If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:6:33

Transcrição de vídeo

já vimos que a energia livre delta g é relacionada com o potencial de uma célula através dessa equação onde n é o número de mortos de elétrons envolvidos na reação efe a constante de farah dem e edson é o potencial de ação de uma célula enquanto sessões normais de temperatura e pressão podemos chegar a um valor padrão para a energia livre assim teríamos delta g padrão sendo igual a menos n vezes efe vezes o potencial padrão sabemos também pela termodinâmica que a energia livre delta g é igual a delta g padrão mais r que a constante universal dos gases vezes ter que é a temperatura em kelvin vezes logaritmo natural de que onde que o consciente da reação substituindo delta jec eo delta g padrão aqui temos - n vezes efe vezes epson isso é igual a menos n vezes efe vezes épsilon padrão mas rt vezes o lnd que agora a gente pode dividir por - nf-e em ambos os lados dessa equação aqui então a gente vai dividir por - f aqui aqui e aqui cancelamos isso aqui isso aqui assim a gente tem que o potencial da célula vai ser igual potencial padrão - rt sobre a nf viço logaritmo natural de equipe e essa aqui é a chamada equação de nest bem eu poderia terminar o vídeo agora e parte para algumas aplicações dessa equação mas vamos continuar um pouco mais e falar sobre um caso em que a temperatura está a 25 graus celsius oc que no caso são as condições normais de temperatura e pressão nesse caso podemos ter uma outra forma para essa equação então vamos lá essa temperatura que precisa está em kelvin então vamos transformar essa temperatura de celsius para kelvin e para fazer isso basta somar o valor em céus com 273,15 assim temos uma tempo tudo igual a 298,6 isi kelvin então vamos resolver essa equação aqui para rtf hóquei sabemos que é um constante universal dos gases é igual a 8,346 já os olhos por mal kelvin vamos agora multiplicar isso pela temperatura que nesse caso é igual a 298,5 15 kelvis e dividir tudo isso pela constante de faraday que é igual a 96 mil e quinhentos colômbia por mall pegando a calculadora agora ter uns oito e 12 304 torci vezes 298,5 15 / 96.500 isso tudo aqui vai ser igual a 0,02 57 então vamos colocar aqui 0,025 7 mas qual seria a unidade de medida disso bem kelvin cancela com esse que alguém aqui mall com esse mal sobra apenas de aula por colombi e isso é igual a unidade de medida volts então temos aqui 0,0 257 volts então reescrevendo a equação de inércia que temos que o potencial da célula é igual ao potencial padrão da célula - rt sobre f que é igual a 0,257 volts mas não podemos deixar de colocar o restante dos valores aqui também estão dividindo pelo número de mol de elétrons envolvidos na reação vezes o logaritmo natural de que que é o coeficiente da reação ok vamos agora também resolver essa equação para utilizar um logaritmo com base 10 ao invés do lugar ritmo natural assim pra gente converter esse valor aqui pra gente usar o logaritmo natural vamos multiplicar 0,0 257 pelo l m de 10 então temos cérebro e regula 0592 então reescrevendo a nossa equação novamente o potencial das células igual o potencial da célula padrão nesse caso potencial padrão da célula - 0,05 92 volts sobre n como transformamos um logaritmo natural para o blog na base 10 temos agora que multiplicar isso aqui pelo blog de que lembrando novamente que o coeficiente da reação aqui e essa daqui há outra forma da equação de leste o legal dessa equação é que ela te ajuda a compreender o que acontece com os potenciais de ação de uma célula quando você altera as concentrações das substâncias envolvidas já que o consciente de uma reação está envolvido com as concentrações no próximo vídeo vamos ver alguns exemplos que vai te ajudar a entender um pouco mais como a equação de nest funciona aqui