If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:14:30

Transcrição de vídeo

e aí pessoal nesse vídeo nós vamos falar sobre a polarização se você nunca ouviu falar sobre popularização eu já vou te adiantar uma coisa polarização é algo extremamente importante e útil pra toda a física e principalmente a parte de óptica da física então basicamente imaginem que aqui eu tenho uma onda se propagando uma onda eletromagnética aqui vou ter um observador para desenhar uma espécie de hoje aqui eu não sou feliz desenhar olhos então tá aqui um olho e aqui eu vou ter por exemplo a minha direção de propagação do campo eletromagnético campo eletromagnético disco em campo elétrico essa palavra confunde com o veneno magnética então perpendicular à isso eu teria por exemplo vai ficar mais difícil desenhar a equipe isso aqui é 2d mas teria mais ou menos essa direção de propagação do campo magnético mas pra gente por enquanto o campo magnético não vai importar então o que eu quero que vocês saibam é que a polarização acontece da seguinte forma imaginem que eu estou olhando paralelo a essa superfície então eu vou desenhar em mas nem que seja o eixo x isso aqui fica muito difícil de visualizar só que vamos tentar fazer o nosso melhor então imaginem que eu estou olhando aqui esse eixo está olhando de frente pra esse eixo como se estivesse chegando reto ptb reto perpendicular ao plano do meu olho então aqui eu teria um eixo oeste desculpa que não é o eixo x ac o eixo y é que eu teria o eixo y aqui eu teria um eixo z e agora imaginem que o eixo x é esse eixo que está aqui entrando no plano do quadro que estou usando aqui então o que eu veria quando olhasse para essa luz quando tivesse essa direção de propagação do campo elétrico eu veria por exemplo uma parte pra cima com essas quando é todo no campo elétrico estivesse apontando para cima e uma parte para baixo e uma parte para baixo quando o meu campo elétrico estivesse para baixo mas agora imaginem que ao invés de ter e é exatamente no meu eixo z eu tivesse essa mesma configuração só como se eu tivesse uma onda que estivesse assim vamos porque eu tivesse uma onda que tivesse na exata mesma mesmo plano do campo magro campo magnético por exemplo mas ainda assim um campo elétrico quer que os links aqui um campo elétrico então aqui eu tenho por exemplo a minha direção dos vetores então se eu tivesse olhando para essa luz eu veria por exemplo como o deixadinha outro eixo para não confundir então venha outro eixo para não confundir aqui está meu novo eixo então agora o que eu vejo nessa minha nova onda eu veria por exemplo a polarização nesse lado e quando eu tivesse aqui por exemplo eu veria esse tipo de configuração e nós dizemos que ambos os casos são casos polarizados polarizados ou seja neles houve polarização de luz então sempre que a luz sempre que a luz se apaga tudo que escrevi que sempre que a luz estiver digamos que nessa configuração aqui sempre que eu tiver essa configuração aqui em uma só direção nós chamamos isso de polarização as vezes que essa luz está polarizada mas então vocês podem perguntar ok então isso é inútil é porque quando o que eu vou ter uma onda que não está polarizada bom pra luz não estar polarizada a gente pode pegar por exemplo o simples sol o simples sol o sol fica emitindo luz polarizada só que a todo momento e toda essa luz polarizada que sai do sol acaba sobrepondo uma a outra então quando a gente enxerga luz do sol a gente vê uma luz não polarizada por causa está em várias direções diferentes você desenhar de novo aqui o eixo a gente veja por exemplo um campo que a pontaria nessa direção que quer e é nessa linha que na diagonal outro que por exemplo fica um pouquinho mais inclinada aqui então poderia ter um outro que fosse exatamente no eixo z e isso é uma confusão então a luz do sol não é polarizada é desculpem a luz do sol emite é polarizada mas por ela sobre por uma outra por causa dos vários das várias ondas de luz que estão chegando até nós ela acaba sendo tão polarizada e o mesmo acontece por exemplo mesmo acontece por exemplo com uma lâmpada incandescente uma lâmpada incandescente incandescente também emite luz e ela acaba sobrepondo uma outra ela acaba sobrepondo uma à outra e isso acaba ficando não polarizado não polarizado e você pode perguntar então tá qualquer utilidade no mundo real de eu saber se a luz é polarizado ou não então deixa eu te mostrar um exemplo que vai ficar incrivelmente simples de entender imaginem que vocês estão vou dizer aqui uma superfície imaginem que isso daqui é por exemplo água não imagina que a água então aqui eu tenho uma prancha de surfe aqui eu tenho uma prancha de surfe e eu estou exatamente em cima dessa prancha de surfe então eu estou aqui este aqui sou eu tentando me equilibrar nessa prancha de surf o melhor desenho braço diferente não ficar tão horrível essa minha concepção de mim mesmo ok então agora imaginem eu tenho sol mas nico tem o sol e o sol iluminando um dia lindo imagina que está bem o arado poucas nuvens e só lembrando que isso daqui é água tava quero que vocês confundem com as coisas na vida que é a água bom se eu tô por exemplo querendo olhar peixes que estão embaixo dessa água eu vou ter sérios problemas porque a luz vem do sol a luz vem do sol bate na água e reflete exatamente no meu olho alguma parte dessa luz que refletiu alguma parte vai voltar a uma parte refletiu em outras direções mas alguma parte vai voltar pro meu olho e essa parte pode ser extremamente dolorida porque se você já foram pra tá aí o dia ensolarado e conseguiram ver o reflexo do sol a água vocês sabem o quão horrível isso é e então essa luz que vem do sol ela não é polarizada mas depois que ela bateu na água depois que ela refletiu da água acaba sendo polarizada ou parcialmente polarizada na maioria dos casos parcialmente polarizada o que define a polarização é a superfície então nós porque a superfície fosse horizontal então a luz do sol ficaria polarizada parcialmente horizontalmente ou totalmente são totalmente é bem mais difícil do que parcialmente então vamos supor que ela ficou parcialmente parcialmente polarizada então vocês podem perguntar ok mas essa luz polarizada ainda está chegando no meu olho então qual é a utilidade da polarização a utilidade da polarização é a gente criar um incrível invento chamado óculos escuro óculos escuro então quando tem um óculos escuro um pouco tem um óculos escuro a kit desenham um óculos escuro mais ou menos assim então vamos pouco tenha um óculos escuro então eu tenho aqui meu óculos escuro o que eu posso fazer com essa luz é polarizar esse meu óculos polarizados seu óculos pra só permite a entrada de luddy de de raios que estejam na vertical por exemplo dessa maneira todo esse raio todo esse brilho tão todo esse brilho que sobra por causa do sol refletindo na água seria de certa forma cancelado e é isso que acontece por exemplo quando você vai pra e comprou um óculos polarizados e você percebe que é muito mais agradável de olhar para toda aquela água todo aquele sol refletindo na água quando você está com óculos polarizados é justamente porque você cancelou a maior parte dos raios que estavam vindo do sol e na verdade então um polarizador polarizador polarizador é um material que geralmente não é muito caro é um material que só deixa uma luz incerto e incerto orientação passar então por exemplo posso ter um polarizador que só deixa a luz só de se desculpar em campo elétrico na vertical passar eu posso ter um polarizador que só deixa campos horizontais passarem e isso daqui é muito útil na vida real existem pessoas também que dirigem por exemplo à noite no meio de uma chuva muito forte quando a luz do farol do carro bate na água dada que está caindo da chuva isso cria um brilho desagradável para quem está dirigindo não existem pessoas que dirigem de noite com óculos escuros porque óculos povo óculos acabam deixando carlos polarizada entre isso cansa lubrifica mais agradável de dirigir no meio de uma chuva forte parece meio loucura mas é verdade existe ainda existe ainda um outro tipo de polarização essa formalização que eu falei aqui para demonstrar para vocês é chamada de polarização e inem ar e você já deve ter entendido porque do linear é porque ela só acontece por exemplo num sentido então horizontal ou vertical uma diagonal mas acontece num sentido ela somente de eu mostrar o tipo de colonização deixou comentar uma coisa a gente pode fazer um truque com o nosso olho por exemplo quando a gente vai num cinema a gente pode por exemplo a gente só enxerga em 3d porque o nosso olho tem uma certa um certo espaço entre entre cada olho de cada dois olhos isso formam a imagem então vamos supor que a gente pegue esse nosso óculos aqui ea gente polarize ea gente polarize um olho numa direção um olho numa direção também aqui vamos porque a lesão tal agente polares e outro olho em outra direção e o outro olho em outra direção nesse caso a gente acabou de criar na maioria dos casos um óculos um óculos de filmes 3d ea gente cria a gente prega uma peça no assoalho de certa forma porque a gente faz a luz saído à luz sair da tela em por exemplo uma luz polarizada desse jeito enquanto a outra luz estaria polarizada na horizontal por exemplo desse jeito se propagando nesse sentido e quando ela chegasse no olho um olho e enxergar na maior parte das vezes uma polarização e outro olho outra organização e isso criaria aquela sensação de três dimensões no filme é mais ou menos assim que os óculos funcionam só que agora deixa eu comentar outro tipo de polarização que eu só pagar tudo o que eu fiz aqui comentar outros tipo de polarização que como a gente viu que existe polarização linear a gente também tem que saber que existe uma polarização muito importante é chamada de polarização circular então imaginem que eu tenha agora eu vou desenhar outra luz polarizada nesse sentido nesse sentido nesse sentido aqui ok então a gente tá bom então quando tiver por exemplo um campo aqui eu vou ter um outro campo um outro campo nesse sentido então se eu fosse a desenhar de novo aquele meu eixo como se estivesse olhando é para perguntando meu olho perpendicular essa onda eu veria esse meu raio nesse pra esse ponto aqui eu teria um resultante do campo elétrico aqui eu teria um na horizontal nesse sentido nesse sentido aqui então é o resultante seria esse vetor aqui onde eu poderia aplicar aqui é a pitágoras para achar o cumprimento desse vetor mas não é isso que o interessado nesse momento é a mesma coisa por exemplo aconteceria quando tivesse quando tivesse por exemplo um resultante um vetor de campo elétrico nesse sentido de o meu outro estivesse nesse sentido nesse sentido aqui então teria por exemplo nesse lado e outro estaria no sentido para baixo ou seja negativo no eixo z então novato resultante seria esse então eu teria uma polarização que ficaria nessa diagonal aqui então você pode perguntar qual é a utilidade disso acabei de fazer outra polarização linear então então agora que venha mágica deixa pagar tudo isso de novo parece crescer mais rápido eu pagar tudo isso de novo e agora eu vou mostrar pra vocês a polarização circular prestem atenção na mágica da polarização que desenhar que polarização polarização circular circo lá quando tiver dois raios polarizados por exemplo sobrepondo um ao outro só que um desses raios estiver numa inversão de fase ii pi como a gente viu os outros vídeos interferência de filme fino por exemplo então teria por exemplo tentar desenhar ele aqui ficaria mais ou menos mais ou menos isso aqui vamos desenhar o que a gente vai ver bom pra esse ponto a gente tem esse vetor de campo elétrico aqui então desenhar de novo no meu eixo deixa desenhar de novo o meu eixo que ok meu eixo ok então teria pra esse ponto aqui eu teria esse vetor então uma resultante seria esse meu próprio vetor pouco tenho zero no meu no meu raio por exemplo paralisado horizontalmente já nesse ponto aqui nesse ponto aqui eu teria zero neste novo vetor vertical e teria só resultante do meu horizontal então eu teria eu teria esse resultante aqui já nesse ponto aqui eu tenho 10 no horizontal e uma resultante negativa no vertical então tenho esse vetor resultante aqui e se eu pegasse esse ponto aqui a minha resultante seria só esse ponto na vertical acho que você já entenderam o padrão que vai aqui se eu pegasse os pontos médios por exemplo aqui ou aqui a resultante é que eu teria um vetor pequeno aqui e um vetor mais ou menos do mesmo tamanho na horizontal também resultante seria esse aqui não seja diferente aqui esse aqui eu acho que vocês já perceberam o que vai acontecer aqui isso é chamado de polarização circular e qual é o sentido dessa polarização bons eu não sou eu estiver aqui em nosso estiver aqui a onda que vai chegar primeiro é que está mais para a direita então como essa onda vai chegar antes dessa que chega antes dessa a gente pode fazer essa ordem de propagação aqui é só de propagação nós vamos ter popularizado a luz no sentido no sentido horário uma polarização no sentido horário e isso é importante porque de certa forma mentir para vocês quando disse que no cinema a gente por realizava linearmente se o cinema o óculos fosse formalizado linearmente isso seria um grande problema porque se a gente mexer se a nossa cabeça inclinar-se um pouquinho a gente panelinha de enxergar o filme para enxergar o cinema em três dimensões por um filme em três dimensões por exemplo então o que é feito na vida real é que um óculos é para é polarizado o sentido anti-horário e outro óculos é polarizado no sentido horário e dessa forma a gente consegue ver nosso filme em 3d então obrigado e até a próxima