If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:10:55

Transcrição de vídeo

vamos explorar as repercussões dessa equação um pouco mais então qual é a equação era que a força de um campo magnético em uma partícula carregado em movimento é igual à carga não é isso que eu queria fazer é igual a carga da partícula e isso é apenas uma quantidade escalar vezes a velocidade o produto vetorial da velocidade da partícula com um campo magnético ora o vetor velocidade não é a mesma coisa que o vetor distância dividido pelo tempo então o vetor velocidade é igual a vamos chamar a distância que o elétron percorre l distância dividida pelo tempo então poderíamos reescrever isso que o vetor força é igual a carga vezes e eu estou fazendo isso de propósito 11 sobre o tempo certo vezes o vetor de distância você tira o produto vetorial com um campo magnético tudo que eu fiz foi reescrever a velocidade como um por tempo vezes a distância ou distância por tempo e essa é uma grandeza escalar pelo menos para os nossos propósitos o tempo tem apenas um módulo talvez poderíamos chamar isso de mudança de tempo mas não tem uma direção não estamos indo em um ângulo no tempo então poderemos tirar a grandeza escalar ela não afeta esse produto vetorial o que nos restou foi a força é igual à carga por tempo vezes e isso é uma multiplicação comum porque este é apenas um número não é o vetor vezes o produto vetorial entre o vetor de distância e o campo magnético o que é carga por tempo columbus por segundo bem isso é apenas corrente então entendemos que a força é igual a corrente vezes a distância ao longo do qual corrente está fluindo e você pega o produto vetorial disso com um campo magnético e às vezes isso é escrito como um l maiúsculo porque é um vetor e tudo mais mas nós começamos com l minúsculo por isso vamos ficar com o l maiúsculo vamos ver se conseguimos aplicar essa fórmula que é realmente a mesma coisa que essa nós só pegamos a divisão por tempo e tiramos a velocidade para chegarmos à distância e nós pegamos e dividimos os clubes ou pegamos a carga / isso pegamos a carga / tempo ou a carga por unidade de tempo e você obtém a corrente então isso é apenas outra forma de escrever isso não é nem mesmo uma nova forma você quase que pode provar a si mesmo se alguma vez esquecer disso mas vamos ver se podemos usar isso para descobrir o efeito que um campo magnético tem sobre um fio condutor de corrente então deixe-me eu provavelmente quero colocar isso no topo para ter espaço para desenhar o fio condutor de corrente então deixe-me reescrevê lo em verde então você está familiarizado com a fórmula em todas as cores então a força à nossa nova dedução é que a força de um campo magnético e um fio condutor de corrente é igual a corrente no fio e isso é apenas uma grandeza escalar embora possa ser positiva ou negativa dependendo da direção bem a corrente é sempre um número positivo mas se essa corrente está indo na direção oposta do nosso vetor de distância então ela pode ser negativa mas eu não me preocuparia com isso por ora vamos supor que essa é uma corrente na direção do vetor de distância é uma corrente de grandeza escalar vezes o nosso vetor de distância é minúsculo ou talvez o comprimento do fio condutor você pega o produto vetorial de l com o vetor do campo magnético então vamos ver se podemos aplicar isso vamos dizer que eu tenho um fio é verdade vamos fazer o campo magnético primeiro eu tenho feito bastante campos magnéticos que pulam para fora da tela vamos fazer um campo magnético que entra na tela e esses são ainda mais fáceis de desenhar eles são apenas x hora mas por 1 x 1 por que você está olhando para a extremidade traseira de uma flecha e por isso um x e é por isso que um círculo com um ponto significa um campo um vetor saindo da tela porque se uma flecha foi disparada contra você tudo que você vê a ponta da flecha com um círculo pequeno em volta dela talvez mas de qualquer maneira isso nos mostra um vetor entrando na tela então esse é o nosso campo magnético e seb e eu não sei vamos atribuir algum valor vamos dizer que essa magnitude db é igual a um tesla e vamos dizer que eu tenho um fio atravessando esse campo magnético vamos dizer que o filho está indo ao longo ou está no plano do monitor do seu computador a minha pergunta para você deixe me dar a você um ponto de informação sobre esse fio digamos que o filho está conduzindo uma corrente então e está indo nessa direção e ele está conduzindo uma corrente de e eu estou apenas inventando números 5 pés ou cinco clubes por segundo a minha pergunta pra você é qual é a força resultante desse campo magnético em uma sessão desse fio e vamos fazer essa cessão do fio não sei vamos dizer que é uma sessão de fio então obviamente quanto mais fio você tiver mais partículas carregadas em movimento você vai ter quanto maior a seção você tiver mais força você terá nesse pedaço mais cumprido de filho então nós temos que escolher o nosso cumprimento então queremos saber qual é a força do campo magnético nessa seção do fio daqui até aqui então vamos ver essa fórmula a força igual a corrente e ela é disse enquanto perez a corrente é a direção em que as cargas positivas nominais se deslocariam e nos convém muito bem porque quando fizemos a primeira equação nós nos importamos com a direção em que uma carga positiva iria e se fosse um elétron uma carga negativa nós colocaríamos um sinal negativo aqui assim isso funciona bem se você alguma vez tiver que visualizar as coisas como elas talvez sejam na realidade mas quando você fala sobre elétrons é difícil dizer que realmente lhe são realidade porque eles são quase que mais uma idéia do que um objeto propriamente mas é sempre bom lembrar de que quando a corrente está fluindo nessa direção e isso seria verdade porque se eles fossem cargas positivas se movendo mas sabemos que é uma carga negativa se movendo na direção oposta bem eu não quero entrar nisso mas de qualquer maneira a corrente você poderia visualizá lo se quiser como cargas positivas e indo nessa direção então a corrente está indo nessa direção você poderia visualizar esse vetor de distância com o qual nos importamos seu módulo é de 2 metros porque esse é o comprimento do fio em questão a sua direção é a direção da corrente esse é um ás vezes eu fico um pouco empolgado com tangentes então esse é um é dois metros nessa direção e é de 5 pérez e já descobrimos que o campo magnético é um tesla então isso vai ser igual a estamos usando todas as unidades sii por isso não temos que converter nada 5 perez vezes dois metros nessa direção não vou especificar agora vamos apenas dizer que é uma magnitude de l na verdade desde inscrevê lo bem dois metros vezes o campo magnético um tesla então quando você pega o produto vetorial de alguma coisa este é apenas um lembrete l vetorial b isso é igual ao módulo de l vezes o módulo db vezes oceano do ângulo entre eles vezes algum vetor direcional de unidade que descobrimos com a regra da mão direita então já fizemos o módulo do vetor de distância e se foi de 2 metros fizemos o módulo do campo magnético e qual é o cenário do ângulo entre eles se o campo magnético está indo para a tela se ele está indo na direção para dentro da tela você poderia imaginar um monte de flashes sendo atiradas para dentro da tela e quando o nosso vetor de distância ou este 'ele está dentro da tela eles na verdade são perpendiculares em três dimensões então este ângulo é de 90 graus portanto isso na verdade se torna um então em termos de módulo terminamos l vetorial been módulo é duas vezes um teste lá e então multiplicamos isso vezes a corrente então nós realmente temos o módulo da força o módulo dessa força será igual a 5 perez vezes dois metros vezes um tesla que é igual a 10 newtons então a única pergunta que resta é qual é a direção da força que o campo magnético está exercendo e este é o lugar onde aplicamos a regra da mão direita e não é diferente você poderia apenas imaginar uma das partículas positivas que se deslocam nessa direção e apenas usar a regra da mão direita portanto vamos tirar a nossa mão para fora e se nós deixe me desenhar uma mão uma mão direita então essa é minha mão direita se eu tiver o meu polegar esticado para fora sim então um l vai ser o meu dedo indicador a primeira coisa no produto vetorial e em seguida o b é o campo magnético está indo para a tela então você não consegue ver isso e será assim pois meu dedo médio está apontando para baixo para dentro da tela e os outros dedos estão fazendo outra coisa e aí está o seu polegar na verdade está na direção da força seu indicador está na direção de vamos dizer 'ele para esses fins você não consegue ver o meu dedo médio eu poderia desenhar um x minúsculo aqui para mostrar que ele está indo para baixo então a força é o que o meu polegar está fazendo portanto a força nesse fio ou pelo menos nessa seção do fio vai estar perpendicular à direção da corrente e essa direção vai ser uma força de 10 newtons enfim meu tempo acabou