If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Formação das ilhas havaianas

As ilhas havaianas se formaram principalmente como resultado da atividade vulcânica. Apesar da maioria das ilhas se formarem perto da borda das placas tectônicas, as ilhas havaianas estão a aproximadamente 3.200 km da margem da placa tectônica mais próxima. Por isso os cientistas acreditam que as ilhas foram formadas pela presença do "hot spot" (ponto quente), uma região profunda no manto terrestre de onde sobe calor. Este calor produz rocha derretida (magma), que atravessa a crosta e se solidifica. Versão original criada por Sal Khan.

Quer participar da conversa?

Nenhuma postagem por enquanto.
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA2 - E aí, pessoal, tudo bem? Nós estamos falando muito a respeito da formação de montanhas e vulcões, não é? Ou seja, quando uma placa vai de encontro a outra ou é conduzida para baixo. Mas esse não é o lugar dominante ou mais provável para se achar montanhas ou vulcões na superfície da Terra. Provavelmente, o maior exemplo de atividade vulcânica (ou, quem sabe, o mais popular) é o Havaí. Estas aqui são as ilhas havaianas, e esta maior é a ilha do Havaí. Ela está experimentando, inclusive, um vulcão ativo, ou seja, lava ou magma está fluindo por debaixo do solo. Isso está deixando a ilha cada vez maior. Como podemos explicar essa atividade vulcânica, ou esse tipo de quentura debaixo da superfície da Terra? Essa atividade vulcânica serve para explicarmos alguns fatores geológicos que vemos ao redor do Havaí. O Havaí está em cima de pontos quentes, na verdade, ele está bem no topo, e esses pontos quentes possuem diferentes meios e diferentes formas. Existem teorias até a para explicar como eles emergem, mas nós pensamos que no manto, no núcleo... Eu nem sei se esta imagem foi desenhada com este núcleo aqui sendo o núcleo mais abaixo. Ou seja, vamos dizer que isto seja o núcleo externo. Isso vai ajudar bastante na nossa explicação. E tem um tipo de pluma, de material quente, por exemplo, e, por causa da dinâmica dos fluidos que está acontecendo neste núcleo, esse material quente vai subir. ou seja, ele sai do núcleo externo e sobe, criando esses pontos quentes das placas móveis litosféricas, abaixo das placas litosféricas. Nós não temos certeza de onde esses materiais estão sendo criados, ou estão esquentando. Não sabemos se é no limite entre o manto e o núcleo exterior... Mas o que sabemos é que tem esses pontos quentes, que independem de qualquer padrão de convecção que já vimos. Eu nem sei se posso dizer que independem, porque tem todo um fluido aqui indo para o manto. Mas, de certa forma, está separado dos padrões de convecção que conhecemos, e isso pode fazer com que as placas se movam. Mas esses pontos quentes são estacionários relativos ao manto, já que as placas estão movendo os pontos quentes. E podemos ver isso bem aqui: se você olhar para a pedra vulcânica desta ilha, que é uma das ilhas mais habitadas por povos mais antigos, ou seja, a ilha Kauai, tem a pedra mais antiga observada, que é de 5,5 milhões de anos atrás. Agora, a pedra mais antiga que observamos nesta grande ilha tem mais ou menos 700 mil anos. O interessante é que o Havaí está se movimentando nesta direção e as ilhas havaianas estão bem distribuídas. Se formos observando as ilhas cada vez mais nesta direção, vamos vendo ilhas mais velhas. Podemos olhar isso até nesta imagem aqui. Aqui nós temos as ilhas Noroeste, que são conhecidas como Sotavento. Se você caminha nesta direção, significa que você está caminhando no Noroeste. E ainda podemos ter uma visão de cima do mar. Aqui está a ilha do Havaí. Se você for caminhando ao Noroeste, você vai ter todas estas ilhas. E, quanto mais você vai andando no Oceano Pacífico, você continua vendo algumas ilhas. Uma explicação para isso é que você tem pontos quentes bem abaixo da grande ilha do Havaí. Vou deixar só uma coisa bem clara aqui: esta Ilha maior, chamada de ilha do Havaí, é uma das ilhas do Estado do Havaí, mas eu vou chamá-la de "grande ilha" a partir de agora. Então, tem pontos quentes bem abaixo desta ilha. Mas, se você voltar 5 milhões de anos, toda a Placa do Pacífico estava muito longe desta ilha. e, conforme o tempo foi passando, foi empurrada para o Sudeste. Portanto, se você voltar 5 milhões de anos, provavelmente toda esta área estava mais atrás. Portanto, o Kauai estava no topo desses pontos quentes. Foi assim que estas ilhas foram formadas. Se voltarmos um monte de anos atrás, talvez esta área na Placa do Pacífico estivesse em cima dos pontos quentes. E aí, a placa do Pacífico constantemente ia se movendo para Noroeste e formando ilha por ilha. Ou seja, cada vez mais esta Placa do Pacífico ia se movendo para Noroeste e formava novas ilhas. Agora, uma pergunta importante: como pode o Havaí ser a maior ilha de todas? Simples: a ilha parou aqui e ficou mais tempo em cima dos pontos quentes. Com isso, mais lava foi se formando e esta ilha foi aumentando. Basicamente, o Havaí é uma montanha que está fora da água. O topo do Havaí é cerca é de 50% mais alto do que o Monte Everest. Mas será que, de alguma forma, essa placa do Pacífico está desacelerando e ficando mais tempo aqui? O Kauai também era uma ilha grande. Se você voltar cerca de 5 milhões de anos, provavelmente o Kauai era deste tamanho. Mas ele experimentou uma certa erosão. Lembre-se: uma vez que se move para o ponto quente, nova terra está sendo criada. E, por estar no meio do Oceano Pacífico, está passando por diversas ações climáticas. E 5 milhões de anos é um longo período. Por isso, esta ilha sofreu uma grande erosão. A conclusão que nós temos é que, quanto mais velha for a ilha, mais erosão ela vai sofrer e vai ficar cada vez menor. Se você olhar, por exemplo, estas ilhas aqui, pode ser que elas nem estejam acima do nível do Oceano Pacífico. Mas, daqui a algum tempo, elas podem estar abaixo de um ponto quente e vão crescer cada vez mais. E, conforme o tempo vai passando, as que não estão sobre o ponto quente vão sofrendo erosão. Eu espero que esta aula tenha te ajudado e até a próxima, pessoal!