If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:4:04

Transcrição de vídeo

o Olá meu amigo minha amiga tudo bem com você seja muito bem-vindo ou bem-vinda a mais um vídeo daqui na casa da minha Brasil e nesse vídeo vamos conversar sobre o história dos de rede covalentes não se esqueça que já conversamos sobre vários tipos de sólidos incluindo os sólidos iônicos que são sólidos formados por íons que são atraídos uns pelos outros e com isso formando uma estrutura de rede também conversamos sobre sólidos metálicos que são sólidos formados por íons positivos em meio ao mar de elétrons carregados negativamente também vimos os sólidos moleculares que são sólidos formados a partir de moléculas que estão sendo atraídas umas pelas outras devido a forças intermoleculares agora vamos ver sobre os sólidos de rede covalente que são sólidos constituídos por redes inteiras formados por ligações covalentes o que estamos vendo aqui agora na tela é um exemplo de um carbeto de silício S que é uma rede o silício e carbono Provavelmente você vai me falar agora que já Vimos um caso de ligação covalente formando um sólido quando a gente viu sobre os sólidos moleculares não foi isso aqui é um exemplo de um sólido molecular que nós estudamos naquele vídeo a gente tem as moléculas que são feitas de átomos conectados com ligações covalentes o caso é que o motivo dessas moléculas criarem um sólido é porque as moléculas são atraídas umas pelas outras Devido as forças intermoleculares assim se você quiser derreter esse sólido você só precisa superar essas forças intermoleculares agora um sólido de rede covalente é feito através de ligações covalentes sendo assim se você quiser derreter algum sólido desse tipo é preciso Superar as ligações covalentes que em geral são mais fortes que as forças intermoleculares como você pode imaginar um sólido de rede covalente vai ter um ponto de fusão muito alto e além disso você também não vai ver um mar de elétrons aqui com isso ao contrário dos sólidos a cruz eles não vão ser bons condutores de eletricidade para você compreender eles um pouco melhor vamos observar alguns sólidos de rede covalente aqui aqui o que você está vendo a esquerda talvez você possa reconhecer como um diamante um diamante é apenas um monte de carbono e realizando ligações covalentes uns com os outros Observe aqui do lado direito essa estrutura de como esses carbonos estão ligados e como você já deve saber mesmo que você tem que empurrar ou puxar essas ligações covalentes fazem o diamante ser algo bem difícil de quebrar agora o que interessante é que esse mesmo carbono pode formar diferentes tipos de sólidos de rede covalente por exemplo isso aqui é o grafite e o grafite algo que você provavelmente já está bastante familiarizado quando você escreve com lápis você está essencialmente raspando o grafite naquele pedaço de papel e é assim que o grafite se parece são essas folhas de rede covalente e cada uma dessas folhas são atraídas umas pelas outras através de forças intermoleculares bom e é por isso que é fácil de raspar porque essas folhas podem se deslizar umas sobre a outra por outro lado se você quiser derreter o grafite é necessário quebrar essas ligações covalentes Então como você pode imaginar para superar as ligações covalentes e derreter o diamante o grafite é preciso uma temperatura muito muito alta o grafite por exemplo sublima a 3.642 graus Celsius o carbeto de silício que vemos no início desse vídeo se decomponha 2.830 graus Celsius aqui temos uma imagem de quartzo que é o nome comum para o dióxido de silício outra rede covalente sólida E isso tem um ponto de fusão igual a 1722 de graus Celsius enfim a grande lição sobre esse os últimos vídeos que vimos até agora é que existem diferente de maneiras de formar um sólido pode ser com íons podem ser com metais pode ser com moléculas que são atraídas umas pelas outras através de forças intermoleculares ou pode e pede uma rede de átomos formados com ligações covalentes Enfim meu amigo minha amiga eu espero que você tenha compreendido tudo o que conversamos aqui e mais uma vez eu quero deixar para você um grande abraço e até a próxima