If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:12:02

Transcrição de vídeo

dois blocos são ligados por uma corda de massa desprezível que passa por cima de polias com massa e atrito desprezíveis como mostra a figura que acima a massa m2 do bloco 2 é maior do que a massa m1 do bloco 1 e os blocos são liberados a partir do repouso e então a primeira informação que a gente tem aqui nessa questão é que primeiro né as roldanas aqui possuem massa desprezível e também com o atrito desprezível então a única função dessas mudanças vai ser mudar a direção da força aplicada sobre elas ok a gente também sabe que a massa do bloco 2 é maior do que a massa do bloco então isso já leva a gente a crer que se essas duas massas estão em um mesmo campo gravitacional ea massa desse bloco 2 é maior do que a massa desse bloco 1 vai ter uma força peso aqui sobre o bloco 2 que é maior do que a força peso sobre o bloco 1 logo como peso sobre o bloco 2 é maior do que o peso sobre o bloco 1 esse bloco 2 vai está sofrendo uma aceleração para baixo enquanto que esse bloco vai estar sofrendo uma aceleração para cima beleza vamos ver aquela letra o que está pedindo aqui na letra os pontos abaixo representa os dois blocos esses pontos aqui desenhos diagramas de forças ou seja não as componentes que estão atuando sobre cada um dos blocos desenhos cumprimentos relativos de todos os vetores para representar de magnitudes ou seja as intensidades relativas de todas as forças esse primeiro ponto aqui representa o bloco e esse segundo ponto que representa o bloco do es então antes de desenhar as forças aqui nesses pontos vamos dar uma olhada em cima e ver as forças que estão atuando sobre esses dois blocos ok aqui a gente já pode observar que existe uma força peso atuando sobre os dois blocos certo aqui por exemplo a gente vai ter força peso atuando sobre esse bloco que vai ser igual a m1 vezes a aceleração da gravidade ou seja certo e aqui sobre o bloco 2 a gente vai ter também uma força peso em que essa força peso vai ser igual à m2 vezes gq aceleração da gravidade como os dois blocos estão no mesmo campo gravitacional a força peso atuando sobre o bloco 2 vai ser maior do que a força peso atuando sobre o bloco 1 já que a massa do bloco 2 é maior do que a massa do bloco ok porém essas duas forças não são as únicas forças atuando sobre os blocos a gente ainda tem essa corda que que está realizando uma tensão sobre cada um dos blocos então por exemplo a gente vai ter aqui uma atenção atuando sobre esse bloco 1 e como esse bloco está sofrendo uma aceleração para cima a gente logo percebe que essa tensão aqui que está apontada para cima tem que ser maior do que essa força peso aqui certo então a gente tem aqui atenção atuando sobre esse bloco aqui e novamente como a aceleração desse bloco está para cima essa atenção tem que ser maior do que a força pelos oito anos sobre esse bloco agora se a gente for levar em consideração a atenção que está atuando sobre o bloco 2 essa atenção tem que ser menor do que essa força peso atuando sobre esse bloco já que a aceleração desse bloco está para baixo então a gente pode logo traçar essa atenção é que outro detalhe importante também como a massa dessas mudanças é desprezível e ela também não oferece nenhum atrito para a corda essa tensão aqui tem que ser igual a essa atenção aqui na verdade essa tensão é a mesma em toda essa extensão da corda e um detalhe também legal é que se a gente for pensar a um nível microscópico se a gente for pensar em nível molecular todas essas moléculas aqui estão realizando uma força sobre a outra molécula mas se a gente for pensar nível macro a gente pode simplesmente simplificar isso como uma tensão então essa tensão aqui está mudando de direção e vindo até essa outra parte que sobre esse bloco dos ea magnitude ou seja a intensidade dessas tensões são iguais então conseguimos a representar as forças que estão atuando sul os dois blocos só que eu fiz isso sobre eles na então vamos colocar aqui em baixo nessa parte que o problema pediu e também tentar representar de magnitude relativas dessas forças certo então a primeira força que a gente vai colocar aqui é a força atuando sobre o bloco e como a gente já tem cada uma dessas linhas aqui eu vou dizer que cada uma delas possui uma intensidade relativo aqui então sobre esse bloco a gente tem uma força piso que eu vou usar apenas uma linha que isso aqui vai ser igual à massa 11 vezes a aceleração da gravidade a gente também tem sobre esse bloco atenção que tem que ser maior do que essa força peso então eu vou usar duas linhas aqui e essa tensão aqui é apenas transmitida sobre toda a corda para o bloco 2 então ela tem que ter a mesma intensidade e atenção atuando sobre esse bloco 2 a gente pode desenhar que também com duas linhas e novamente conforme a gente viu aqui o peso atuando sobre o bloco 2 tem que ser maior do que a tensão já que esse bloco está sofrendo uma aceleração para baixo então já que essa tensão tem duas linhas eu vou colocar força peso atuando sobre esse bloco com três linhas esse peso é igual à massa 2 ou seja a massa do bloco 2 visys a aceleração da gravidade e novamente isso faz muito sentido porque com esse peso aqui sendo maior do que essa atenção a gente vai ter como resultado esse bloco 2 acelerando para baixo e essa tensão aqui sendo maior do que o piso atuando sobre o bloco 1 vai fazer com que esse bloco sofreu uma aceleração para cima claro que a gente fez isso a partir de nossa intuição porém a gente percebe claramente que o peso atuando sobre o bloco 2 é maior do que o peso atuando sobre o bloco 1 e isso vai fazer com que o bloco dos sofreu uma aceleração para baixo e o bloco sofreu uma aceleração para cima