If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:5:11

Transcrição de vídeo

vamos dizer que nós temos uma solução saturada de fluoreto de cálcio em equilíbrio com fluoreto de cálcio sólido então no fundo do nosso recipiente nós vamos sair fluoreto de cálcio vou representar ele assim é que nós temos fluoreto de cálcio no fundo do nosso beck esse fluoreto de cálcio é um composto levemente solúvel um composto orgânico levemente solúvel e na solução nós temos íons de cálcio caa2 mais e nós temos e hoje flor efe - agora vamos imaginar que nós adicionamos um ácido então vou adicionar uma fonte de prótons então sou adicionando h mais uma fonte de prótons então vou desenhar aqui joga mais e eu estou colocando esse assunto aqui dentro do meu beck então vamos ver o que vai acontecer a gente vai perceber que uma parte do nosso folheto de calça ele vai se desenvolver então vou pegar uma borrachinha aqui eu vou deixar vou pagar uma parte porque uma parte dele vai se resolver então a gente ficou com isso que ainda de fluoreto de cálcio e agora vamos imaginar que nós temos ácido suficiente para dissolver completamente nosso folheto de cálcio então eu vou a pagar de novo aqui então agora a gente dissolveu toda a gente não tem mais nada de fluoreto de cálcio então o que aconteceu aqui eu adicionei uma fonte de prótons então adicione um ácido isso fez com que a gente abaixar se o nosso ph então aqui eu vou representar com uma festinha para baixo eu abaixei o ph da minha solução e nós vimos que o fluoreto de calças se dissolver completamente então nós aumentamos a solubilidade desse composto então eu vou colocar que eu aumentei a minha solubilidade a unidade eu aumentei a minha solubilidade do fluoreto de cálcio vamos tentar entender o que aconteceu então por termos adicionado essa minha fonte de provas ou se a minha fonte jamais nós sabemos que aqui dentro do nosso becker a gente vai ter h2o ao certo então aqui eu vou colocar aqui eu tenho água por a gente ter adicionado esse próton aqui no nosso nosso becker com água a gente sabe que quando a gente adiciona um próton água a gente vai formar um é o hidrogênio então eu vou marcar aqui em baixo que eu formei h três ou mais lembrando que isso aqui vai ser em meio aquoso e também eu tenho e onde for na minha solução então aqui eu tenho que colocar dois f que é o que a gente tinha aqui em cima 11 onde falou agora a gente tem que balance a nossa equação então a gente tem aqui dois e onde for em meio aquoso também tem que ter dois e 11 drones aqui na frente então se eu fizer isso aqui eu vou formar então como eu tenho aqui um hidrofone se o hidrogênio vai doar um próton aqui pro meu e onde for que vai estar funcionando como uma base então vou formar 2h f2 hf que é um ácido lembrando que isso aqui vai estar em meio à cgu e também eu vou ter água porque foi o que sobrou aqui da nossa reação então eu tenho dois hf mais água vamos pensar sobre o que nós estamos fazendo com a concentração dos íons de forno a solução os íons de fogo eles estão reagindo então a gente está diminuindo a concentração de onde for então vou marcar aqui numa outra cor que eu estou diminuindo a concentração dos meus tios de flúor e lembre se do princípio de leshan telê quando a gente exerce uma força num sistema em equilíbrio o sistema se desloca no sentido da reação que neutralização então imagine que essa ação que a gente está fazendo esse desequilíbrio seja diminuição da concentração do de um dos nossos produtos isso quer dizer que nosso equilíbrio está atendendo pra esse lado porque a gente está diminuindo a concentração de fluoretos de cálcio porque a gente aumentou a solubilidade desse composto nós poderíamos por exemplo ter escrito a reação inversa então vou pegar um pouquinho mais de espaço aqui ea gente vai fazer a reação inversa gente vai ver o que está acontecendo aqui então vou fazer uma outra cor aqui perceba que a gente tem e onde furor nos dois lados da nossa equação a gente tem aqui ea gente tem aqui quer dizer que a gente pode cancelar eles então vou cancelar esses dois aqui e ainda vai me ressarcir um lado da equação eu vou ter essa parte aqui e não no outro lado da equação como produto a gente vai ter essa parte aqui então vou escrever isso aqui em baixo o roteiro então sê a f2 sólido eu vou ter também aqui nesse lado 2 e 11 drones então eu tenho aqui 2h três ou mais isso aqui vai ser em meio aquoso e aqui do lado dos meus produtos então do lado dos meus produtos eu vou só escrever o que eu tenho aqui então eu vou ter caa2 mais em meio aquoso vou ter dois hf então 2 hf também em meio aquoso e ainda vou ter duas moléculas de água então aqui eu tenho dois h2o2 moléculas de água essa é uma outra maneira de pensar nisso porque se você adiciona um ácido aqui no folheto de cálcio então você terá esses produtos aqui então adicionando prótons ou adicionando o ácido ou decrescendo ph a gente aumenta a solubilidade de um composto levemente solúvel mas isso nem sempre é verdade porque depende de qual composto você está falando por exemplo aqui embaixo eu tenho o coreto de prata é um composto levemente solúvel também mas se você adicionar um ácido a solubilidade do coreto de prata ela não vai se alterar então vamos pensar no porquê disso porque a solubilidade não vai alterar o coreto de prata então se você adiciona um assunto você vai estar aumentando a concentração de íons de hidrogênio na solução e só taxa chegar em equilíbrio é mais esse caso a gente já sabe que o cloro ele não vai reagir com o hidrogênio isso acontece porque o cloro é uma base muito mais fraca do que o 1 de flor vamos pensar nisso a gente tem aqui em cima hf a base conjunta nada pro meu hf aqui eu tenho hf então a base conjugada do meu hiv vai ser f - vai ser um jogão de fúria minha base conjugada já que em baixo a gente tem hcl por exemplo ea base conjugada do hcl será cl - mas o cloro é um mimo é uma base muito mais fraca do que o efe - então isso quer dizer que a gente não vai alterar a solubilidade do nosso composto então aqui se a gente tiver e 11 drone o nosso core ele não vai reagir com o hidrogênio por tanta gente não vai diminuir a concentração de um dos nossos produtos então o equilíbrio ea solubilidade do coreto de prata ele não não vai ser afetada com a adição de um ácido então a diminuição do ph do coreto de prota não aumenta sua solidaridade você precisa pensar nisso se a sua base ela é forte o suficiente para reagir com um ácido que você está adicionando na sua solução