If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:9:22

Transcrição de vídeo

vamos supor que queremos descobrir a constante de equilíbrio para a reação de three fluoreto de boro em estado gasoso mais três para cada mal disso teremos três moldes de h2o em estado líquido e isso está em equilíbrio no sentido direto inverso com 3 molz de ácido fluorídrico então está no estado gasoso foi dissolvido na água se não foi dissolvido se estava no estado sólido você chamaria de fluoreto de hidrogênio após ter sido adicionado à água você o chama de ácido fluorídrico e falaremos mais sobre a classificação mais para frente espero mais um molde ácido bórico também no estado gasoso está dissolvido na água o h3 bio3 no estado gasoso como seria a expressão da constante de equilíbrio nesse caso talvez você diga isso é muito fácil para constante de equilíbrio apenas escolha o lado direito isso é apenas um método comum a assimetria que eu poderia escrever de qualquer forma mas vamos supor que você tenha escolhido o lado direito e diga o que isso depende da concentração de ácido fluorídrico a concentração de hf ou a modularidade dhf elevado a terceira potência vezes a concentração do ácido bórico h3 bio3 lembre se essa intuição de porque você está elevando isso a terceira potência é qual a probabilidade porque para que a reação aconteça dessa forma você precisa ter três moléculas de ácido hidroflórico muito próximo de uma molécula do ácido bórico bom você pode assistir ao último vídeo que fiz sobre a intuição por trás da constante de equilíbrio isso é um indicativo da probabilidade dessa reação acontecer ou a probabilidade de encontrar todas essas moléculas no mesmo lugar claro você pode ajustar lá com uma constante e isso é essencialmente o que se faz mas isso é do lado do produto ou do reagente dependendo da direção que estiver vendo essa equação dividido pela modalidade do tri fluoreto de boro vezes farei isso com uma outra cor é pela modularidade do h2o elevado a terceira potência isso é claro h2o em estado líquido aí está vamos descobrir ea minha reputação é que eu quero que você descubra a modularidade da água qual é a concentração da água lembre-se a concentração é molz por volume mas nesse caso o que está acontecendo estou colocando gás de trio fluoreto de boro essencialmente em um pouco de água e está criando esses ácidos aquosos essas outras moléculas estão completamente dissolvidos na água então qual é o solvente aqui o solvente h2o e isso talvez seja como a reação aconteça mais basicamente a água em todo lugar a água em excesso portanto se quiser descobrir a concentração de água está em todo lugar digo você poderia dizer tudo exceto o tri fluoreto de bordo mas é um número muito alto e se você pensar nisso do ponto de vista de probabilidade se você disser ok para que essa relação aconteça preciso descobrir a probabilidade de encontrar um átomo de trigo fluoreto de boro ou uma molécula na verdade uma molécula em um determinado volume e isso precisa de três motos de água nesse determinado volume mas você diz a água em todo lugar esse é o solvente a água em todo lugar então preciso me preocupar apenas com a concentração de triplo orito de boro você poderia dizer que a taxa da reação direta taxa direta dependerá em algumas constantes diretas vezes a concentração do tri fluoreto de boro a água está em todo lugar então não precisa multiplicá-las vezes a concentração de água o que quer que isso seja pois a água está em todo lugar então o denominador aqui você não coloca o solvente a resposta certa para isso é colocar apenas o que estiver dissolvido na solução porque sinceramente a concentração não faz sentido para todo o resto e se você pensar sobre isso do ponto de vista da probabilidade isso também faz sentido porque há sempre água em volta se você dissesse o quê qual é a probabilidade de encontrar água em qualquer volume pequeno de nosso fluido será um então você poderia simplesmente multiplicar isso por um mas isso não faz diferença agora e quanto a seguinte reação qualquer equilíbrio onde você tenha diferentes estados de matéria se chama equilíbrio heterogéneo deixe me escrever outro equilíbrio ter o gênio digamos que eu tenha h2o em estado gasoso e é essencialmente vapor então não será o solvente dessa vez mais carbono no estado sólido digamos que está em equilíbrio com o hidrogênio no estado gasoso mais dióxido de carbono no estado gasoso isso é um equilíbrio heterogêneo porque você tem coisas em estado gasoso e em estado sólido e o estado sólido por definição não pode ser dissolvido em guys ou em quando falamos em soluções já falamos sobre coiotes e suspensões e misturas antes mas estamos falando de soluções por definição se isso estiver em estado sólido não está dissolvido se isso fosse dissolvido escreveríamos um aqui aqui seria o estado acuso então se você falar sobre a reação direta em que a reação direta dependerá então a taxa directora bem o sólido há um grande bloco de carbono aqui um grande cubo de carbono aqui ea vapor a gás de água em volta se você escolher um volume qualquer principalmente se escolher um volume perto do limite do carbono você sempre terá carbono em volta o que importa é a concentração do gás de água é isso que ativará a taxa direta então a taxa direta dependerá de alguma constante vezes a concentração do gás de água e claro a taxa é inversa precisará obter h2 algumas moléculas de eu vou desenhar desse jeito porque tem duas moléculas de hidrogênio mais um de óxido de carbono então talvez um óxido de carbono se pareça com isso então a reação inversa a taxa vamos chamar de reação inversa será igual alguma constante vezes a probabilidade de encontrar essas duas moléculas no mesmo lugar e claro a probabilidade está relacionada ou está a uma aproximação de primeiro nível dependendo da concentração então a concentração de h2 vezes a concentração e para encontrar as duas você multiplica a probabilidade porque você precisa disso e daquilo vezes a concentração de co2 quando uma reação está em equilíbrio essas duas são iguais isso é um r aqui então isso será igual à taxa inversa da reação h2 vezes dióxido de carbono se você dividir os dois lados pelos quais os dois lados pelo h2oh você terá o coeficiente direto ou a constante ou como quiser chamar isso dividido pela constante inversa estou apenas dividindo os dois lados por isso é igual a isso apenas copiar e colar isso é igual a isso dividido por isso você pega isso e dividir por isso esse chamamos isso de constante de equilíbrio porque são duas constantes arbitrárias então podemos chamar isso de constante de equilíbrio você vê que faz muito sentido e ignorar o estado sólido em sua reação de equilíbrio então esses dois resultados aqui é de quanto você está tentando calcular uma constante de equilíbrio você deve ignorar principalmente quando estiver em um equilíbrio heterogéneo você deve então ignorar a solução ou não a solução ignorar o solvente naquele primeiro exemplo onde eu fiz o trio fluoreto de bordo com água a água era um solvente então ignorei porque a água está em todo lugar e você também ignora o estado sólido ignore o sólido de qualquer forma provavelmente usaremos isso no futuro onde de fato calculamos a constante de equilíbrio nos vemos no próximo vídeo onde aprenderemos sobre o princípio de lei já teria