If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Transcrição de vídeo

RKA - E aí, pessoal, tudo bem? Vamos dizer que você esteja no cinema assistindo a um filme muito, muito, muito grande e você terminou o seu balde de pipoca, e você engoliu o seu balde de pipoca e bebeu muito refrigerante... e, de repente, tem vontade de fazer xixi, E, para piorar, imagine que você está vendo esse filme em um cruzeiro e tem muita água em volta. E você está ficando doido, porque isso cada vez te dá mais vontade de ir ao banheiro. Ok, mas você já se perguntou como os seus rins funcionam? Ou seja, como que eu posso fazer toda essa urina da qual eu preciso me livrar? Então, nesse e nos próximos vídeos, nós vamos falar como que os rins funcionam. Eu vou dar só uma visão geral aqui, antes de nós irmos para a parte mais específica. Como você pode ver, os rins ficam aqui em volta do seu umbigo, e eles possuem o tamanho de um punho e são dois no total. Eles estão mais perto das costas, ou seja, eles não estão muito na frente. E os rins, eles recebem sangue do coração; e o coração eu posso colocar em cima. E esse coração, ele bombeia sangue para o corpo... e sabe... vai um pouco para seus braços, vai um pouco para seu cérebro, e também tem uns ramos que descem e vão em direção às suas pernas. E você pode ver nessa imagem aqui que os rins, eles possuem um pequeno vaso, esse vaso aqui, que, com toda certeza, é o sangue que parte do coração para os rins. E, ambos os rins, eles vão filtrar o sangue e vão liberar urina, que é um conjunto de restos do qual o nosso corpo quer se livrar. E essa urina fica localizada na sua bexiga, que está bem aqui. E essa urina vai ficar armazenada na sua bexiga até que você tenha tempo de ir ao banheiro. Então, essa é só uma ideia geral, ok? Eu vou colocar aqui mais alguns detalhes do que o rim faz. Deixa eu colocar uma caixa aqui; e nessa caixa vai ter o que os rins fazem. É claro, eu só vou dar uma ideia bem simples do que os rins fazem. E, aí, nos outros vídeos, eu detalho mais. Como eu mencionei, os rins recebem um vaso com sangue oxigenado ou, então, uma artéria. E a artéria contém tudo o que compõe o sangue, e isso inclui coisas como os nutrientes. E esses nutrientes podem ser eletrólitos, como os íons de sódio; também podem ser aminoácidos, ou, até mesmo glicose, por exemplo, que compõe os seus carboidratos... então, é um monte de coisas que o seu corpo usa como componentes estruturais. E eles ajudam outras estruturas do seu corpo a funcionar. Nós também temos o oxigênio circulando em nosso sangue arterial, e nossas artérias também possuem resíduos que são resultados da respiração celular e de outros processos, e que nós não precisamos mais. Ou seja, nós queremos nos livrar, e isso pode incluir a ureia e outros componentes tóxicos que não queremos manter. E, ao mesmo tempo também pode conter eletrólitos extras, como o sódio que não precisamos. Porque, se nós mantermos muito o cloreto de sódio, ou seja, o sal, nós vamos acabar com uma pressão sanguínea muito alta. Então, os rins, eles nos ajudam a manter uma boa pressão sanguínea (que nós vamos falar disso em próximos vídeos). Então, isso meio que ressalta que, se nós tivermos muitos nutrientes, eles serão desperdiçados; e, aí, os rins ajudam a ter certeza de que não têm muitas coisas boas. Isso é tudo o que está circulando na artéria, que está chegando no seu rim bem aqui. E você deve se lembrar que, toda vez que você tem uma artéria vindo para um órgão ou parte do corpo, também deve ter uma veia que leva esse sangue embora e que vai retornar para o coração. E o trabalho dos rins é fazer com que os nutrientes que você tem no sangue arterial sejam coletados e mantidos quando chegarem às veias. Então, nós queremos segurar os nossos nutrientes aqui; e isso engloba tudo o que eu coloquei aqui do lado esquerdo como exemplo. E os rins, como qualquer órgão do corpo, precisa de oxigênio para funcionar. Você tem oxigênio passando pelos seus rins, e, um pouco desse oxigênio saindo deles. Isso porque uma parte vai ser usada pelos seus rins, porque é assim que conseguimos manter o tecido. E, quando nós chegamos do outro lado, onde está a veia, temos menos oxigênio. E eu vou escrever isso aqui menor para mostrar que temos menos oxigênio no sangue venoso do que no sangue arterial. E os rins querem tirar todo o resíduo que o sangue arterial trouxe de forma que os resíduos não sigam para o fluxo venoso. E, ao coletar esses resíduos, os rins vão efetivamente produzir a urina. E você deve perceber, que nesse desenho aqui, tem algo faltando. O que conecta a artéria à veia? Na verdade, o que está acontecendo aqui é parte do que faz o rim ser tão especial. E, aí, vem a pergunta: como é que os rins são capazes de fazer isso? Ou seja, como os rins podem ajudar a manter os nutrientes no nosso corpo enquanto se livram dos resíduos pela urina? O rins, eles são especiais porque eles têm dois leitos capilares. A gente já falou antes o que é um capilar, certo? Um leito capilar é algo que conecta uma artéria a uma veia; é por onde pode passar o oxigênio. Você tem nutrientes entrando... e eu vou desenhar aqui um caminho que liga o leito capilar bem aqui conectando a artéria à veia (bem assim). E você tem outro, aqui embaixo, ligando esses dois; e esses caras, eles trabalham em conjunto para entregar o oxigênio aos rins, e, ao mesmo tempo, coletar esses nutrientes para que as veias coletem esses nutrientes para levar para o resto do corpo. E esses capilares, eles têm dois nomes: o primeiro é chamado de vaso reto descendente, e serve para levar oxigênio aos rins; e o outro conjunto de capilares são chamados de capilares peritubulares. E, nas próximas aulas, nós vamos falar com mais detalhes a respeito desses dois conjuntos. Isso porque esses dois caras, eles são responsáveis por coletar nutrientes que os rins irão filtrar. Mas é isso aí, pessoal! Até a próxima aula!