If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:9:51

Transcrição de vídeo

bem vindo de volta no último vídeo eles mostrei espero ter mostrado que seu aplicar uma força a um objeto parado um objeto inicialmente parado com massa m vou aplicar essa força durante e distância de essa força vezes distância que eu percorri a força vezes a distância enquanto estou empurrando é igual a um meio de mv o quadrado onde m é a massa do objeto e ver a velocidade do objeto após empurra uma distância de e definimos nesse último vídeo que isso é trabalho força vezes distância por definição é trabalho e um meio de mp ao quadrado eu disse que isso é chamado de energia cinética então por definição energia cinética é a quantidade de trabalho e quero dizer que esta é a definição aqui é a quantidade de trabalho que você precisa colocar em um objeto ou aplicar um objeto para levá-lo do repouso a sua velocidade atual vamos dizer que eu olhei para o objeto aqui com massa m e ele estava se movendo com uma velocidade ver eu diria bem isso tem uma energia cinética de meio mv quadrado e se os números estão se confundindo vamos dizer que a massa era sei lá vamos dizer que esse objeto tem cinco quilos e está se movendo a sete metros por segundo então eu diria que a energia cinética desse objeto vai ser 51 meio vezes a massa então cinco vezes 7 ao quadrado é vezes 49 então vamos ver um meio vezes 49 e será um pouco abaixo de 25 será aproximadamente 125 mil ton metros o que é aproximadamente nilton metro é apenas um jovem então 125 jales isso é se realmente colocássemos isso em números então quando imediatamente sabemos disso mesmo se não soubermos o que aconteceu como esse objeto chegou essa velocidade vamos dizer que eu não soubesse que outra pessoa ter aplicado uma força e me por uma distância de só calculando sua energia cinética como 125 jales imediatamente sabemos que essa é a quantidade de trabalho que foi necessário e não sabemos se isso exatamente como esse objeto chegou essa velocidade mas sabemos que essa é a quantidade de trabalho que foi necessária para acelerar o objeto a essa velocidade de 7 metros por segundo então vamos dar outro exemplo e dessa vez ao invés de empurrar algo em uma direção horizontal e acelerá-lo o fazer um exemplo em que vamos empurrar uma coisa pra cima mas a sua velocidade realmente não vai mudar um pronto vamos dizer que eu tenho uma situação diferente mas estamos nesse planeta e não no espaço eu tenho a massa de m eo tem que aplicar uma força vamos dizer que a força que eu aplico é igual à massa vez a aceleração da gravidade massa vezes vamos chamar isso de gravidade certo 9,8 metros por segundo ao quadrado e se aplicasse essa força por uma distância de para cima certo ou ao invés de de vamos dizer hh para a altura então nesse caso força vezes distância é igual a bem a força é a massa vezes a aceleração da gravidade certo e lembre-se estou empurrando com a aceleração pra cima enquanto a aceleração da gravidade está puxando para baixo então a força é massa vez a gravidade está aplicando isso por uma distância de h certo de rh nesse caso então a força é esta então a distância que estou percorrendo vai ser h o que é interessante é imagine um elevador que esteja se movendo por que você teria que realmente aplicar uma força um tanto maior que a força da gravidade só para fazer objetos se mover mas vamos dizer que o objeto já está a uma velocidade constante vamos dizer que esse seja um elevador e ele está subindo a uma velocidade constante e vamos dizer que a massa do elevador era sei lá dez quilogramas e ele se move para cima a uma velocidade constante ele se move 100 metros para cima portanto sabemos que o trabalho feito por o que estava puxando esse elevador provavelmente era atração nesse fio que estava puxando elevador mas sabemos que o trabalho realizado é a força necessária para puxá lo e isso vai ser apenas a força da gravidade suponhamos que o elevador não está acelerando certo porque se o elevador estivesse acelerando pra cima então a força aplicada ele seria maior do que a força da gravidade e se o elevador estivesse acelerando para baixo se estivesse perdendo velocidade para cima então a força sendo aplicada seria menor do que a aceleração da gravidade mais uma vez que o elevador está uma velocidade constante e movendo-se para cima sabemos que a força que puxa para cima é completamente igual a força que puxa para baixo certo não há força resultante porque a gravidade e essa força estão no mesmo nível não existe mudança de velocidade sabemos que a força para cima é igual a força da gravidade pelo menos em valores só que na direção oposta portanto isso é mg qual é a massa de mm é 10 quilogramas vezes a aceleração da gravidade e vamos dizer 9,8 metros por segundo ao quadrado eu não estou escrevendo as unidades aqui mas todos estamos supondo quilogramas e metros por segundo ao quadrado estamos movendo isso uma distância de 100 metros então quanto o trabalho foi colocado nesse elevador ou nesse objeto não precisa ser um elevador porque qualquer que seja a força estava essencialmente empurrando o puxão bueno seria 98 vezes sem então são nove mil e oitocentos nilton metros ou 9800 jales depois que movemos 100 metros para cima note que não existe mudança de velocidade a pergunta que é o que aconteceu com todo esse trabalho o que foi colocado num objecto ea resposta é que o trabalho foi transferido para uma coisa chamada energia potencial da energia potencial é definida como bem a energia potencial gravitacional trabalharemos com outros tipos de energia potencial mais tarde molas e coisas desse tipo energia potencial é definida como a massa vezes a força da gravidade vezes a altura em que o objeto está e por isso é chamado de energia potencial porque nesse ponto a energia o trabalho que teve que ser colocado no objeto para levá-lo até aqui no caso da energia potencial gravitacional trabalho teve que ser colocado no objeto para levá-lo até essa altura mas o objeto não está se movendo nem nada portanto ele não tem nenhuma energia cinética mas agora ele tem potencial bastante para realizar trabalho e eu quero dizer com potencial para realizar trabalho depois de mover um objeto para cima 100 metros no ar qual é o seu potencial para realizar trabalho poderia simplesmente soltá lo e não ter nenhuma força externa não sei a gravidade e por causa da gravidade o objeto de será e estará em uma velocidade muito muito mais rápida quando ele acelerar e talvez eu possa aplicar isso a alguma máquina ou coisa assim essa coisa poderia realizar trabalho e se isso está um pouco confuso deixe me dar um exemplo tudo se encaixa com a nossa vamos dizer que eu tenha então um objeto que pesa sei lá um objecto de um quilograma estamos na terra e vamos dizer que está a 10 metros acima do sol então sabemos que a sua energia potencial é igual à massa vezes aceleração gravitacional vezes altura tanto a massa é um vamos dizer que a aceleração gravitacional é de 10 metros por segundo ao quadrado vezes 10 metros por segundo quadrado esses dez metros vezes dez metros de altura portanto é aproximadamente igual a 100 mil ton metros que é a mesma coisa que sem jales e o que sabemos sobre isso sabemos que seria necessário aproximadamente 100 ou exatamente 100 jales de trabalho para levar esse objeto do chão até esse ponto aqui em cima agora o que podemos fazer é usar as fórmulas das cinemática tradicionais para descobrir se eu simplesmente saltar esse objeto qual será a sua velocidade quando o mesmo atingir o chão e podemos fazer isso mas eu vou mostrar pra vocês é um jeito ainda mais rápido temos algo chamado de lei da conservação de energia é que a energia não pode ser criada ou destruída ela simplesmente é convertida de uma forma para a outra e existem algumas ressalvas a isso mas para os nossos propósitos ficaremos apenas com isso então na situação onde eu apenas pego um objeto e o sol porque pra cima aqui em cima ele tem muita energia potencial e no momento que ele está aqui em baixo não tem nenhuma energia potencial porque altura se torna 0 certo então aqui a energia potencial igual assim e aqui a energia potencial é igual a zero então a pergunta natural eu acabei de lhe dizer o que é a lei da conservação de energia mas se você olhar nesse exemplo toda a energia potencial simplesmente desapareceu não me parece que estou ficando sem tempo mas o que eu vou lhe mostrar no próximo vídeo é que essa energia potencial é convertido em um outro tipo de energia eu acho que você já consegue adivinhar qual é o tipo de energia porque esse objeto vai estar se movendo muito rápido antes de atingir o chão não vejo você no próximo vídeo até lá