If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Transcrição de vídeo

RKA1JV - O sorbato de potássio KC₆H₇O₂, massa molar de 150 g/mol, é comumente adicionado a refrigerantes diet como um conservante. Uma solução estoque de sorbato de potássio de concentração conhecida deve ser preparada. Um aluno titula 45 ml da solução estoque com HCl a 1,25 molar, usando um indicador e um pHmêtro. O valor de Ka para o ácido sórbico HC₆H₇O₂ é de 1,7 vezes 10⁻⁵. Escreva a equação iônica líquida para a reação entre o sorbato de potássio e o HCl. Primeiramente, a gente vai escrever a nossa equação iônica, então, vou marcar aqui a nossa equação. A nossa equação iônica. Vocês já vão entender por que eu vou fazer primeiro a equação iônica, e por que a equação iônica e a equação iônica líquida são diferentes. Pensando na equação iônica, se o sorbato de potássio e o ácido clorídrico são adicionadas em água, eles vão se dissociar em íons. E a gente vai escrever isso do lado dos nossos reagentes e do lado dos nossos produtos. O sorbato de potássio vai se dissociar em K⁺, e tenho aqui em meio aquoso, mais C₆H₇O₂⁻ também em meio aquoso, não vamos esquecer, eu tenho mais o ácido clorídrico que vai se dissociar em H⁺ e em Cl⁻ em meio aquoso. Vamos ver o que a gente vai ter aqui do lado dos nossos produtos. A gente tem que o nosso próton, o nosso H⁺, vai reagir com o C₆H₇O₂ e a gente vai formar o ácido sórbico. Aqui, eu vou fazer embaixo, eu tenho HC₆H₇O₂ em meio aquoso, eu ainda tenho aqui mais o meu íon de potássio e o meu íon de cloro, então mais Cl⁻ em meio aquoso também. Agora, a gente vai fazer a equação iônica líquida, então, vou marcar aqui equação iônica líquida. Você já pode imaginar o que vai acontecer aqui. Eu tenho íon de potássio aqui do meu lado dos produtos e do lado dos meus reagentes, então, eu posso cancelar esses termos aqui. E a mesma coisa acontece aqui para os meus íons de cloro, então, a minha equação iônica líquida vai ficar assim: eu tenho C₆H₇O₂⁻ em meio aquoso mais um próton, mais H⁺, também em meio aquoso. E eu vou formar aqui o meu ácido sórbico, que é HC₆H₇O₂ em meio aquoso. E essa é a nossa equação iônica líquida.