If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Dinâmica da população humana

Relacione as tendências entre a taxa de crescimento populacional humano e o tamanho da população humana. Versão original criada por Sal Khan.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA12JL - E aí, pessoal, tudo bem? Aqui, temos um gráfico interessante que mostra o crescimento populacional mundial de 1750 a 2100. Lógico que isso é uma projeção! Até 2100 pode mudar muita coisa, né? Ou seja, temos uma projeção para os próximos 80 anos. Além disso, também temos o gráfico da população mundial absoluta no mesmo período de tempo. Então, só para termos certeza de que estamos entendendo esse gráfico, aqui, no nosso eixo horizontal, temos os anos passando, começando em 1950 e indo até 2100. E, no momento em que eu estou gravando este vídeo, eu estou em 2021, mas o gráfico é de 2015. Por causa disso, tudo depois daqui é projeção. Agora, no eixo vertical, temos a taxa de crescimento da população mundial, e eu posso até escrever isso aqui para ficar mais fácil de entender. Esse é o eixo da taxa de crescimento. E note que temos um eixo vertical aqui também. Isso porque estamos mostrando dois gráficos diferentes, a taxa de crescimento anual da população mundial em rosa e a população mundial absoluta nessa curva azul aqui. Então, esse é o eixo da população mundial. E os dois gráficos têm muitas informações interessantes. Primeiro, qual era a população mundial por volta de 1950? Se você olhar aqui, temos uma estimativa de 800 milhões de pessoas. E é estimativa porque, em 1950, não tínhamos censo global, tá? E o interessante é que não é um valor tão diferente assim, tão exponencial, quanto a população que tínhamos na época de Jesus, que é a época do Império Romano e da China Ran quando se estima que a população mundial cerca 2 mil anos atrás era cerca de 300 milhões de pessoas. É uma diferença grande, mas não tão exponencial como a que acontece a partir daqui, porque, a partir de 1950, parece que a população começa a crescer drasticamente, exponencialmente. E isso é explicado pela taxa de crescimento. Podemos observar essa taxa nessa parte aqui, onde parece que ela está em torno de 0,6% em 1950 e bem no início do século 20, bem aqui, ela cresceu drasticamente. E, olhando o gráfico, podemos ver que por volta da década de 1970 a taxa de crescimento da população mundial atingiu 2,1%. Mas a minha pergunta é: por que isso acontece? Ou seja, por que essa taxa de crescimento da população mundial aumentou tanto? Um bom argumento é que, à medida que nos tornamos uma sociedade mais industrial, a saúde teria melhorado. Isso significa que a mortalidade infantil diminuiu, ou seja, agora as pessoas morrem menos de doenças. E, ao mesmo tempo, nos tornamos mais eficientes com a agricultura, criamos métodos melhores, e, com isso, os alimentos ficam mais baratos e se tornam mais abundantes, ou seja, mais pessoas vão ter acesso à nutrição. Tudo isso vai fazer com que essa taxa aumente. Agora, uma questão interessante que muitas pessoas vêm pensando há centenas de anos é: existe algum limite para a quantidade de população humana que a Terra pode suportar? Esse é um conceito conhecido como capacidade de carga, e utilizamos K para representá-lo (e não utilizamos C, pois o K vem de capacidade em alemão). Este é um conceito interessante porque sempre houve essa noção de que deve haver alguma capacidade máxima que um ecossistema pode suportar, e, algumas pessoas como, por exemplo, Thomas Malthus, disseram que deve haver um limite para o número de pessoas que poderia haver no nosso planeta. Isso com base em quanta terra existe, quanta nutrição, quantos recursos. Mas a capacidade de carga da Terra é algo ainda desconhecido, isso porque a nossa tecnologia está em constante avanço. Outro lado também é que, à medida que nos tornamos mais eficientes, mais tecnológicos, também destruímos parte do nosso ecossistema. Ainda não sabemos qual é a nossa capacidade de carga, não sabemos quantas pessoas o planeta Terra pode sustentar. Agora, voltando ao gráfico, note que a taxa de crescimento populacional começa a diminuir a partir de 1970. Por que isso acontece? Bem, à medida que os países vão se desenvolvendo e se tornando mais ricos, você começa a ter mais mulheres entrando no mercado de trabalho, você tem mais planejamento familiar, e isso significa que, agora, as mulheres têm mais controle sobre o seu destino, têm acesso a mais educação e, consequentemente, menos filhos. E, à medida que isso acontece, você consegue ver, principalmente em países industrializados e pós-industriais que a taxa de crescimento começa a cair. E, hoje, quando você olha para países desenvolvidos, essa taxa de crescimento está em torno de 1,2%. E, quando você pensa em países mais desenvolvidos ainda e ricos, essa taxa está próxima de 0,2%. E, claro, ela vai afetar a população absoluta. E, por isso, não é por acaso que, ao mesmo tempo em que a taxa de crescimento começou a aumentar, a população em termos absolutos começou a crescer. E digamos que mais ou menos nos últimos 100 anos aqui... na verdade, aqui em 1920, passamos de aproximadamente 2 bilhões de pessoas para cerca de 7,5 bilhões. Portanto, a população mundial praticamente dobrou nos 2 mil anos antes desse gráfico; mas, nos últimos 270 anos mais ou menos, cresceu quase um fator 10. Mas ainda não sabemos o quão sustentável seria se essa taxa de crescimento continuasse aumentando, tá? E, no ritmo dela, parece que a população mundial vai se aproximar de 11 bilhões de pessoas em 2100, e quem sabe depois disso a curva não comece a se estabilizar, né? É uma coisa bastante interessante! E eu espero que esta aula tenha ajudado você, e até a próxima!