If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Introdução aos circuitos elétricos | Parte I

Nesta videoaula apresentamos os circuitos elétricos mostrando seus principais constituintes. Além disso, definimos circuito aberto, fechado e curto-circuito, bem como as associações em série e em paralelo.

Transcrição de vídeo

RKA - Olá, meu amigo ou minha amiga, tudo bem com você? Seja muito bem-vindo(a) a mais uma aula de ciências da natureza. E, nesta aula, nós vamos fazer uma introdução aos circuitos elétricos. Mas antes de falar sobre o que é um circuito elétrico, a gente precisa conversar sobre a energia elétrica. A energia elétrica é o que faz os aparelhos e dispositivos elétricos funcionarem. Sem essa energia elétrica, nenhum aparelho elétrico funcionaria. A própria tela que você está usando para assistir a este vídeo está funcionando porque está recebendo energia elétrica. Essa energia elétrica é produzida pelo que nós chamamos de fonte de tensão, ou gerador elétrico. É esse gerador que utiliza outras formas de energia, que pode ser química, mecânica ou até mesmo solar para produzir energia elétrica. Como exemplo de fontes de energia elétrica nós temos a pilha elétrica, que utilizamos nos controles remotos, ou, ainda, a bateria que utilizamos nos celulares. Ah, diga-se de passagem, a pilha e a bateria transformam energia química em energia elétrica. Mas como exatamente essa energia elétrica produzida pela fonte chega até os dispositivos? Para compreender isso, vamos fazer uma pequena representação de como isso funciona, ok? Vamos colocar aqui uma pilha, que é uma fonte de energia elétrica, também chamada de fonte de tensão, conforme eu já falei. Toda fonte de tensão possui dois terminais elétricos, o positivo e o negativo. Esses dois terminais estão relacionados com a tensão ou diferença de potencial criada pela fonte. Mas a gente vai conversar melhor sobre isso depois. O importante, agora, é que você saiba que a fonte tem dois terminais e que a gente representa esses dois terminais com o sinal de positivo e o sinal de negativo. No terminal positivo, a gente pode colocar a extremidade de um fio feito de um material condutor, que pode ser, por exemplo, um fio de cobre. A gente coloca a outra extremidade do fio em um elemento chamado receptor. O receptor é quem recebe a energia elétrica e a transforma em outras formas de energia, ou ainda acumula energia para ser utilizada depois. Ou seja, meu amigo ou minha amiga, o receptor é o aparelho que nós queremos fazer funcionar. Aqui no meu exemplo, vou colocar uma pequena lâmpada de LED, mas poderiam ser outras coisas também, como a placa do circuito de um controle remoto. Ah, o receptor também possui dois terminais, um positivo e um negativo. A gente conecta o fio que saiu do terminal positivo da pilha no terminal positivo do receptor. Com o outro pedaço de fio condutor, a gente conecta o terminal negativo do receptor ao terminal negativo da pilha. Pronto. Agora a energia elétrica sai da pilha, vai até a lâmpada e, com isso, a lâmpada acende. Mas eu ainda não falei como a energia percorre esse caminho e vai da pilha até a lâmpada. Então, como isso acontece? Basicamente, a energia é transportada através do que chamamos de corrente elétrica. E você vai me perguntar agora: o que é a corrente elétrica? A corrente elétrica, meu amigo ou minha amiga, é formada por pequenas partículas que se movem através dos fios condutores e também através dos dispositivos elétricos tais como a pilha e a lâmpada, que eu utilizei no nosso exemplo. Essas partículas são chamadas de carga elétrica. São elas que, ao passarem pela fonte, recebem energia e levam essa energia até o receptor através dos fios condutores. Ao chegar ao receptor, elas deixam essa energia no receptor. Claro, o receptor precisa dessa energia para funcionar. Mas depois, as cargas não param por aí. As cargas elétricas continuam o seu caminho através dos fios condutores e retornam para a fonte para, inclusive, receber mais energia elétrica e levar até o receptor novamente. E aí, isso continua acontecendo. Reparou que as cargas elétricas ficam circulando esse caminho fechado, pegando energia elétrica e entregando essa energia em algum lugar? Esse caminho fechado que pode ser percorrido por uma corrente elétrica é o que nós chamamos de circuito elétrico. Esse esquema que eu montei aqui é um circuito elétrico muito simples. Mas em nossas casas e até mesmo dentro dos dispositivos elétricos, existem circuitos elétricos muito mais complexos. E todos eles têm o mesmo objetivo: fazer a energia elétrica ser entregue em algum ponto do circuito através da circulação das cargas elétricas. Por falar em circuitos, meu amigo ou minha amiga, observe essas fotos que estou colocando agora. Todas essas fotos mostram circuitos elétricos. Aqui eu tenho o circuito elétrico no interior de uma câmera fotográfica. Aqui eu tenho uma placa de circuito, que é algo que conecta vários dispositivos dentro de um aparelho elétrico através de vias feitas de materiais condutores. Aqui eu tenho o interior do gabinete de um computador que, além de ter uma placa de circuitos conhecida como placa mãe, tem vários outros dispositivos conectados em um circuito, inclusive, temos aqui uma fonte de tensão. A gente não pode esquecer que a energia elétrica chega até as nossas casas através de vários circuitos elétricos conectados entre si. Assim, a energia elétrica que é produzida nas usinas chega até nós através dos fios de transmissão. Nesta outra foto, eu tenho uma caixa de fusíveis, que são elementos de um circuito elétrico que protegem os aparelhos elétricos contra sobrecarga de energia. A gente vai conversar um pouco melhor sobre os fusíveis depois, ok? Eu espero que você tenha compreendido o que é um circuito elétrico, o que ele faz e quais são os elementos mais importantes de um circuito elétrico. E aproveitando o momento, quero deixar para você um grande abraço e até a próxima!