécula tem uma sessão hidrophobica e uma sessão hidrofílica então na água o que isso Faria Digamos que colocamos uma tonelada dessas moléculas na água uma vez na água as cabeças hidrofílicas querem estar o mais perto possível da água mas as caudas não então o que vai acontecer é que esses grupos de fosfatos vão se agrupar enquanto as causas tentam se proteger da água mas como essa substância está na água a água também estará aqui então haverá a formação de uma estrutura realmente única porque as causas de ácido graxo vão começar a ser no par assim eu posso o lipídios vão ficar de cabeça para baixo de modo que os grupos de fosfatos podem estar próximos da água enquanto esta seção interna por ser hidrophobica fica longe da água Isso é o que chamamos de bicamada fosfolipídica Esta é uma estrutura básica de uma membrana celular e como mencionamos essa seção interna será hidrofóbica portanto agora temos a estrutura mais ou menos assim tchau amores isso de nossa camada be fosfolip dica ou bicamada lipídica para abreviar Mas esta sessão aqui também não interage com água como essa estrutura pode ser assim se esta sessão aqui ainda toca água e sabemos que as caudas de ácidos graxos não querem tocar a água bem Uma célula na vida real o que realmente acontece é que acabamos com a estrutura que formam um círculo e deixa aqui nessa representação em uma célula essa parede é realmente muito fina em comparação com o restante dela então você notará que esta água aqui não se torna mais um problema porque em nossas células reais a água pode estar do lado de fora e do lado de dentro e não importa onde está membrana celular toque a água sempre estará em contato com a região da cabeça da molécula que é hidrofílica e que está em busca de água e dentro da membrana celular na verdade temos uma sessão hidrofóbico mencionamos antes que a membrana celular é semipermeável e Vamos explorar isso um pouco mais veja esse desenho que temos aqui é uma imagem de uma membrana celular como mencionamos a membrana celular é na verdade uma esfera que envolve nossas células por isso resolvi desenhá-la em uma linha reta e este e o ambiente externo ou o extra-celular e este pode ser o interno ou intracelular você notará que a membrana da célula tem esses fosfolipídios realmente bem juntos então geralmente somente pequenas moléculas podem passar através dela outra propriedade da membrana celular que discutimos é que esta seção interna que é realmente hidrofóbica portanto moléculas geralmente pequenas e apolares podem atravessar Nossa membrana celular isso é o que chamamos de difusão passiva Qual é um bom exemplo de uma molécula pequena e Apolar bem o tipo mais comum de molécula pequena Apolar tende a ser os gases coisas como o dois por exemplo ou seu dois que são coisas que nos cercam todos os dias e nossa célula de certo modo respira essas moléculas para dentro e para fora dela é só os gases podem passar facilmente através da nossa membrana celular e isso é muito rápido eles são pequenos e apolares Então como que mais nossa célula interage todos os dias vem o mais comum é a água mas a água apesar de ser uma molécula muito pequena ela é polar outra coisa semelhante a água é o Eta não é com o álcool que podemos beber Então como eles interagem com nossa membrana celular descemos que a membrana celular gosta de moléculas pequenas então elas realmente podem passar através da membrana mas nossa membrana celular prefere moléculas apolares por isso estes compostos que falamos um passar muito devagar e podem passar por que são tão pequenos que meio que escapam mas bem devagar porque essa região muito hidrofóbica ainda não vai gostar de ter água lá nós temos pequenas moléculas polares Que tal algo que é grande e é Apolar como benzeno o benzeno pode realmente atravessar a membrana celular mesmo sendo grande ele é Apolar então vai se dar muito bem com aquela região hidrofóbica em nossa membrana celular mas vai passar muito devagar que tal algo grande e polar bem uma molécula como essa seria açúcar ou glicose na verdade a glicose não pode passar pela membrana celular o que é grande e colar é o completo oposto do que a membrana permite que atravesse a célula portanto a glicose terá que ser absorvida por nós por outros meios mas não pode passar pela membrana celular e quantas moléculas carregadas estas Estão bem estão por todo lugar quer um exemplo de molécula carregada Seria algo comum e um cloreto Um íon sódio em qualquer tipo de Yu outra molécula carregada bastante Como são os aminoácidos e uma vez que eles estão carregados eles são tão incrivelmente polares ou carregados que também não podem passar em resumo Nossa lembrando o celular protege as nossas células e determina o que entra e sai uma propriedade que chamamos de semipermeabilidade e essa membrana é feita de um monte de fósforo lipídios juntos como Nossa membrana celular tem uma região hidrofóbica muito grande Ela prefere moléculas apolares e como esses fosfolipídios ficam arranjados muito próximos uns dos outros Nossa membrana celular também prefere a passagem de pequenas moléculas portanto ela é semi permeável permitindo geralmente que moléculas pequenas e apolares passem através dela e isso é tudo até a nossa próxima aula
O conteúdo de Biologia foi criado com o apoio da Fundação Amgen