If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:7:42

Mutação genética na gripe

Transcrição de vídeo

Nós já falamos sobre como os vírus influenza atacam células. Mas de vez em quando, é muita falta de sorte, mas você terá dois vírus que afetam a mesma célula. então imagine o quão mal você sentiria-se nessa situação. Você não ficaria doente apenas por um vírus, ficaria por dois. Então isso pode acontecer em humanos. Também pode acontecer em outros animais, como porcos. E é realmente uma falta de sorte quando isso acontece. Não é como se fosse um ataque coordenado. São apenas, por chances aleatórias, dois vírus querendo atacar simultaneamente. então aqui em cima, digamos que temos RNA. Eu vou colocar oito fitas de RNA em vermelho. E esses RNAs irão codificar as proteínas H. vou nomeá-las H - eu não sei - digamos H3 H3 E farei uma proteína hemaglutinina a mais aqui. E lembre-se, ela parece-se com uma mão porque segura ácido siálico E você tem algumas neuraminidases aqui. Neuraminidases irão romper o ácido siálico. E vai ajudar o vírus a sair. E digamos que este é o N2. Então temos H3N2 como vírus de cima. E no vírus de baixo, eu farei, digamos, 5,6,7,8. eu farei numa cor um pouco diferente. Isso também é uma proteína H, mas esta será H1, ok? Então esta é H1, e estou usando cores para ajudá-los a identificá-los como diferentes. E nós, certamente, temos algumas neuraminidases nesse vírus também. E essa neuraminidase é verde. e vamos assumir que aquela é N1. Então temos H1N1 em baixo. e H3N2 em cima. Eles estão prontos para agir, estão prontos para atacar a célula. E a célula, antes de estes vírus surgirem, está seguindo sua rotina. Há DNA. Mas uma vez que que estes vírus entram eles assumem o controle. Então o RNA dos vírus entram. Temos um pouco do seu RNA vermelho ali. Temos um pouco do seu RNA azul aqui. E este RNA começa a tomar controle. E força a célula a fazer mais cópias dela mesma. Então de repente, a célula torna-se uma fábrica de vírus azuis, o RNA azul dos vírus. Este é H1N1. Ela também torna-se uma fábrica para o vírus de cima, H3N2 Eles basicamente assumem o controle juntos. E esta célula é dividida de duas formas, fazendo o trabalho para os dois vírus diferentes. E esse RNA vermelho está codificando coisas parecidas com H3. Está fazendo esta proteína aqui. E também está codificando para N2. Então você tem N2 aqui, mais proteína N2 aqui. e do outro lado, de cima, Você tem H1 sendo feito. Então, dois tipos diferentes de hemaglutinina e proteínas estão sendo feitas ao mesmo tempo na célula. e você tem dois tipos diferentes de neurominidase. Você tem N1 sendo feito aqui também. Então isso é basicamente o que você vê. Vemos a célula fabricando muita proteína e RNA. e logo após, esta célula vai começar a enviar esses vírus para fora. É isso que tenho no lado direito. Temos os vírus que estão saindo da célula. E como eles se parecem? Essa é a pergunta. Bem, alguns deles irão ser exatamente iguais a seus pais. Se adquirirem apenas RNA vermelho ou apenas RNA azul, irão ser exatamente iguais aos pais. Também irão conter exatamente as mesmas proteínas. Talvez tenham essas H3s roxas. Talvez teriam algumas H3s roxas. Poderiam ter algumas N2 aqui. Então, na verdade, esta aqui é basicamente igual aos seus pais. H3N2 é do que poderíamos chamar esta aqui se quiséssemos nomeá-la. E essa de baixo, a azul, realmente pareceria o mesmo, também. Este pode ter algum H1 aqui, talvez H1 deste lado. e também pode ter N1, certo? Poderia ter neuraminidase aqui e ali. Então, se eu precisar nomear este aqui de baixo, Eu o chamaria do mesmo nome. Chamaria de H1N1. Mas o interessante é que, na verdade, de vez em quando, você tem uma mistura. Você pode ter uma mistura acontecendo. Talvez você tenha algumas fitas azuis aqui, talvez três fitas azuis. Talvez você tenha duas fitas azuis logo ali. E quando o RNA se mistura, você também pode ter uma mistura de proteínas. Você também pode ter uma mistura de proteínas bem aqui. Há, na verdade, H3 e talvez H3 bem aqui. E talvez, no de baixo, você na verdade terá algo diferente. Talvez neste aqui, você tenha um H1, talvez um H1 bem aqui. Então você tem uma mistura dos Hs. E talvez deste lado você terá um N2, talvez um N2. E, claro, não é assim que os pais se parecem, certo? E aqui em cima talvez você tenha um N1. Então, de repente, as coisas estão um pouco diferentes. E se eu tivesse que nomear estes vírus que estão surgindo, estes vírus descendentes, esse de cima, seria H3 porque tem uma hemaglutinina roxa. E um par de tesouras verdes, e ali está a proteína N1. Então este seria um H3N1. E este aqui de baixo, seria um H1, porque é como uma mão amarela. E o par de tesouras de cor laranja, dizemos que é N2. Então, estes são, na verdade, diferentes. São diferentes dos pais, certo? E aqueles outros são iguais. Então, quando você tem vírus diferentes surgindo, O que isso significa? Bem, se o vírus é bem sucedido - digamos que este aqui obtém muito sucesso em deixar pessoas doentes, e transmitir de uma pessoa para outra de forma muito eficiente. Talvez a primeira pessoa deixe algumas outras pessoas doentes porque é muito contagioso. Talvez muitas pessoas podem ficar doentes a partir de apenas uma pessoa doente. E se espalharia em todas as direções. certo? Bem, esse é o motivo pelo qual muitas pessoas ficam doentes e poderíamos dizer que nesta população nesta comunidade, H3N1 parece ser o novo vírus dominante. e este processo é chamado mutação genética. Então, este processo de surgimento de um novo vírus após miscigenação é chamado de mudança antigênica. Portanto, é sobre isso que as pessoas falam. E isso, claro, acontece com os vírus do tipo A. Portanto, lembre-se, temos os vírus do tipo A, B e C. E esse processo realmente afeta os tipos A apenas. Mas algumas vezes você pode ter uma outra possibilidade. Talvez este surgirá e não será tão eficiente. Ele não afeta muitas pessoas. Ele não é muito bom em provocar doenças. E nesse caso, ele será esquecido em breve. Então, esta mudança antigênica pode acontecer em pessoas. Pode haver pessoas que são infectadas por 2 vírus. E essa pessoa pode infectar outras pessoas. E isso também pode acontecer em animais. Você poderia ver isso acontecendo em porcos. Portanto, um porco pode ficar doente. E esse porco poderia transmitir doença talvez a um fazendeiro. Talvez tenha ouvido o termo "recipiente de mistura". E esse termo refere-se tanto a um humano, como no primeiro caso, ou a um porco, como no segundo caso, no qual a mistura dos dois tipos A de vírus aconteceu. Legendas: Flávia G. Baraldi Revisado por [Marcelo Granado]