If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Revisão sobre Ka e pKa

Uma breve revisão sobre Ka e pKa para estudantes de química orgânica.

Quer participar da conversa?

  • Avatar blobby green style do usuário sidneysantos961
    0 Pka = 4,21, quanto é o Ka?
    (1 voto)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA2G Nós já vimos como escrever uma expressão de equilíbrio. Se a gente tiver um ácido genérico HA e ele doar um próton para a água, o H₂O se torna H₃O⁺ e o ácido vira esta base conjugada, que é o A⁻. Aqui está a expressão de equilíbrio e a constante de ionização Ka. A gente já viu que, para os ácidos fracos, este número sempre vai ser menor do que 1. Aqui nós temos três ácidos fracos: o ácido fluorídrico, o ácido acético e o metanol. E aqui a gente tem o valor de Ka de cada um deles. Então, dá para ver que o ácido fluorídrico tem o maior valor de Ka. Mesmo que todos eles sejam ácidos fracos, 3,5 vezes 10⁻⁴ é maior do que 1,8 vezes 10⁻⁵. Destes aqui, o ácido mais forte é o fluorídrico, depois, o acético e, por último, o metanol. Mas todos eles são bem fracos quando a gente considera, por exemplo, com o ácido clorídrico, que é um dos ácidos mais fortes. Vamos falar dos pKa. O pKa é definido como o log negativo do Ka. Se a gente quiser calcular, por exemplo, o pKa do metanol, o que a gente tem que fazer é pegar o Ka dele e fazer o log negativo. Então, o pKa seria o log negativo de 2,9 vezes 10⁻¹⁶. Vamos pegar a calculadora e fazer esta conta. Log negativo de 2,9 vezes 10⁻¹⁶. Isso vai dar 15,54, aproximadamente. Então, o pKa do metanol é igual a 15,54. A gente pode fazer uma coluna com os pKa aqui. O do metanol vai ser 15,54. Se você fizer o mesmo cálculo para o ácido acético, vai chegar a 4,74. E, para o ácido fluorídrico, o pKa vai dar 3,46. Então, quanto mais para cima a gente estiver aqui na tabela, maior é a força do ácido. Destes três ácidos fracos que a gente trabalhou, o ácido fluorídrico é o mais forte de todos. Ele tem o maior valor do Ka. Mas repare que o valor do pKa dele é o menor de todos. Quanto mais baixo o pKa, mais forte é o ácido. 3,46 é mais baixo do que 4,74, então, o ácido fluorídrico é mais forte do que o ácido acético.