If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:9:12

Transcrição de vídeo

RKA4JL - Olá, meu amigo ou minha amiga! Tudo bem com você? A sífilis é uma infecção sexualmente transmissível muito interessante. É causada por uma bactéria conhecida como treponema pallidum, que faz parte de um gênero de bactérias conhecido como treponem. Às vezes você vai ouvir isso como treponem, mas também pode ser chamado de espiroquetas. Uma espiroqueta é o nome de um grupo de bactérias que literalmente se parece com uma espiral. Então quando você observar uma amostra que foi infectada com sífilis em um microscópio (nós vamos falar sobre isso em um vídeo separado, tudo bem?), você verá algo que se parece com uma espiral. o que torna sífilis algo muito interessante é que... Deixe-me colocar a espiroqueta aqui no meu eixo y, e vou fazer aqui o tempo no eixo x. Vamos colocar esse plano cartesiano aqui para a gente entender a evolução temporal do que aconteceu com a sífilis até cerca do ano 2000, quando então começou a subir novamente. Então deixe-me colocar aqui “cerca de 2000”. Depois desse ano, a taxa de infecção por sífilis tem aumentado lentamente nos últimos anos Sabendo disso, vamos dar uma olhada um pouco melhor aqui na sífilis e descobrir como ela se espalha de uma pessoa para outra. Você deve se lembrar que esse processo é chamado de transmissão. Quando uma infecção é transmitida para outra [pessoa] através do sexo, nós temos o IST, uma infecção sexualmente transmissível, já que o modo mais comum de transmissão é o sexo, e isso inclui sexo oral, sexo vaginal e sexo anal. Ah, e não se esqueça que o parto também é um mecanismo muito importante de transmissão. Uma coisa interessante sobre a sífilis é que ela só pode viver dentro das células dos seres humanos, o que significa que se nós conseguíssemos curar todas as pessoas do planeta que têm sífilis, nós poderíamos efetivamente erradicar a doença. Vamos falar um pouquinho aqui de história. Sir William Osler, uma pessoa muito conhecida e considerada o pai da ciência moderna, chamou a sífilis de “o grande imitador”, porque ela pode se mascarar com uma variedade de distúrbios diferentes, e nós vamos falar sobre o porquê disso daqui a pouquinho, tudo bem? Então nós vamos percorrer os diferentes estágios, Essa primeira fase em que as pessoas começam a mostrar os sintomas é chamada de sífilis primária. Assim, com a sífilis primária, a maioria dos seus sintomas ocorrerá no local de contato onde a infecção ocorreu inicialmente. Que os órgãos inicialmente afetados serão os órgãos genitais. Então vamos dar uma olhada no nosso amigo, esse pobre rapaz que vai ter todos os diferentes sintomas e sinais da sífilis. a primeira das duas coisas clássicas que você vai perceber é uma espécie de cancro, que significa ter uma lesão que pode ocorrer no eixo ou na ponta do pênis. Em uma mulher, isso ocorreria no colo do útero. É uma úlcera aparentemente horrível; assim você vai ver essas bordas dessa forma. O que eu estou tentando te mostrar é que será uma lesão muito profunda e endurecida, o que parece ruim, mas o interessante sobre o cancro é que isso é indolor, ou seja, você não vai sentir nenhuma dor. Sabendo disso, qual é a distinção importante entre a sífilis e uma outra IST chamada de cancroide, onde você também bem veria um cancro? No caso do cancroide você vai ter uma dor muito severa, algo muito doloroso. Outra coisa que você pode perceber aqui também é uma linfadenopatia Isso significa que os gânglios linfáticos que você tem localizados próximos do trato genital vão aumentar de tamanho, e isso vai ser algo muito doloroso. Esses gânglios são chamados até de gânglios linfáticos inguinais, por isso que você vai ter algo chamado de linfadenopatia inguinal. A linfadenopatia e o cancro tendem a se curar em cerca de três a seis semanas, independentemente de você tratar essa pessoa ou não. Depois disso, a sífilis continuará progredindo. Ao longo de cerca de nove semanas nós teremos a sífilis secundária. Nesse período da sífilis secundária, essa espiroquita vai se espalhar do trato genital para a corrente sanguínea, e então vai começar a causar mais sintomas sistêmicos e você vai começar a perceber outros sintomas em outros lugares, não apenas nos genitais e isso porque os glóbulos brancos vão perseguir a sífilis nessa etapa secundária. Uma das primeiras coisas que você pode ter na sífilis secundária, principalmente porque os glóbulos brancos estão indo atrás dela para atacá-la, é a febre. Se você der uma olhada aqui embaixo, eu desenhei um vaso sanguíneo onde você tem as células endoteliais que revestem o vaso sanguíneo. Vamos dizer então que aqui nós temos as bactérias, nesta célula sanguínea. e você vai conseguir ver essas bactérias aqui dentro. Claro que os glóbulos brancos vão responder a essa infecção e atacar a sífilis como se fosse uma espécie de vingança, ou eles vão liberar esses compostos na corrente sanguínea, essas citocinas, que deveriam sinalizar para o corpo onde está ocorrendo o ataque. Esses compostos, como falei, são chamados de citocinas. Então elas podem ativar as células para passar por apoptose e morrer, mas também podem viajar pela corrente sanguínea, chegando até o cérebro para que possa ocorrer um processo de sinalização para que o cérebro eleve a temperatura corporal, Essa é uma característica clássica que ocorre quando os glóbulos brancos estão atacando algum patógeno invasor. Esse processo nós chamamos de inflamação. Outro resultado disso pode incluir mais linfadenopatia, então você vai ter um inchaço dos gânglios linfáticos, algo que pode ocorrer localmente ou mesmo em outras partes do corpo. Nessa fase da sífilis secundária, nós podemos observar no local, ali nos genitais, ao invés de um cancro indolor, nós vamos ver verrugas que são conhecidas como condiloma lata. Se estivéssemos falando de uma única dessas lesões de verrugas, nós poderíamos chamá-la de condiloma latum. Isso se parece como uma grande verruga branca, mas que gosta de se formar em membranas mucosas. Isso significa que nós podemos encontrá-la na ponta do pênis, e no colo do útero ou ainda na parede vaginal de uma mulher. Nós podemos encontrar também no interior da boca. Essas verrugas são formadas através da luta entre as bactérias das sífilis com os glóbulos brancos que estão ali, algo que também costuma ser indolor. Finalmente, um dos sintomas clássicos que você pode ver com a sífilis secundária é uma erupção cutânea muito característica, algo que é chamado de maculo, maculopapular. Essa erupção vai ocorrer em todo o corpo, como você pode ver aqui embaixo. Uma das coisas que faz essa erupção  algo muito típico da sífilis é que vai aparecer nas palmas das mãos e até nas solas dos pés, que é algo que poucas doenças fazem. Geralmente, erupções cutâneas ocorrerão em outras partes do corpo, em qualquer lugar, mas não nas palmas das mãos ou nas solas dos pés. Isso realmente reduz o diagnóstico diferenciado para algumas outras coisas. Lembre-se: não vai ser apenas uma única lesão que vai caracterizar essa erupção. Você vai ver um monte delas nas palmas de suas mãos, nas solas dos seus pés, nos seus braços, sua barriga, ou seja, em tudo, em diversas partes do corpo. Isso representa apenas o treponem se espalhando pelas camadas de sua pele, e claro, os glóbulos brancos que vão estar lutando contra eles. Então isso também é o resultado de uma inflamação. Depois da sífilis secundária, esses sintomas vão desaparecer. Sendo assim, esses sintomas vão levar cerca de três a seis semanas para se curarem. Depois de dois anos dessa infecção inicial, nós vamos chegar a um estágio chamado de sífilis latente precoce. E quando dizemos que a sífilis se tornou latente, isso indica que não vamos ter sintomas, ou seja, não tem nenhum sintoma aqui, e o mesmo vale para a próxima fase da sífilis, que é chamada de sífilis latente tardia. Aqui nós também não temos sintomas, mas a diferença é que na sífilis latente precoce você pode ter uma recaída dos sintomas. Então nessa etapa você pode voltar a ter alguns sintomas. Além disso, a sífilis latente precoce é mais contagiosa  do que a sífilis latente tardia, e esses dois pontos fazem sentido porque a sífilis latente precoce está no intervalo de tempo mais próximo da infecção inicial, que ocorreu há cerca de dois anos. Já a sífilis latente tardia vai ocorrer após dois anos, ou seja, dois anos depois da infecção inicial e isso significa o quê? Que se estamos na marca de dois anos e um dia depois do dia que tivemos a nossa infecção inicial, e não tivermos mais sintomas, nós estaremos na sífilis latente tardia. Então é isso aí. Eu espero que você tenha gostado dessa aula e mais uma vez eu quero deixar para você um grande abraço. Até o próximo vídeo!