If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:6:46

Transcrição de vídeo

o Olá meu amigo minha amiga tudo bem com você seja muito bem-vindo ou bem-vinda a mais um vídeo daquela Academy Brasil e nesse vídeo vamos conversar sobre as forças dipolo-dipolo e para começar a conversar sobre isso Observe essas duas moléculas que eu tenho aqui do lado esquerdo eu tenho propano EA direita o acetaldeído aqui já temos informado as massas molares dessas moléculas e perceba que são valores muito próximos aqui na verdade a gente tem valores iguais a observar essas duas moléculas eu quero te fazer uma pergunta se você tivesse uma amostra dessas duas moléculas qual você acha que teria um ponto de ebulição mais alto uma mostra de propano Puro ou uma morte de acetaldeído Puro pode esse vídeo pensa sobre isso como vimos em vídeos anteriores quando falamos sobre os pontos de ebulição e porque eles podem ser diferentes a gente falou sobre as forças intermoleculares porque como você pode imaginar se você tem algumas moléculas digamos e do líquido o ponto de ebulição vai depender de quanta energia que você precisa colocar no sistema a fim de fazer com que as forças intermoleculares sejam superadas e as moléculas se liberta em e entra em um estado gasoso então Sem Dúvida quando estamos pensando sobre quem pode ter um ponto de ebulição mais alto precisamos pensar sobre qual que vai ter as forças intermoleculares de mais altas em um vídeo anterior falamos sobre as forças de dispersão de London que você pode ver como a formação de polos aleatórias em uma molécula E aí a gente o Paulo pode induzir de polos em uma molécula vizinha qual isso lado com a carga parcial positiva de um dipolo vai atrair o lado com a carga parcial negativa da outra molécula e vice-versa isso vai acabar gerando um Efeito Dominó por toda a mostra Eu lembro que conversei com você nesse vídeo que a força de dispersão de London e o qual polarizável é uma molécula está relacionado com a massa molar da molécula por Oi gente olha para essas duas moléculas aqui a gente observa que elas têm massas molares quase idênticas Sendo assim você espera que elas têm um ponto de ebulição quase idênticos não é mas o que acontece é que esse não é o caso aqui o ponto de ebulição do propano é - 42,11 graus Celsius enquanto que o ponto de ebulição do acetaldeído é 20,1 graus celcius Então o que faz ter essa diferença porque você tá odeildo tem um ponto de ebulição tão mais alto porque preciso de mais energia para as moléculas do acetaldeído líquido serem capazes de se libertarem umas das outras e superarem e suas forças intermoleculares bem a resposta como você pode imaginar é que existem outras coisas que estão em jogo sobre as forças de dispersão de London e uma dessas coisas é o que vamos falar aqui nesse vídeo que são as forças dipolo-dipolo Eu acho que eu com essas palavras você já tem uma ideia de onde isso vai dar não é no vídeo sobre as forças de dispersão de London e nós falamos sobre um dipolo temporário induzindo de Polo e uma molécula vizinha e aí eles sendo atraídos um pelo outro agora nós vamos conversar sobre dipolos permanentes quando você olha para ambas as moléculas como você acha que tem um dipolo permanente mais forte ou outra forma de pensar sobre isso é qual delas tem um momento de dipolo maior não se esqueça que o momento de dipolo molecular é igual a soma vetorial de todos os momentos de cada de Polo individual nas ligações Além disso os momentos de dipolo são todos proporcionais as diferenças na eletronegatividade quando a gente olha para o propano que a esquerda a gente se lembra que o carbono é um pouco mais eletronegativo do que o hidrogênio mas não muito mais eletronegativo sendo assim teremos os momentos desses dipolos em cada uma das ligações eu dou mais ou menos parecidas com isso aqui então você teria essas coisas que se parecem com isso se isso não é familiar para você eu o que você revise os vídeos que nós conversamos sobre os momentos dos dipolos agora como você pode ver além disso a gente também tem uma simetria aqui no propano certo então se você pegar todas essas setas que eu estou desenhando e colocar ela juntas a gente não vai ter um momento de dipolo molecular muito alto teremos algo bem pequeno ou até mesmo nada porque na maioria das vezes esses momentos vão se cancelar agora o que acontece com o acetaldeído repare que o acetaldeído tem alguns brindes aqui o primeiro aqui é uma molécula assimétrica moléculas assimétricas são muito suspeita sem ter nenhum momento de Polo mais alto outro bom indicador é que você tem um personagem aqui que é muito eletronegativo eu tô falando do oxigênio e ainda mais importante é um pouco mais eletronegativo do que o carbono então bem aqui nessa ligação dupla carbono-oxigênio a gente vai ter um lindo momento de dipolo bem significativo e isso apenas nessa ligação dupla há mais ou menos assim principalmente porque todos os outros momentos de dipolo não vão Cancelar esse grande momento de dipolo aqui na verdade eles ainda vão aumentar o momento de dipolo o resultante aqui por causa da simetria da molécula sendo assim toda molécula vai acabar tendo um lindo momento de dipolo bem significativo será algo mais ou menos assim apontando para o lado mais negativo eu vou colocar essa pequena Cruz aqui na extremidade mais positivo ok assim esperamos encontrar uma carga parcial negativo aqui nessa extremidade e uma carga parcial positiva aqui nessa outra extremidade eu vou te fazer uma pergunta aqui agora o que você acha que vai acontecer com o outro acetaldeído que está próximo aqui desse bem o lado parcialmente negativo de um acetaldeído mas será atraiu do pelo lado parcialmente positivo de outro acetaldeído é essa força Atrativa entre as moléculas que as pessoas chamam de forças dipolo-dipolo Aqui estamos falando de um dipolo permanente é atraído por outro dipolo permanente sendo assim o acetaldeído vai estar experimentando uma força de dispersão de London muito alta e é por isso que ele tem um ponto de ebulição mais alto agora Talvez você esteja se perguntando Ei um dipolo permanente pode induzir um dipolo em uma molécula vizinha e eles serem atraídos um pelo outro A Resposta simples é sim e isso faz muito sentido você pode ter um dipolo e a induzir a formação de um outro de Polo e vamos ver isso em alguns exemplos no futuro mas isso sem dúvida também pode ocorrer ou seja podemos ter um dipolo temporário induzido dipolo no vizinho E aí eles serão atraídos um pelo outro formando com isso um Efeito Dominó também poderemos ter um dipolo permanente interagindo com outro dipolo permanente E aí eles serem atraídos um pelo outro mas você também pode ter um dipolo permanente induzindo um dipolo é uma molécula vizinha e com isso eles serem atraídos um pelo outro Enfim meu amigo minha amiga eu espero é compreendido tudo direitinho que conversamos aqui e mais uma vez eu quero deixar para você um grande abraço e até a próxima