If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:4:11

Transcrição de vídeo

RKA7GM - Neste vídeo, quero apresentar os diferentes tipos de células neurais. A palavra neural, ou o prefixo neuro, se refere ao sistema nervoso. Logo, as células neurais são células do sistema nervoso. As células neurais trabalham com todos os tipos de células do corpo para produzir a enorme variedade de funções do sistema nervoso, incluindo a consciência, as interações sociais, a cognição, a emoção, o movimento, a percepção sensorial e a regulação de outras funções como a circulação, respiração e digestão. As células neurais estão divididas em duas grandes categorias: a primeira são os neurônios. A segunda são as células da glia, também chamadas de neuroglia ou células gliais, que significam a mesma coisa. "Neurônio" deriva da palavra grega neuro, ao passo que "glia" deriva da palavra grega cola, pois se pensava que não faziam nada além de ligar os neurônios. A estrutura do sistema nervoso está dividida em duas partes principais: a primeira é composta, principalmente, pelo cérebro na cabeça e pela coluna espinhal na coluna vertebral. E esta parte do sistema nervoso se chama "sistema nervoso central". A outra parte do sistema nervoso se chama "sistema nervoso periférico" e é composto, em sua maior parte, por nervos, estas estruturas largas e fibrosas que saem do cérebro e da medula espinhal e correm por todo o corpo, pelos braços, pelas pernas e por todas as partes do corpo. Mais adiante, falaremos sobre a neuroanatomia em outros vídeos. Mas agora, vamos falar apenas do sistema nervoso central e periférico, pois as células neurais estão divididas de maneira diferente de acordo com o sistema. Chamar os neurônios de células nervosas é um pouco problemático, pois estas estruturas do sistema periférico chamadas "nervos" estão cheias de neurônios, porém também contêm células gliais e também contêm células numerosas que não são células neurais. No entanto, você vai ouvir bastante a gente se referir aos neurônios como "células nervosas" porque esse era o nome que se usava tradicionalmente. Os neurônios se encontram tanto no sistema nervoso central, no cérebro e na medula espinhal, como no sistema nervoso periférico, nos nervos. Mas os diferentes tipos de células gliais se encontram apenas em um ou outro. Muitas células neurais derivam de populações de células chamadas de "células-mãe neurais", ou "células da crista neural", e ambos os tipos de células surgem cedo, durante o desenvolvimento na parte do embrião chamado de "ectoderma". Muitos dos neurônios e células gliais que se encontram no sistema nervoso central provêm das células-mãe neurais, ao passo que muitos dos neurônios e células gliais que se encontram no sistema nervoso periférico provêm das células da crista neural, ao passo que muitos dos neurônios e células gliais que se encontram no sistema nervoso periférico provêm das células da crista neural. Vamos dar mais detalhes sobre o que são células-mãe neurais e as células da crista neural em outros vídeos, quando falarmos sobre o desenvolvimento do sistema nervoso. A maioria dos dois tipos, neurônios e glias, compartilham algumas características estruturais na maneira como a célula é formada. Muitas delas têm uma parte principal da célula chamada "soma", ou "corpo celular" que contê m o núcleo e muitas organelas. Fora do soma, muito destes tipos de células têm processos, extensões largas e finas que saem do soma, e os processos das diferentes células neurais variam em número e extensão, e em espessura e grau de ramificação, pois algumas delas não têm ramos, e outras têm processos que se ramificam. Algumas, um pouco, e outras, muito. Também variam muito nas estruturas terminais, no final de seus processos, e a função dessas estruturas e processos. A função dos neurônios é processar e transmitir a informação, e a função das células gliais é dar suporte de várias maneiras. Há muitos tipos, tanto estruturais como funcionais, de neurônios e células gliais. E há um grande número dessas células formando o sistema nervoso. Há bilhões de neurônios que formam trilhões de conexões no sistema nervoso de um adulto, e há mais células gliais do que neurônios. Nos vídeos seguintes, analisaremos as células gliais mais comuns, que são os astrócitos, células ependimárias, oligodendrócitos e células de Schwann. Também há células gliais menos comuns, como as células satélites e as células envolventes olfatórias. Mas analisaremos apenas os tipos mais comuns aqui.