If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:6:50

Transcrição de vídeo

bem vindos de volta parei porque sinto que estava um pouco apressado no final do vídeo anterior mas continuando o nosso assunto chegamos à conclusão de que se eu tiver uma alavanca simples como eu tenho aqui se eu conheço as distâncias de onde estou aplicando à força até o fulcro até o ponto de apoio e eu sei a distância do ponto de apoio até onde a máquina está aplicando a força a máquina sendo alavanca nessa situação então finalmente ou seja a relação entre as duas forças que eu estou aplicando a força de entrada portanto eu não devo chamar isso de força também devo chamar isso de força de entrada enfim a força de entrada vezes a distância da força de entrada até o fulcro é igual a força de saída vezes a distância da força de saída até o fulcro e isso acabou ficando fora do que fizemos no último vídeo a conservação de energia diz que o trabalho de entrada tem que ser igual ao trabalho de saída e todo o trabalho é uma transferência de energia portanto a transferência de energia de entrada tem que ser a transferência de energia para fora supondo que não temos atrito e nada de energia perdido e como isso é útil bem poderíamos fazer um monte de problemas iguais a este vamos dizer que eu tenho um objeto de 100 mil do sac 100 mil tons e vamos dizer que eu sei não importa o que eu faça a força máxima com que eu poderia empurrar bem deixe me desenhar isso um pouco diferente vamos dizer que seja igual a isso porque meu objetivo é erguer o objeto de 100 mil tons vamos dizer que eu sei que a força máxima para baixo que eu consiga aplicar é de 10 newtons certo então eu quero que a minha força seja multiplicada por 10 para levantar essa força assim vamos descobrir o que aconteceria minha força de entrada é de 10 e eu quero descobrir a distância vamos dizer que a minha força de entrada é de 10 vamos chamar isso de distância de entrada e eu quero que a força de saída seja igual a 100 certo vamos chamar isso de distância de saída então se eu tenho um fulcro que esta é a distância de entrada e essa é a distância de saída deixa me mudar as cores e isso está ficando um pouco monótono essa é a distância de saída daqui até aqui vamos descobrir qual a taxa tem que ser para taxa a distância de entrada para a distância de saída bem se dividirmos ambos os lados por 10 obtemos a distância de entrada ela tem que ser 10 vezes a distância de saída certo sem / 10 então se a distância do fulcro até o peso é sei lá cinco metros então a distância onde eu vou aplicando à força até o fulcro tem que ser 10 vezes isso ela tem que ser 50 metros então não importa a taxa desse cumprimento a este comprimento tem que ser 10 e agora o que aconteceria se eu projetar essa máquina desse jeito eu poderia aplicar 10 newtons aqui que a minha força máxima 10 newtons para baixo e eu vou levantar um objeto de 100 mil tons agora qual é a compensação nada simplesmente aparece do nada a compensação é que eu vou ter que empurrar para baixo uma distância muito maior na verdade dez vezes a distância que esse objeto vai se mover para cima e mais uma vez eu sei porque o esforço de entrada tem que ser igual esforço de saída eu não sei se posso através de alguma máquina mágica e se você realmente conseguiu inventar uma você não deveria assistir esse vídeo você deveria construir lá e tornar-se um trilionário mais uma máquina nunca pode gerar o esforço do nada nem pode gerar energia do nada a maioria das máquinas na verdade perdem energia por atrito ou qualquer outra coisa mas nessa situação se eu estou aplicando 10 newtons de força vezes alguma distância qualquer que seja a quantidade de esforço o mesmo não pode mudar o esforço total ele tem que descer se existir algum atrito no sistema então vamos resolver outro problema e na verdade todos eles são da mesma fórmula e em seguida vou tentar entrar em alguns outros tipos de sistemas simples eu devo usar a ferramenta de linhas vamos inventar isso na hora você poderia criar problemas onde você pode combiná los mais e mais etc etc usando alguns dos outros conceitos que aprendemos mas eu não vou me preocupar com isso agora então vamos dizer que eu vou empurrar para cima aqui bem não deixe de fazer o que eu quero fazer eu quero empurrar para baixo aqui com uma força de vamos dizer que essa distância que seja de 35 metros essa distância de cinco metros e vamos dizer que eu vou empurrar para baixo com a força de 7 mil tons e o que eu quero descobrir é qual é o peso do objeto que eu consigo levantar aqui qual é o peso de um objeto bem tudo o que temos que fazer é usar a mesma fórmula mas os momentos das forças e os ciclos e essa expressão uma vez antes então pode ser que você não saiba o que é mais os momentos das forças em ambos os lados do fulcro têm que ser iguais ou um momento de entrada tem que ser um momento de saída então qual é o momento de novo bem o momento é apenas a força vezes a distância da força até o fulcro então um momento de entrada é 7 mil tons vezes 35 metros percebo que isso não funciona porque a distância que esta força está percorrendo não é de 35 metros a distância que a força está percorrendo alguma coisa aqui mas esses 35 metros vão ser proporcionais à distância que isso está percorrendo quando você compara a esse outro lado então essa quantidade 7 mil tons vezes 35 metros é o momento e isso vai ser igual ao momento nesse lado o momento de saída portanto isso é igual a 5 metros vezes a força com que estou levantando ou a força de elevação da máquina vezes a força de saída então podemos descobrir a força apenas dividindo ambos os lados por cinco então vamos ver 35 / 5 e 7 então você tem sete vezes 7 é igual a força de saída ou 49 mil tons e você pode observar que você vê que o cumprimento desse lado da alavanca é sete vezes o comprimento desse lado da alavanca então quando você introduz uma força de 7 você produz uma força de sete vezes isso e claro a fim de promover o bloco 1 metro para cima nessa direção você vai ter que empurrar para baixo por sete metros e é aí que sabemos que o esforço de entrada é igual esforço de saída bem de qualquer maneira espero não ter se confundido e que você tenha uma idéia razoável de como as alavancas funcionam nos próximos dois vídeos vou apresentá lo a outras máquinas máquinas simples como uma cunha eu sempre tive problema em chamar uma cunha de máquina mas ela é uma e polias vejo você no próximo vídeo tela tal