If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:5:04

Transcrição de vídeo

o balanceamento de equações químicas é um daqueles conceitos em química que geralmente confundem as pessoas mas eu acho que o que veremos aqui que se trabalharmos nisso cuidadosamente metodicamente nós iremos apreciar de balancear as equações químicos afinal não é algo tão difícil assim mas antes de balancear uma equação que a gente precisa saber o que é uma equação química certo bem isso aqui é uma equação química isso descreve uma reação química aqui a gente tem por exemplo um átomo de alumínio que interage com uma molécula de oxigênio de atômica já que tem dois átomos de oxigênio essa molécula para formar um óxido de alumínio este óxido de alumínio e tem dois átomos de alumínio e três átomos de oxigênio eu sei que você vai falar pra mim agora eu já sei o que é uma equação química mas o que seria essa coisa de balanceamento eu já tenho aqui uma equação química o que é que eu tenho que balancear se você reparar bem nessa equação vai perceber que não tem o mesmo número de alumínio em ambos os lados e também não tem o mesmo número de oxigênio em ambos os lados aqui a gente tem por exemplo apenas um alumínio um átomo de alumínio e aqui do lado direito que ao lado dos produtos a gente tem dois alumínios e esse alumínio aqui não pode aparecer sendo nada como se fosse um passe de mágica é preciso que tenha que o mesmo número de alumínio dos dois lados a gente observar que é a mesma coisa com o oxigênio aqui a gente tem dois átomos de oxigênio ceeac a gente tem três átomos de oxigênio e da mesma forma que o alumínio também não pode aparecer aqui um átomo de oxigénio sendo nada como se fosse um passe de mágica então temos que balancear que o alumínio já que é necessário apareceu mesmo número de alumínio em ambos os lados dessa equação e também precisamos balancear o oxigênio já que nós temos que ter o mesmo número de oxigênios em ambos os lados dessa equação e eu posso começar balancear que pelos alumínios aqui do lado direito aqui eu tenho dois alumínios e então como eu poderia transformar esse um alumínio em 2 alumínios uma forma da gente fazia seria multiplicar esse alumínio aqui por dois agora sim eu tenho dois alumínios aqui desse lado e dois alunos aqui do lado direito também então agora o alumínio já estava balanceado já que temos dois alumínios aqui do lado esquerdo dessa equação e 2 alumínios aqui do lado direito mas ainda temos um problema com esses oxigênios já que temos apenas dois oxigênios aqui do lado esquerdo e 31 oxigênios aqui do lado direito então uma forma de resolver isso seria também transformar esse dois oxigênio sem três o oxigênio para ter o mesmo número de oxigênio em ambos os lados então qual o número que eu poderia multiplicar por dois prá t3 oxigênio saque ok você poderia dizer pra mim assim a simplesmente multiplicando por 1,5 certo então a gente vem aqui colocam 1,5 vezes 2 que é igual a 3 agora sim eu já tenho três oxigênio saque do lado esquerdo da equação também então agora oxigênio já está balanceado ok e pronto é praticamente resolvemos esse problema o problema que convencionalmente não é legal escreveu número com uma fração aqui o número decimal já que é meio estranho é um pouco bizarro a gente pensar numa noção de ter 6 molécula que nessa reação certo então o ideal seria transformar esse número aqui em um número inteiro e uma forma de fazer isso seria multiplicar toda essa equação por um número que fizesse com que esse número virasse um número inteiro certo então a gente pode fazer isso pensando na álgebra como se isso aqui fosse uma equação algébrica e aí eu multiplicando por exemplo toda essa equação por um número que pode ser o número 2 mesmo eu teria que dois meses dois que ser igual a 4 1,5 vezes dois seria igual a 3 e aqui já é um emprestar mente a gente já sabe que é um multiplicando isso aqui por dois eu teria duas dessas moléculas aqui de óxido de alumínio e aí a gente teria nossa equação totalmente balanceada e não teríamos mais esse número que é parado aqui certo então vamos fazer isso eu vou escrever novamente essa equação que a gente tem o alumínio mas o oxigênio de atômico só que reagindo para formar esse óxido de alumínio ok e aí multiplicando toda a equação aqui por 22 vezes 24 1,5 vezes dois aqui é 3 em que coloco três e aqui do lado direito a gente tem um que está implícito aqui eo vezes dois é igual a 2 agora já tenho essa equação totalmente balanceado certo em que aqui desse lado tenho quatro alumínios hockey desse outro lado aqui eu tenho duas vezes e se a l2 certo então tenho quatro alumínios aqui então alumínio está totalmente balanceado aqui do lado esquerdo eu tenho esses três oxigênio de atômicos que me dão 6 oxigênio certo e aqui eu tenho duas dessas moléculas sendo que eu tenho três oxigênio saque em cada molécula então duas vezes 3 é 6 oxigênio e agora tenho uma equação química totalmente balanceada